PODERIA CONTRIBUIR CONOSCO?

CAPELAPrezados amigos, prezados leitores e benfeitores, louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo.

Vocês que acessam e gostam de nosso blogvocês que acompanham as ações da FSSPX pelo mundovocês que lutam pelo Reinado Social de Nosso Senhor, vocês que sabem que a Tradição é a única solução para a restauração a Igreja… AJUDE-NOS! 

Estamos, mais uma vez, pedindo vossa ajuda nessa campanha em prol da compra de um terreno e futura construção de mais uma Capela para a Tradição e para a Santa Igreja. Sabemos que o caminho é longo e árduo, por isso, toda ajuda é importante.

CLIQUE AQUI PARA ALGUMAS PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O PROJETO

OU

CLIQUE AQUI E LEIA O TEXTO COMPLETO DA CAMPANHA!

Faça um gesto nobre de caridade, por amor à Santa Igreja!!

Ad Majorem Dei Gloriam

Aproveitamos para agradecer a todos que nos ajudam ou ajudaram em algum momento nessa campanha, mesmo de forma anônima. Contem com nossas orações.

Que Nossa Senhora os conduza ao caminho da santidade.

A PASCENDI EXPLICADA – LUZES DA ENCÍCLICA PARA OS CATÓLICOS DE HOJE

Pelo Pe. Joël Danjou, FSSPXResultado de imagem para pascendi

“Julgamos oportuno escrever-vos estas coisas, Veneráveis Irmãos, a bem da salvação de todos os fiéis.”

Papa São Pio X

Introdução: Cem anos depois: o modernismo ainda mata

Quando voltei a ler a encíclica “Pascendi” (08/09/1907) de São Pio X, tive um profundo sentimento de agradecimento para com o último Papa canonizado. Esse documento é uma pedra angular na defesa verdadeira e equilibrada do catolicismo. Tem a assinatura de um Papa Santo, cheio de Fé e de Caridade. Lembra a voz do Bom Pastor, reconhecida pelas ovelhas. Lembra que não existe pregação caritativa da Verdade sem condenação explícita dos erros e heresias.

O santo Papa do século XX nos entrega nesta encíclica um trabalho fundamental, preciso e paciente. Explica para os católicos, com uma precisão que maravilha, todo o sistema modernista. Define o erro com as palavras adequadas e mostra a raiz do mal. Encontrada a raiz do mal, as soluções e os remédios seguem naturalmente.  

Prezado leitor, o modernista não é utópico, sonhador, idealista. Isso é a sua aparência exterior. O modernista é visceralmente orgulhoso. Orgulhoso na sua inteligência e também na sua vontade. O modernismo é um sistema que mente ao homem sobre a realidade da sua natureza. Atribui ao homem faculdades que não são de seu alcance. Diz assim que: “a religião, no homem Jesus Cristo assim como em nós, é fruto inteiramente espontâneo da natureza.”. E São Pio X conclui: “Nada pode vir mais a propósito para dar cabo de toda a ordem sobrenatural.”. Mas ao mesmo tempo o modernismo recusa reconhecer outras faculdades que são próprias a todos os homens quando conhecem uma coisa qualquer ou uma realidade. Nega a capacidade da inteligência humana de conhecer a natureza, a essência das coisas. Pela abstração a inteligência humana conhece muito mais do que a cor do pôr-do-sol! Conhece a beleza do pôr-do-sol. 

Dessa maneira, o modernista conhece apenas a cor da religião e nada de sua beleza e grandeza essencial. Conhecem ainda as palavras típicas da religião católica, mas sem poder dar definições definitivas a cada uma delas. Usam as palavras Missa, Deus, alma, graça, religião, fé, dogma, tradição para se servir delas e defini-las segundo a experiência religiosa de cada um! O modernismo não quer mais receber de Deus a religião, mas construir uma que o ‘elevará’ até a divinização do Homem pelo Homem. Continuar lendo

A ÉPOCA DOS MACABEUS, FIGURA DA SITUAÇÃO ATUAL DA IGREJA

Resultado de imagem para macabeus

Fonte: Hojitas de Fe, 7, Seminário Nossa Senhora Corredentora, FSSPX
Tradução:
Dominus Est

“Tudo o que foi escrito, para nosso ensino foi escrito; a fim de que, pela paciência e consolação (que tiramos) das Escrituras, tenhamos esperança” (Rm 15 4). Nesta ordem de coisas, o primeiro Livro dos Macabeus está repleto de instruções para nós, ao assinalarmos duas coisas: • por um lado, as tremendas provas que o povo escolhido sofreu por querer imitar os pagãos: • por outro lado, o auxílio que a divina Providência deu naquela luta de vida ou morte, que, humanamente falando, deveria ter resultado na total aniquilação do pequeno povo judeu.

Propomos, então, aplicar em pinceladas breves o tema deste livro inspirado à crise atual da Igreja, também em dois pontos: • em primeiro lugar, descrevendo a situação provocada na Igreja por querer aceitar os princípios do homem moderno, racionalista, independente de Deus; • e, em seguida, destacar os remédios que a Providência deixou para a sua Igreja: uma situação semelhante a dos Macabeus, remédios semelhantes aos então dados pelo auxílio divino.

1ª Situação descrita pelo Livro inspirado, e aplicação à nossa.

