“AVE, Ó CRUZ, NOSSA ÚNICA ESPERANÇA”

Ave Crux Spes Unica ! | Penso, logo escrevo!“[…] Queridos fiéis confinados, que hoje não podem ter a graça de estar aqui para assistir o Santo Sacrifício da Missa e comungar, eu gostaria de lhes dizer umas palavras: primeiro, que há algo mais contagioso e letal que o coronavírus, que já se disseminou por toda a Igreja, desde o Concílio Vaticano II, e a ameaça perigosamente: o modernismo e suas terríveis sequelas: o indiferentismo religioso, o naturalismo, o desânimo, a falta de fé, etc; segundo, que não ponham as suas esperanças nesta ou naquela autoridade liberal, neste ou naquele cientista, neste ou naquele homem: lembrem-se do que dizia o profeta Jeremias: “Maldito o homem que confia no homem”. Devemos por toda a nossa esperança na Cruz de Nosso Senhor Jesus Cristo! Donde virá a solução para esta crise e a cura desta pandemia? Somente das causas segundas, somente da habilidade dos homens? Não, não, queridos fiéis, o remédio para tudo isto está, primeiramente, em fazermos uma verdadeira penitência por nossos pecados, unindo os nossos sofrimentos, as mortificações que nos envia a Providência (como esta epidemia e o confinamento) à Cruz de Nosso Senhor, quem transformará tudo isto no antídoto ideal e eficaz para ambas crises.

Em terceiro lugar, a Paixão de Nosso Senhor foi o meio mais conveniente para a nossa redenção, porque Cristo, com a sua Paixão, não só libertou o homem do pecado, senão que ainda lhe mereceu a graça santificante e a vida eterna. Graça esta que nos faz filhos adotivos de Deus e herdeiros do Paraíso.

Em quarto lugar, porque obriga o homem a conservar-se em graça, segundo São Paulo: “Vós fostes comprados por um grande preço [isto é, pelo Sangue de Cristo]; glorificai, pois, e trazei a Deus no vosso corpo”16. Isto nos deve fazer refletir quão pouco damos valor à graça. Quantas vezes, contritos devemos admitir, trocamos este tesouro preciosíssimo pelo que há de mais vil na face da terra! Não meditamos um só instante no preço que ela custou a Nosso Senhor: a morte e morte de cruz. Que temos feito com a graça de Deus, que temos feito com a nossa vocação, que temos feito com os dons que Deus nos deu? Esta é a pergunta que nos devemos fazer cada dia, e sobretudo nesta Quaresma.

Por fim, em quinto lugar, para maior dignidade do homem, de modo que assim como fora vencido e enganado pelo diabo, assim também fosse ele quem vencesse o diabo; e assim como o homem mereceu a morte, assim também, morrendo, vencesse-a, como canta o Prefacio: “É verdadeiramente digno e justo, necessário e salutar que sempre e em toda parte Vos demos graças, Senhor, Pai Santo, Deus Onipotente e eterno, que no madeiro da cruz pusestes a salvação do gênero humano, a fim de que, donde nascera a morte, daí ressurgira a vida, e aquele que no madeiro vencera[isto é, satanás], no madeiro fosse vencido, por Jesus Cristo Nosso Senhor”.

Ave, ó Cruz, nossa única esperança

Trecho do sermão do Pe. Olivieri Toti proferido na Missa do Domingo da Paixão.

Para ler o sermão completo clique aqui ou para ouvi-lo durante a Missa clique aqui.

LEMBRETE: AMANHÃ, MISSA AO VIVO, DIRETO DA CAPELA SÃO PIO X – FSSPX

FSSPXPrezados amigos, leitores e benfeitores, louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo.

Amanhã, teremos a transmissão ao vivo da Missa do Domingo da Paixão, direto da Capela São Pio X, do Priorado Padre Anchieta, em São Paulo/SP, a partir das 09:00h.

Para acessá-la clique aqui ou na figura acima.

OS FALSOS CRISTÃOS QUE ESTÃO NO INFERNO

DAS PENAS DO INFERNO – PONTO I | DOMINUS ESTUm dia São Macário encontrou uma caveira e, depois de rezar, perguntou-lhe de quem tinha sido a cabeça.

A caveira respondeu que fora pagão, e Macário indagou: “onde está sua alma?”

Ela respondeu: “no inferno!”

Ele perguntou então se o local em que estava era muito profundo, e ela respondeu que sua profundidade é igual a distância da Terra ao céu.

Macário: “há outros que estejam mais abaixo?”

Ela: “sim, os Judeus!”

Macário: “e abaixo dos judeus, há alguém?”

E ela: “os mais afundados de todos são os falsos cristãos, que desperdiçam o sangue de Cristo pelo qual foram redimidos!”

Trecho da Legenda Áurea, Vida dos Santos. n. 18, pág 165

ATENÇÃO!!! O SORTEIO DO ORATÓRIO FOI PRORROGADO (26/04) – CONTINUEM PARTICIPANDO

Prezados amigos, fiéis, leitores e benfeitores, louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo.

Devido a esse período conturbado que estamos passando no país e no mundo, as Missas em Ribeirão foram canceladas esse mês. E, como bem sabem, nessas datas faríamos o “sorteio do Oratório”.

Por não poder estar presente, o Pe. Carlos – responsável pela Missão aqui na cidade – achou por bem prorrogarmos para o próximo mês.

Dessa forma, o sorteio será dia 26/04, após a Missa.

Para lembrar nossos amigos, essa é mais uma ajuda que pedimos em prol da Campanha de nossa Capela”.

Trata-se de uma “Ação entre amigos, fiéis, leitores e benfeitores”, onde sortearemos esse belíssimo oratório aos que quiserem e puderem nos ajudar.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Esse oratório mede 1,20m de altura x 0,60m de largura. Um trabalho incrível!

O VALOR DE CADA NÚMERO É DE R$15,00 E AS VENDAS PELA INTERNET / EMAIL TERMINARÃO DIA 23/04

Para isso, é necessário que:

1 – Façam o depósito/transferência do valor correspondente à quantidade de números que estão comprando na conta abaixo (também pode ser feito nas lotéricas);

ASSOCIAÇÃO RELIGIOSA E CULTURAL SÃO PIO X
CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
Agência. 1374
Conta Poupança: 401124-3 (Operação: 013)

CNPJ: 09.385.198/0001-43

2 – Enviem o comprovante, os dados do benfeitor (Nome, Endereço completo e telefone)  e também o(s) número(s) correspondente(s) que escolherem, entre 1 e 1500 (que estão disponíveis NESSA PLANILHA), para o email: capela@catolicosribeiraopreto.com

Os amigos que, por ventura, não puderem adquirir seu(s) número(s), pedimos que, por caridade, rezem por nós, pela intercessão de São José e Nossa Senhora, a quem tanto pedimos.

Contamos com a colaboração e compreensão de todos.

REVISTA PERMANÊNCIA 297 – TEMPO DA QUARESMA 2020 – ACESSO GRATUITO

Devido à situação atual de bloqueio no Rio de Janeiro, não conseguiremos entregar a Revista Permanência senão com grande atraso. Sendo assim, decidimos disponibilizá-la excepcionalmente pela internet a todos nossos leitores. 

Clique na imagem acima, ou nesse link para acessar. 

São mais de 200 páginas de formação católica.

Enviem para os amigos, divulguem nosso trabalho e assinem nossa revista

OPERAÇÃO MEMÓRIA: O MAGISTÉRIO DA IGREJA E A POLÍTICA

Resultado de imagem para VATICANOEm tempos de tamanha desorientação espiritual, a área mais atacada depois da Verdadeira Religião é a política, pois é por ela que se ordena arquitetonicamente as demais práticas da sociedade tendo como fim o bem humano último, que é a bem-aventurança. Sabedora disso, a Igreja não desamparou seus fiéis e, ao longo de séculos tão turbulentos como têm sido estes após a Revolução Francesa, houve uma profusão de grandes orientações do Magistério autêntico para orientar o fiel nesse mar revolto que se tornou a sociedade. Abaixo seguem algumas dessas Encíclicas traduzidas por nós especialmente aqui para o blog:

1 – Diuturnum Illud – A origem do poder civil (Leão XIII)

Nesta primeira encíclica do corpus politicum leonianum explica-se as questões relacionadas à origem do poder e às obrigações dos súditos em relação aos governantes.

2 – Il Fermo Proposito – Para o estabelecimento e desenvolvimento da Ação Católica (São Pio X)

Aqui, São Pio X delimita o campo de ação do católico na sociedade. “Qual deve sê-lo?” “Como deve estar munido o católico?” “O que é verdadeiramente ação política?“ são algumas das perguntas que são respondidas.

3 – Ubi Arcano Dei Consilio – A busca da Paz de Cristo no Reino de Cristo (Pio XI)

Após a Primeira Guerra Mundial, o mundo estava em escombros. Tudo estava desarrumado. Alguma direção precisava ser dada. Eis então que vem essa primeira encíclica de Pio XI que serve doutrinalmente como prefácio da Quas Primas.