Este livro nos conta como foi poderoso o reinado de Alexandre, o Grande, que rapidamente ocupou o mundo então conhecido. Este império impôs seus deuses e costumes em todos os lugares, exceto sobre o povo escolhido, que a princípio respeitou. Porém, mais tarde, sob o rei Antíoco Epifânio, da dinastia selêucida, este império tornou-se um perseguidor da verdadeira religião e do povo que a professava, o povo judeu. As coisas ocorreram da seguinte maneira. Continuar lendo

OS BATIZADOS DOS BEBÊS VIOLAM OS “DIREITOS HUMANOS”? SEGUNDO A EX-PRESIDENTE IRLANDESA, SIM!

news-header-imageFonte: DICI – Tradução: Dominus Est

Mary McAleese, ex-Chefe de Estado da República da Irlanda entre 1997 e 2011, não hesitou em afirmar que o batismo de crianças na Igreja “viola os direitos humanos”.

Faz-se “conscritos infantis que são mantidos em obrigações vitalícias de obediência”, exclamou a ex-Presidente irlandesa em 23 de junho de 2018, em uma coluna do Irish Times. Ela adicionou:

Você não pode impor, realmente, obrigações a pessoas com apenas duas semanas de vida e não pode dizer a elas aos 7 ou 8, 14 ou 19 anos: eis o que você contratou, eis o que você assinou” porque na verdade elas não o fizeram.

As observações da antiga chefe de Estado baseiam-se em uma noção absoluta da liberdade total: “Vivemos agora em tempos em que temos o direito à liberdade de consciência, liberdade de crença, liberdade de opinião, liberdade de religião e liberdade para mudar de religião. A Igreja Católica ainda precisa abraçar esse pensamento por completo”, concluiu.

Não há nada de surpreendente nisso; embora ela tenha sido criada na religião católica e tenha um diploma em Direito Canônico, Mary McAleese se distanciou da Igreja. Conhecida por seu apoio à causa de homossexuais e às “mulheres sacerdotisas”, a ex-presidente acusou o ensinamento da Igreja sobre o casamento de ser “homofóbico”.

PE. DAVIDE PAGLIARANI – SUPERIOR GERAL DA FSSPX: “O SACERDÓCIO EXISTE PARA A SANTIFICAÇÃO DAS ALMAS”

news-header-imageExcerto da entrevista do Pe. DavidePagliarani, novo Superior Geral da FSSPX, publicada em FSSPX News – Tradução: Dominus Est.

Creio que o objetivo da Fraternidade é a formação de sacerdotes. Mas, ao mesmo tempo, um sacerdote deve continuar amadurecendo, formando-se e se santificando ao longo de toda a sua vida. Penso que é aqui onde devemos concentrar todos os nossos esforços para ajudar os sacerdotes a perseverar nessa busca pela santidade.

Parece-me que cada um dos sacerdotes, cada vida sacerdotal, assemelha-se um pouco a uma corda de violino que requer muito cuidado para que esteja bem estirada e afinada, de modo que possa sempre produzir a nota certa… a nota que Deus espera de cada um de nós. Nesse sentido, penso que entre a vida do seminário, a formação do seminário e o que esperamos mais tarde do sacerdote em seu ministério, existe uma certa unidade, uma continuidade que não deve deixar de existir nessa busca de santidade. Penso que esta é a solução para a maioria dos nossos problemas.

(…)

Agora, o que eles (os fiéis) esperam de mim? Creio que eles esperam que a Fraternidade seja fiel à razão pela qual foi fundada. Já disse que foi fundada para formar sacerdotes, mas o sacerdócio existe para a santificação das almas, de modo que a fidelidade dos sacerdotes ao seu sacerdócio e a sua santificação inevitavelmente afeta os fiéis. É isso que os fiéis esperam, não só de mim, mas de todos os sacerdotes da Fraternidade.

HISTÓRIA DA INVOCAÇÃO DA VIRGEM DO CARMO

12madonn_1467607Fonte: Hojitas de fe / Seminario de La Reja – Tradução: Dominus Est

O dia 16 de julho é a festa de Nossa Senhora do Carmo, devoção muito popular da Virgem, por ser a padroeira de uma das mais insignes ordens religiosas, e por nos ter dado o Santo Escapulário, que é uma das devoções marianas mais queridas do povo fiel.

1ª História da Ordem do Carmo.

A Ordem de Carmo e a invocação de Nossa Senhora do Carmo, segundo antigas tradições, remonta ao profeta Elias, que viveu no século IX aC. Este profeta viveu no Monte Carmelo, localizado na Palestina, em um promontório que entra no Mar Mediterrâneo, e é famoso por dois acontecimentos na vida do profeta Elias:

• A vitória contra os sacerdotes idólatras de Baal, no tempo do ímpio rei Acabe (860-852 aC), a quem o profeta fez matar após punir Israel com uma seca de três anos e meio.

• A visão da nuvenzinha misteriosa que a chuva trouxe: depois de matar os sacerdotes de Baal, Elias reabriu o céu que antes havia fechado; e foi então que ele viu uma nuvem misteriosa vinda do mar, muito pequena a princípio, mas que cresceu progressivamente, até trazer uma chuva abundantíssima; e por revelação divina Elias soube que esta nuvem era uma figura da futura Mãe do Messias.
Continuar lendo

REFLEXÕES SOBRE O “PENSAMENTO ÚNICO”

As antigas escolas filosóficas nas quais se “aprendia a pensar”

Fonte: FSSPX Distrito América do Sul – Tradução para o português: Dominus Est

 

O mundo do “livre pensamento” também tem suas máximas. Pode-se “pensar o que quiser” sempre que obrigatoriamente “se pense dessa maneira”. Esse “pensamento único” manipulado pelos meios de comunicação é o que abre as portas para todos os infortúnios que vivemos na atualidade.

Hoje, a cultura dominante, se podemos falar cultura, é essencialmente baseada na destruição de todos os cânones da ética cristã. A demolição das estruturas éticas está alinhada com o espírito do homem de hoje: se a “verdade” condena a realidade como a reduzimos, então a “verdade” é adaptada. Com o objetivo de não encarar a realidade e não precisar assumir responsabilidades, a maioria das pessoas adota crenças absurdas, renuncia à liberdade, prefere reconstruir a realidade adaptando-a às suas próprias ilusões.

“A verdade gera ódio; por isso alguns, para não incorrer no ódio daqueles que os escutam, velam sua boca com o manto do silêncio. Se pregaram a verdade, como a própria verdade exige e a divina Escritura abertamente impõe,incorreriam no ódio das pessoas mundanas, que acabariam expulsando-as de seus ambientes. Mas, como caminhamos de acordo com a mentalidade dos mundanos, temem escandalizá-los, enquanto nunca se deve faltarà verdade, nem mesmo à custa de escândalo”.[1]

Os fundamentos da vida ética estão sendo destruídos: os valores cristãos, a família, o Estado soberano, a escola. O Estado desaparece como estrutura que protege o bem comum e, com a normalização dos casais homossexuais, desaparecem as figuras do pai e da mãe e, portanto, da família. São considerados inimigos todos aqueles que ousam opor os valores éticos cristãos da vida pública.

A batalha contra a verdade emprega forças tão grandes que impedem as poucas pessoas “não contagiadas” de organizar e formar um movimento compacto e consistente. O poder da Besta aumenta a cada ataque, já que o Bezerro de Ouro, ou seja, o sistema financeiro internacional, é capaz de financiar qualquer operação. Os instrumentos monetários utilizados para o controle global são claramente devidos à coletividade.

O Bezerro de Ouro, para manter seu sistema de benefícios, precisa, contudo, impor o pensamento totalitário, eliminando todo vínculo moral, espiritual e cultural, de maneira que nos converta a todos em ignorantes, cheios de caprichos e sem qualquer responsabilidade em relação ao mundo exterior. O pensamento único globalizado – com seus promotores, arquitetos, vigilantes – serve para fazer previsíveis e controláveis os comportamentos sociais.

O homem de hoje está cada vez mais animalizado e globalizado, tendo escolhido aceitar a estupidificaçãotelevisiva e obedecer aos ditames do pensamento único “politicamente correto”.

Muitos já têm consciência da realidade dos “desenhos animados”. Não têm a menor ideia de como governos, bancos e instituições estão controladas para subverter a ordem natural e espiritual desejada por Deus.Acredita-se ainda que os telejornais e os periódicos são fontes de ciência e verdade, isentos de conflitos de interesses e intentos propagandísticos. Não há a menor consciência de que as mídiassão o instrumento de propaganda utilizado para manipular a percepção pública de ações governamentais e econômicas, para consolidar um sistema que vai completamente contra as leis de Deus. Tudo isso é claramente reforçado por instituições educacionais e escolares, nas quais é assimilado um conhecimento criado para distrair da compreensão do que está acontecendo.

Muitas pessoas pensam que a realidade começa e termina exatamente onde elas foram levadas a acreditar. Mas, como Sêneca nos advertiu:

“Não há pessoa mais escravizada do que aquela que se crê livre”.

A verdade é que vivemos em um “sistema de poder” corrupto, que, por meio do uso de ações dificilmente opináveis, por ser sustentadas por motivos “aparentemente coerentes”, dirige-nospor caminhos acima determinados pelos Veneráveis Irmãos Iluminados,os “Cavaleiros da Mesa Posta”, a serviço do Grande Arquiteto dos Distribuidores e dos Alimentadores.

A “ditadura do pensamento único” é a evolução dos antigos sistemas totalitários. Para convencer ou conquistar, não é necessário recorrer aos métodos autoritários de um tempo; por meio do controle dos meios de comunicação são criadas opiniões majoritárias. As descobertas no campo da psicologia cognitiva permitiram a criação de sofisticadas técnicas de manipulação que têm nos “Spin Doctors” [peritos]suas figuras de referência. São os Spin Doctorsos que, atuando dentro das instituições como consultores ou assistentes de políticos, ditam a agenda dos meios de comunicação.

São Tomás de Aquino, defensor do conhecimento da única verdade

A neo-linguagem do “pensamento único”, análogo ao orwelliano, inverte o significado das palavras. Ridiculariza, isola, reprime todas as formas de pensamento que divergem da “ortodoxia”, sem utilizar argumentos racionais, mas simplesmente por meio de acusações e slogans pré-fabricados.

Para dirigir segundo os planos o curso da transformação da sociedade, constroem-se “crenças protegidas” continuamente reforçadas nos telejornais; algumas das mais recorrentes são: impostos, dívida pública, imigração. Essas “crenças protegidas” são usadas pelos vassalos do poder mundialista para determinar a forma da sociedade porque, como afirmava Pio XII:

“Da forma dada à Sociedade, conforme ela concorda ou não com as Leis divinas, depende o bem ou o mal das almas”.

Como Orwel previu, hoje são as massas que defendem as “mentiras oficiais”. É suficiente desligar a televisão e ligar o cérebro para entender sobre quais bases se apoiam. Um pouco de espírito crítico é suficiente para ver a mentira tecnocrática segundo a qual o que acontece na política e na economia é muito difícil de compreender.