4 – Quas Primas – Sobre Cristo Rei (Pio XI)

Segundo o Padre Álvaro Calderón, FSSPX, essa encíclica é nada mais nada menos que a Carta Magna da Cristandade. Ela vem coroar esse grande esforço iniciado por Bonifácio VIII com a Bula Unam Sanctam (1302) e que teve seu primeiro grande arranque com Gregório XVI na Encíclica Mirari Vos já no mundo pós-Revolução (1832).

O DESAFIO DO CONFINAMENTO – PELO PADRE JEAN-FRANÇOIS MOUROUX,FSSPX

http://www.catolicosribeiraopreto.com/wp-content/uploads/2019/11/jean.pngSão Paulo, 24 de março de 2020

Estimados fiéis,

Hoje começamos o confinamento, que se estenderá pelo menos até o dia 7 de abril. Este confinamento é um desafio. Faz lembrar algumas das histórias dos marinheiros. Quando o mar está tranquilo, o navio fica imóvel, sem vento, sem ondas. A falta de ação e de perspectiva irritam toda a tripulação. Só há uma maneira de evitar o caos: a disciplina. Este confinamento é um desafio. Sem vida interior, sem o hábito do estudo e do silêncio, pode ser difícil para muitos.

A primeira coisa que temos de fazer é estabelecer um horário. “O dia começa com a hora de dormir”, diz-nos São Francisco de Sales. Ir tarde para a cama significa se levantar tarde, por isso não podemos cumprir bem o nosso dever de estado. E se nos levantarmos cedo, o resultado pode ser o mesmo por causa da fadiga. É, portanto, fundamental definir os horários para levantar e ir para a cama.

A segunda coisa a prever: tempos de oração. A oração da manhã, da noite e o Terço são os momentos indispensáveis, que dão ritmo ao dia de um cristão. Aproveitemos o fato de estarmos juntos debaixo do mesmo teto para rezar em família.

Uma terceira coisa não deve ser deixada de lado: os horários das refeições. Ninguém deve vir e se servir na geladeira à hora que bem entender. A refeição, precedida e seguida da oração, deve ser tomada em comum. A refeição é um momento de convívio que permite intercâmbios essenciais. É a ocasião de detectar certas tristezas ou preocupações. É uma oportunidade para compartilhar informações e mesmo algo engraçado para relaxar o ambiente. Também continua a ser o momento privilegiado para definir um programa.

Uma quarta coisa a que devemos estar atentos: às nossas atividades. E aqui devemos apontar um grande perigo: a Internet. Claro, há muitas coisas boas na Internet. Podemos assistir à Missa lá todos os dias. Podemos encontrar palestras interessantes, artigos relevantes e até mesmo livros que não se encontram nas livrarias. E um bom filme de vez em quando será um passatempo fácil, especialmente para as crianças… Sim, mas devemos ter cuidado. É preciso lembrar que o uso prolongado de telas cansa e irrita, sem falar da imoralidade e da violência presentes em todas as partes. E, além disso, usada menos de uma hora antes de ir para a cama, impede o sono. Em um ambiente confinado isto pode rapidamente levar a um comportamento problemático.

Uma quinta recomendação se segue naturalmente: ser fisicamente ativo. “Uma mente saudável num corpo saudável”. Para a maioria das pessoas é impossível passear lá fora. Deve-se planejar um tempo de exercícios diário.

Aqui está o programa de vida dos sacerdotes na maioria dos priorados da Fraternidade: 

6h: levantar; 

6h30 min: Ofício de Prima, meditação e Santa Missa.

8h: café da manhã e depois pessoalmente: leitura da Sagrada Escritura, leitura espiritual, estudo.

12h15 min: Ofício de Sexta seguido do almoço.

18h30 min: Terço. Em nosso Priorado de São Paulo, aproveitamos o confinamento para fazer a adoração ao Santíssimo Sacramento. Depois vem o jantar.

21h (em São Paulo): Ofício de Completas.

22h: grande silêncio

Espero que estes poucos conselhos os ajudem. Amanhã celebraremos a Festa da Anunciação. Feliz festa a todos! Peçamos a Nossa Senhora que aceitemos humildemente a vontade de Deus, manifestada através destes acontecimentos.

Que Nossa Senhora Aparecida vos proteja.

Padre Jean-François Mouroux, FSSPX

Prior do Priorado de São Paulo/SP

O DISCERNIMENTO

Resultado de imagem para rezando joelhosAs almas que desejam santificar-se têm às vezes dificuldades para discernir a vontade de Deus. Sabem que Ele a manifesta em primeiro lugar por seus mandamentos e que, nesse aspecto, basta cumprir o que está prescrito. Mas, em várias decisões que devem ser tomadas ao longo da vida, o campo livre é tão vasto que nem sempre é fácil ver claramente o que Deus espera de nós.