Não basta entender que a tarefa das “instituições legítimas” deveria ser a de emitir moeda, não subtraí-la do povo para dar aos banqueiros privados, fazendo-o pagar, como os italianos pagaram, dois trilhões de euros de “juros da dívida”. Não basta entender que a assim chamada “dívida pública” é uma superestrutura criada pela concessão da soberania monetária a banqueiros privados, o que acontece quando uma moeda do Estado é substituída por uma moeda privada como o euro. Não basta entender que justificar a imigração como forma de compensar o declínio demográfico é uma mentira: em vez de gastar 45 euros por dia por cada africano que entra na Itália, seria suficiente dar 45 euros por dia a todos os casais italianos que tenha um filho…

Se não se fizer o esforço para desligar a TV e ligar o cérebro, corre-se o risco de se tornar como a maioria das pessoas, que se “confina” na televisão depositando plena confiança em jornalistas telegênicos da moda, colocados ali para organizar o pensamento coletivo.

Infelizmente, a população, além de se adaptar ao “pensamento único”, também tende a se acostumar com a imoralidade do poder, já que pensar na injustiça sofrida é muito doloroso. A dimensão da batalha espiritual é imponente e não é possível tomá-la sem a verdadeira fé cristã; isto é, aquela que não foi mutilada pelo espírito inovador da Igreja “emancipada”, que, em vez de converter o mundo ao Evangelho, prefere “adaptar” o Evangelho ao mundo moderno.

“Não pode ser negligenciado o espetáculo miserável de um mundo em desordem pela ruína, operada, das estruturas morais fundamentais da vida… Não podemos, contudo, deixar de notar a crescente onda de culpas privadas e públicas, que tenta submergir as almas na lama e subverter todos os ordenamentos sociais saudáveis. Como toda época tem suasmarcas que selam suas obras, nossa era, em sua própria culpabilidade, distingue-se por indicadorescomo os séculos passados, talvez,nunca viram igualmente reunidos”.[2]

AnonimoPontino

(Traduzido para o espanhol por Marianuso eremita)

Sí Sí NO NO, 22 de junho de 2018.

[1] Sto. Antônio de Pádua. Sermões.

[2] Pio XII, Homilia, Basílica Vaticana, 26 de março de 1950.

SEGUNDO COMUNICADO DA CASA GERAL DA FRATERNIDADE SACERDOTAL SÃO PIO X: ELEIÇÃO DOS ASSISTENTES GERAIS

news-header-image

Fonte: DICI – Tradução: Dominus Est

O novo Superior Geral da Fraternidade São Pio X, o Pe. Davide Pagliarani, e outros 40 membros do capítulo decidiram eleger os dois Assistentes Gerais, no final da tarde.

O primeiro Assistente eleito é D. Alfonso de Galarreta, Bispo Auxiliar da Fraternidade São Pio X, de nacionalidade espanhola. Atualmente com 61 anos, foi ordenado sacerdote em 1980 em Buenos Aires, Argentina, onde viveu por muito tempo. Dirigiu o Seminário Nossa Senhora Co-redentora, em La Reja (Argentina), assim como a Casa Autônoma da Espanha e Portugal. Ele foi Segundo Assistente de 2002 a 2006 e residia, até o momento, em Genebra (Suíça).

O segundo Assistente Geral eleito é o Pe. Christian Bouchacourt, de nacionalidade francesa. Atualmente com 59 anos, foi ordenado sacerdote em 1986 por Mons. Lefebvre. Por muito tempo em Paris, especialmente em Saint-Nicolas du Chardonnet, foi Superior do Distrito da América do Sul, antes de ser nomeado em 2014 Superior do Distrito da França.

Com suas eleições, o Capítulo Geral começará a tratar, amanhã, das muitas questões que se deve estudar até 21 de julho de 2018.

Ecône, 11 de julho de 2018

COMUNICADO DA CASA GERAL DA FRATERNIDADE SACERDOTAL SÃO PIO X: ELEIÇÃO DO SUPERIOR GERAL

imagem Notícia-headerFonte: DICI – Tradução: Dominus Est

Em 11 de julho de 2018, o 4º Capítulo Geral da FSSPX, que irá durar até 21 de julho, no Seminário São Pio X de Ecône (Suíça), elegeu o Padre Davide Pagliarani como Superior Geral por 12 anos. .

De nacionalidade italiana, o novo Superior Geral tem 47 anos. Ele recebeu o sacramento da Ordem das mãos de Mons. Bernard Fellay em 1996. Ele exerceu seu apostolado em Rimini (Itália), depois em Cingapura, antes de ser nomeado Superior do Distrito da Itália. Desde 2012, ele é diretor do Seminário Nossa Senhora Co-Redentora, em La Reja (Argentina).

Depois de aceitar seu cargo, o eleito pronunciou a Profissão de fé e o Juramento Anti-Modernista. Cada um dos membros presentes prometeu-lhe respeito e obediência, antes do canto do Te Deum em ação de graças.

Os 41 capitulantes prosseguirão amanhã com a eleição dos 2 Assistentes Gerais,por mandato também de 12 anos.

Ecône, 11 de julho de 2018

**************************

Rezemos pelo Pe. Pagliarini, pela sua santificação, pela sua nova missão e que o Espírito Santo o guie no governo da atual depositária da Tradição Católica, para que não caia nas armadilhas e seduções da Roma modernista.

FOTOS DAS ORDENAÇÕES EM ZAITZKOFEN – ALEMANHA (2018)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

No sábado, 30 de junho de 2018, Dom Alfonso de Galarreta, bispo auxiliar da Fraternidade São Pio X, cercado pelos padres Niklaus Pfluger, Primeiro Assistente Geral da FSSPX e Stefan Frey, Diretor do Seminário Sagrado Coração de Jesus, em Zaitzkofen, na Alemanha, ordenou 6 sacerdotes, na presença de uma multidão de quase 2.500 fiéis.

Os jovens levitas são de diferentes países: Alemanha, Áustria, Polônia, Rússia e Suíça. Nosso fundador, Mons. Marcel Lefebvre, disse uma vez, ver um sinal de Deus no fato de que jovens, animados por uma autêntica fé católica e vindos dos quatro cantos do mundo, se juntam à Fraternidade.

Rezemos pela perseverança dos ordenados de que tanto precisamos.

Deo gratias!

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

CONTRIBUA COM A TRADIÇÃO! AJUDE-NOS!

CAPELAPrezados amigos, prezados leitores e benfeitores, louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo.

Vocês que acessam e gostam de nosso blogvocês que acompanham as ações da FSSPX pelo mundo, vocês que lutam pelo Reinado Social de Nosso Senhor, vocês que sabem que a Tradição é a única solução para a restauração a Igreja… AJUDE-NOS! 

Estamos, mais uma vez, pedindo vossa ajuda nessa campanha em prol da compra de um terreno e futura construção de mais uma Capela para a Tradição e para a Santa Igreja. Sabemos que o caminho é longo e árduo, por isso, toda ajuda é importante.

CLIQUE AQUI PARA ALGUMAS PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O PROJETO

OU

CLIQUE AQUI E LEIA O TEXTO COMPLETO DA CAMPANHA!

Faça um gesto nobre de caridade, por amor à Santa Igreja!!

Ad Majorem Dei Gloriam

Aproveitamos para agradecer a todos que nos ajudam ou ajudaram em algum momento nessa campanha, mesmo de forma anônima. Contem com nossas orações.

Que Nossa Senhora os conduza ao caminho da santidade.

MISSA DAS CRIANÇAS NA FSSPX

Como é uma Missa para as crianças na FSSPX?

Eis abaixo uma delas, em São Nicolau du Chardonnet, uma das paróquias da FSSPX em Paris.

Ao contrário do que vemos em muitas catedrais e paróquias conciliares (entregues ao modernismo e já com a total perda da noção do ridículo, visto que para esses a Missa é uma ceia, um simples memorial…), obviamente nas Missas da FSSPX não há sacerdote-palhaço, nem fantoches, nem catequistas alienados, nem musiquinhas bobas, nem animadores idiotas… porque as crianças, muito bem catequizadas, são sensíveis ao verdadeiro sacrifício da Missa, que os capta sem necessidade de outra coisa.

UM TOUR PELO SEMINÁRIO SÃO TOMÁS DE AQUINO – DILLWYN (EUA)

Fonte: SSPX USA – Tradução: Dominus Est

O Seminário Santo Tomás de Aquino é uma casa de estudos da Fraternidade São Pio X (FSSPX), estabelecido nos Estados Unidos em 1973, para a formação de padres Católicos Romanos de acordo com o ensinamento tradicional da Igreja. O Seminário Santo Tomás de Aquino extrai das maiores riquezas dos 2.000 anos de história da Igreja a formação de seus sacerdotes. A formação que os seminaristas recebem é tradicional em todos os aspectos: doutrina, liturgia, retiros, rotinas diárias, etc. O núcleo do estudo dos seminaristas é a filosofia e a teologia de São Tomás de Aquino, enquanto que a proficiência moderada em latim é exigida antes da ordenação. Um dia típico na vida do seminarista contém três horas de oração, três horas de aula, quatro horas de estudo e uma hora e meia de recreação. Espera-se que os seminaristas alcancem a santidade exigida de um sacerdote, através dos meios oferecidos no Seminário: Missa diária, meditação, o Rosário e as horas do Ofício Divino, bem como as bênçãos, retiros Inacianos, orações de recolhimento mensais e confissões semanais e direção espiritual.

FOTOS DAS ORDENAÇÕES DIACONAIS E SACERDOTAIS EM ECÔNE – 2018

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

No dia 29 de junho de 2018, sob um sol radiante, a cerimônia de ordenações sacerdotais em Ecône (Suíça) começou às 9 horas. D. Bernard Fellay, Superior Geral da Fraternidade Sacerdotal São Pio X, celebrou a Missa Pontifical dos Santos Apóstolos Pedro e Paulo. 

FOTOS DA PROCISSÃO DE ENTRADA

Este slideshow necessita de JavaScript.

Na longa fila de sacerdotes, religiosos, irmãos e seminaristas e seguiram os futuros 5 diáconos, todos para a FSSPX e os futuros 5 padres, sendo 3 para a SSPX, 1 para os Beneditinos de Bellaigue e 1 – Pe. Alban Marie – para a Fraternidade da Transfiguração.

FOTOS DA IMPOSIÇÃO DAS MÃOS

Este slideshow necessita de JavaScript.

A cerimônia de ordenação sacerdotal demonstrou todo o esplendor da liturgia tradicional, em Ecône, em 29 de Junho de 2018. Foram 121 sacerdotes, que vieram de todos os países onde está localizada a FSSPX , que impuseram as mãos sobre os futuros sacerdotes .