Essa dificuldade não é nova. Todas as almas piedosas que quiseram agradar a Deus enfrentaram a mesma situação. Para resolvê-la, vejamos a solução proposta por São Francisco de Sales, que teve a prudência, a sabedoria e o equilíbrio de um guia seguro, além da santidade e de uma longa experiência com as almas que dão às suas respostas um peso considerável.

TRÊS ATOS DA VIRTUDE DA PRUDÊNCIA

Para ver esse assunto mais claramente, convém distinguir nossas decisões entre aquelas que comprometem todo nosso futuro e aquelas que têm menor importância.

Pedir a luz do Espírito Santo

As grandes decisões, como escolher uma profissão, mudar-se de cidade, escolher uma vocação ou fazer um gasto importante, merecem muita atenção. Um erro de apreciação pode ter consequências desastrosas e, infelizmente, todos nós temos tristes exemplos disso ao nosso redor. Talvez nós mesmos já tivemos que pagar o preço, mais cedo ou mais tarde, por haver tomado uma má decisão. Por isso, para evitar novas decepções, escutemos com atenção os conselhos de São Francisco de Sales, que descreveu em poucas palavras no “Tratado do amor de Deus” o processo que devemos seguir: É necessário ser muito humildes, diz, e não pensar em encontrar a vontade de Deus a força de investigações e de sutilezas de discurso.

Mas, depois de pedir a luz do Espírito Santo, de propor-nos agradá-lo, de pedir o conselho de nosso confessor e, em determinado caso, de outras duas ou três pessoas piedosas, devemos com a graça de Deus decidir.

Portanto, devemos em primeiro lugar rezar, para que Deus esteja no centro de nossas deliberações. Depois, devemos reflexionar, para analisar as vantagens e os inconvenientes das diferentes soluções consideradas, lembrando-nos de que Deus nos deu uma inteligência para que a usemos. Por isso, a oração não dispensa a reflexão. Continuar lendo

SANTAS MISSAS DA FSSPX EM RIBEIRÃO – MARÇO – SUSPENSAS

Resultado de imagem para fsspx simboloPrezados amigos, leitores e benfeitores, louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo.

Apenas informando que as Missas públicas em Ribeirão nesse mês estão suspensas (como todas as Missões e Priorados – ler o COMUNICADO OFICIAL AQUI) até que nossos Superiores deem novas orientações e diretrizes.

Rezemos para que Nosso Senhor tenha piedade de seu povo e as coisas se normalizem o mais rápido possível.

Para reflexão, seguem alguns textos a serem lidos nesse momento:

PRECISAMOS DE SUA AJUDA PARA A TRANSMISSÃO DAS MISSAS NO PRIORADO, AO VIVO

Resultado de imagem para fsspx simbolo

Prezados amigos, leitores e benfeitores, louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo.

Devido às restrições atuais, estamos empreendendo um esforço especial para tornar viável a transmissão ao menos da Missa dominical pelo YouTube.

Foi criado, hoje de manhã, um canal temporário, que já está pronto. 

Entretanto, precisamos de ao menos 1000 inscritos até o fim desta semana para que a plataforma libere transmissões ao vivo.

Os senhores poderiam nos ajudar na divulgação? Contamos, certamente, com a oração de todos para que isso tenha bom sucesso!

Pedimos a gentileza de divulgar o link abaixo, ao invés do link direto do canal:

https://www.fsspx.com.br/canal-temporario-do-youtube-para-a-transmissao-de-missas-ao-vivo/

Ele permite que a pessoa se inscreva com 1 clique apenas, o que pode ajudar a pessoas que talvez não estejam familiarizadas com o YouTube.

Contamos com a colaboração de todos.

Muito obrigado

VAMOS COLABORAR COM A FSSPX EM SEU SUSTENTO

Resultado de imagem para fsspx simboloPrezados amigos, leitores e benfeitores, louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo.

Como sabem, a FSSPX depende exclusivamente da colaboração de seus fiéis para seu sustento e apostolado: pelo dízimo, pelas espórtulas, pelas esmolas, pelas contribuições espontâneas…

Nesse período em que as Capelas e Priorados estão praticamente fechados, lembremo-nos dos Padres que tanto fazem por nossa santificação, que tanto rezam, que tanto ensinam, que tanto se desgastam em viagens, em suas Missões….e façamos um gesto de caridade contribuindo com a manutenção da obra de D. Lefebvre.

Associação Religiosa e Cultural São Pio X

Banco Itaú (341)

Agência: 8098

C/C: 07749-1

CNPJ: 09.385.198/0001-43