Eles próprios, após a Missa, impuseram as mãos em seus parentes e amigos, dando-lhes suas primeiras bênçãos.

OS CINCO NOVOS DIÁCONOS

D. Bernard Fellay, Superior Geral da Fraternidade Sacerdotal São Pio X, realiza a cerimônia de elevação ao diaconato de 5 seminaristas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Os 5 jovens levitas que foram elevados hoje para o diaconato receberam o subdiaconato das mãos de D. Bernard Tissier de Mallerais, em 17 de março.

Rezemos pela perseverança destes novos diáconos da Igreja que estão agora no último passo em direção ao sacerdócio e que as vocações sacerdotais e religiosas sejam abundantes nas famílias.

SACERDOTES PARA A ETERNIDADE

Este slideshow necessita de JavaScript.

D. Fellay, em seu sermão, disse aos 5 jovens candidatos ao sacerdócio que ele iria ordenar em alguns instantes:

Se soubéssemos o que é ser padre”, disse o Santo Cura, “morreríamos de amor porque ele é muito grande”. Sacerdos in eternum, padre para a eternidade, para sempre. É um título que a Igreja lhes concede. Este caráter, que vai tocar profundamente vossas almas, jamais poderá perdê-lo – nem na terra nem no céu. Isso que vos fazem sacerdotes não serão capaz de perdê-lo. Realmente, vos lançará em uma dimensão diferente da pura dimensão humana. Estabelece-vos na eternidade “.

PRIMEIRA MISSA COM O BISPO

Este slideshow necessita de JavaScript.

PRIMEIRAS BÊNÇÃOS DOS JOVENS PADRES

Este slideshow necessita de JavaScript.

É um momento sempre muito comovente, especialmente para os pais e mães dos jovens sacerdotes, que são aqueles que recebem a primeira bênção das mãos de seu filho que se tornou um alter Christus .

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

ORDENAÇÕES SACERDOTAIS EM ZAITZKOFEN (AO VIVO) – 30/06/18

No dia 30 de junho de 2018, Mons. Alfonso de Galarreta ordenará sacerdote a 6 diáconos.

Pela primeira vez, os senhores poderão assistir as ordenações sacerdotais de Zaitzkofen, ao vivo, pela Internet. A cerimônia começará às 9 da manhã (04:00h – horário de Brasília).

Para assistir a transmissão ao vivo, você pode acessar o site do Seminário no dia das ordenações, clicando no canal no YouTube PIUSFILM .

SETE NOVOS PADRES ORDENADOS NOS ESTADOS UNIDOS – 2018

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fontes: SSPX USA / St. Thomas Aquinas Seminary – Tradução: Dominus Est

Nos últimos 7 anos (2011-2018), os candidatos ao sacerdócio do Seminário São Tomás de Aquino prepararam-se meticulosamente para a sua ordenação sacerdotal através do estudo, da oração e da disciplina de uma rigorosa formação no seminário. Esses 7 diáconos foram ordenados ao Sacerdócio Eterno na sexta-feira, 22 de junho de 2018, por D. Bernard Tissier de Mallerais, no Seminário em Dillwyn, Virgínia (EUA).

Aos olhos de centenas de fiéis, D. Tissier chamava cada diácono pelo nome, marcando o sagrado momento em que a Igreja reconhece oficialmente a vocação sacerdotal de cada candidato. Cada um deles respondeu então ao chamado do bispo cumprindo assim a intenção sacerdotal dos últimos sete anos. Os candidatos então, deitados prostrados no chão, invocaram os Santos do céu para ajudá-los naquele mais solene momento.

Após esta invocação, o Bispo então soltou suas casulas para mostrar que a Igreja permite visivelmente que Seus novos sacerdotes absolvam os pecados através do sacramento da Confissão. O bispo finalmente colocou suas mãos sobre a cabeça de cada ordenando, em sinal de aprovação do candidato, assim como todos os sacerdotes presentes, com a mesma aprovação.

Cada um recebeu o óleo sagrado em suas mãos no ato de consagrar-se inteiramente à sua nova missão apostólica de salvar almas para Cristo, como um “Alter Christus”. Os sacerdotes recém-ordenados ofereceram sua primeira missa de forma uníssona com o Bispo e com a ajuda de um padre assistente.

Seis novos padres dos Estados Unidos e um da Irlanda foram ordenados: Pe. Thomas Buschmann, Pe. Samuel Fabula, Pe. John Graziano, Pe. Michael Sheahan, Pe. Thomas Tamm, Pe. Nicolas McManus e Pe. Thomas O’Hart.

Após este evento, D. Bernard Fellay ordenará três padres na sexta-feira, 29 de junho, em Econe, na Suíça. No dia seguinte (30), D. Alfonso de Galarreta conferirá o Santo Sacerdócio a mais 6 candidatos em Zaitzkofen, Alemanha – totalizando 16 novos sacerdotes para a Fraternidade Sacerdotal São Pio X. Essas ordenações marcam o contínuo crescimento da FSSPX para a preservação do Sacerdócio Católico e atraindo a graça de Deus para as almas através dos Sacramentos e da Missa.

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

AJUDE-NOS!!!

CAPELA

Prezados amigos, prezados leitores e benfeitores, louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo.

Vocês que acessam e gostam de nosso blog, vocês que acompanham as ações da FSSPX pelo mundo, vocês que lutam pelo Reinado Social de Nosso Senhor, vocês que sabem que a Tradição é a única solução para a restauração a Igreja… AJUDE-NOS! 

Estamos, mais uma vez, pedindo vossa ajuda nessa campanha em prol da compra de um terreno e futura construção de mais uma Capela para a Tradição e para a Santa Igreja. Sabemos que o caminho é longo e árduo, por isso, toda ajuda é importante.

CLIQUE AQUI PARA ALGUMAS PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O PROJETO

OU

CLIQUE AQUI E LEIA O TEXTO COMPLETO DA CAMPANHA!

Faça um gesto nobre de caridade, por amor à Santa Igreja!!

Ad Majorem Dei Gloriam

Aproveitamos para agradecer a todos que nos ajudam ou ajudaram em algum momento nessa campanha, mesmo de forma anônima. Contem com nossas orações.

Que Nossa Senhora os conduza ao caminho da santidade.

SOLENIDADE DE CORPUS CHRISTI

Clique aqui e ouça o belíssimo ofício Adoro Te Devote, composto por Santo Tomás de Aquino a pedido do Papa Urbano IV, no século XIII, por ocasião da promulgação da Festa de Corpus Christi através da Bula “Transiturus”.

Imagem relacionada

Ó sagrado convite em que se recebe a Cristo:
renova-se a memória de sua Paixão;
a alma se plenifica de graça,
e nos é dado um penhor da glória futura.

Fonte: Hojitas de Fe, 200, Seminário Nossa Senhora Corredentora, FSSPX
Tradução:
Dominus Est

Nas Vésperas da festa de Corpus Christi cantamos esta linda antífona, escrita (como todo o Ofício do Santíssimo Sacramento) por Santo Tomás de Aquino, e carregada de significado teológico.

Com efeito, Santo Tomás nos ensina na Suma Teológica (III, 60, 3) que todo sacramento, especialmente o da Eucaristia, é um sinal sensível que significa a nossa santificação, na qual podemos considerar três coisas: 1º a própria causa da santificação, que é a Paixão de Cristo; 2º sua essência mesma, que é a graça; 3º seu fim último, que é a vida eterna.

E assim, a Sagrada Eucaristia é um sinal rememorativo da Paixão de Cristo; um sinal demonstrativo do que se realiza em nossas almas pela Paixão de Cristo, a saber, a graça; e um sinal prenunciativo da glória futura. Consideremos, pois, cada um desses três pontos.

1º A Sagrada Eucaristia – sinal rememorativo da Paixão de Cristo

Esta é uma das verdades fundamentais que se nos quer fazer esquecer hoje, quando nos apresentam a Sagrada Eucaristia somente sob o aspecto da comunhão ou de ceia. No entanto, a Sagrada Eucaristia deve ser apreciada e considerada também sob outro aspecto, mais importante, que é o de sacrifício. A Sagrada Eucaristia não é tão somente uma comunhão com o Corpo e Sangue de Cristo; é, antes de tudo, a renovação incruenta do Sacrifício do Calvário. Ambos os aspectos são inseparáveis. Sem Sacrifício não haveria Sacramento: uma vez que Cristo faz-se presente sob as espécies de pão e vinho para ser imolado. Da mesma forma, sem Sacramento não há Sacrifício: porque, para que haja sacrifício, é necessária a presença da Vítima e porque a integridade do Sacrifício exige a comunhão com a Vítima sob o aspecto de Sacramento. Continuar lendo

13 DE MAIO – FESTA DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA

QUEM SE LEMBRA DE FÁTIMA?

O esquecimento sobre as aparições

No dia 13 de maio de 1995 ocorreu o 78o. aniversário da primeira aparição da Santíssima Virgem Maria em Fátima, Portugal, em 1917. Esse grande evento, manifestação realmente excepcional da Misericórdia divina, é agora deixado no mais profundo esquecimento e isso, precisamente, por culpa da hierarquia católica. Sobre o único sobrevivente dos três pequenos videntes1, Irmã Maria Lúcia do Coração Imaculado, mais conhecida sob o nome de irmã Lúcia (Lúcia dos Santos), paira o silêncio há vários anos. Enclausurada no Carmelo de Coimbra desde março de 1948, ela recebia periodicamente visitas autorizadas  das mais diversas personalidades eclesiásticas, de cardeais a simples pesquisadores sobre as aparições, assim como uma importante correspondência vinda de todos os cantos do mundo. Mas já a partir de 1954 (durante os três últimos anos do reinado de Pio XII) as visitas começaram a ser reduzidas pelas autoridades competentes, para terminar por serem completamente suprimidas a partir de 1960. Nesse ano estava prevista a leitura pública, pelo papa, do famoso “terceiro segredo” de Fátima, leitura que — como se sabe — não foi feita2. Ao contrário, a partir desse ano, Irmã Lúcia não pôde mais falar com ninguém sobre as aparições, nem mesmo por carta. Com exceção dos cardeais, aos quais não se aplicam as proibições da clausura, dos parentes mais próximos e benfeitores conhecidos das autoridades, ninguém pode se aproximar do parlatório do convento. As permissões de visita são dadas pelo prefeito da Congregação pela Doutrina da Fé, mas este (o Cardeal Ratzinger) há muitos anos não concede nenhuma.

Assim, foi imposto à Irmã Lúcia uma clausura dentro da clausura. É um fato surpreendente que, por si só, já dá uma idéia do ambiente no Vaticano. Aquela que, nesse século, pode testemunhar ter visto e ouvido a Santíssima Virgem Maria (e Nosso Senhor) é mantida num isolamento total, muito além das regras mais rígidas da clausura. Que o Vaticano tenha adotado a orientação de apagar e de fazer esquecer Fátima, resulta também do fato de que a obra científica fundamental e oficial sobre as aparições — os quatorze volumes do padre Alonso, nos quais esse pesquisador de valor recolheu, classificou e comentou 5396 documentos — essa obra esteja pronta desde 1976, mas sua publicação ainda não tenha sido autorizada pelas autoridades competentes3. Na realidade, a hierarquia parece não ter compreendido a importância da “mensagem de Fátima”. Senão os Papas teriam se empenhado com outro ardor em satisfazer os pedidos. Começando pelos atos de culto ordinário e extraordinário, pedidos repetidas vezes por Nossa Senhora e por Jesus em pessoa, nas visões e nas mensagens com as quais a Irmã Lúcia foi gratificada de 1917 à 1952 (pelo que sabemos). Nos referimos ao pedido de instituir a Comunhão reparadora dos cinco primeiros sábados do mês em honra do Imaculado Coração de Maria e de Lhe consagrar publicamente, explicitamente e solenemente a Rússia, em união manifesta de todos os bispos.

Pio XI e Pio XII não fizeram a verdadeira consagração da Rússia

Nenhum dos dois pedidos foram ouvidos. O primeiro não foi nem mesmo tomado em consideração. Para o segundo, houve consagrações, mas nenhuma válida, porque não estavam conformes às modalidades expressamente pedidas pelo Céu. Os dois pedidos estão, aliás, ligados, porque no segredo comunicado no dia 13 de julho de 1917, a Santíssima Virgem disse: “Para impedir isso [a guerra mundial que acabava de ser profetizada em punição pela infidelidade e malícia humanas] virei pedir a consagração da Rússia ao meu Imaculado Coração e a comunhão reparadora dos primeiros sábados [do mês]. Se atenderem a meus pedidos, a Rússia se converterá é terão paz. Se não, ela espalhará seus erros pelo mundo, promovendo guerras e perseguições à Igreja. Os bons serão martirizados, o Santo Padre terá muito que sofrer, várias nações serão aniquiladas. Por fim, meu Coração Imaculado triunfará. O Santo Padre consagrar-me-á a Rússia que se converterá e será concedido ao mundo algum tempo de paz“. Continuar lendo

COLABORE CONOSCO

CAPELA

Prezados amigos, prezados leitores e benfeitores, louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo.

Vocês que acessam e gostam de nosso blogvocês que acompanham as ações da FSSPX pelo mundovocês que lutam pelo Reinado Social de Nosso Senhor, vocês que sabem que a Tradição é a única solução para a restauração a Igreja… AJUDE-NOS! 

Estamos, mais uma vez, pedindo vossa ajuda nessa campanha em prol da compra de um terreno e futura construção de mais uma Capela para a Tradição e para a Santa Igreja. Sabemos que o caminho é longo e árduo, por isso, toda ajuda é importante.

CLIQUE AQUI PARA ALGUMAS PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O PROJETO

OU

CLIQUE AQUI E LEIA O TEXTO COMPLETO DA CAMPANHA!

Faça um gesto nobre de caridade, por amor à Santa Igreja!!

Ad Majorem Dei Gloriam

Aproveitamos para agradecer a todos que nos ajudam ou ajudaram em algum momento nessa campanha, mesmo de forma anônima. Contem com nossas orações.

E para quem não pode colaborar financeiramente, pedimos encarecidamente que reze por nosso pequeno apostolado, pela intercessão de São José e Nossa Senhora.

Que Nossa Senhora guie a todos nessa caminhada rumo ao céu.

UCRÂNIA: ORDENAÇÕES PARA A FRATERNIDADE SÃO JOSAFÁ

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: DICI – Tradução: Dominus Est

No dia 1º de Maio de 2018, D. Bernard Fellay, Superior Geral da Fraternidade São Pio X, ordenou 2 diáconos e 1 sacerdote da Fraternidade São Josafá, uma comunidade que preserva a tradição católica na Ucrânia.

Vinte e três padres impuseram as mãos durante a cerimônia, que ocorreu na igreja dos Santos Pedro e Paulo de Lviv, na presença de 400 fiéis. O Padre Lukas Weber, Superior do apostolado da Fraternidade São Pio X na Europa Oriental, acompanhou D. Fellay.

Nesse início do mês de maio, consagrado à Virgem Maria, a missa foi seguida de uma grande procissão com o Santíssimo Sacramento, seguindo um costume local muito popular.

Este slideshow necessita de JavaScript.

ALCANCE JURÍDICO DA BULA “QUO PRIMUM”

Resultado de imagem para PIO VI – NOTAS PRELIMINARES

1 – Se a Bula promulga uma verdadeira lei, esta será uma lei humana, cujo valor provem, não da natureza das coisas nem da vontade revelada de Deus, mas certamente de uma refletida escolha do legislador humano.

2 – Este deverá, então, manifestar da maneira mais clara e completa que lhe for possível, a natureza e a extensão de sua vontade:

1º) Dizer que promulga uma verdadeira lei, criando uma obrigação jurídica. Não se trata, pois, de um simples desejo ou recomendação, nem de uma “diretiva”, ou mesmo talvez, de uma vontade formal, mas vontade que não se declarasse como impondo uma ordem que obriga seus súditos.

2º) Em seguida, delimitar o campo de aplicação de sua lei quanto ao tempo, lugares e pessoas.

3º) Precisar, se for o caso, as modalidades da decisão legislativa: o que ela manda, o que permite e, talvez certos privilégios que concede ao lado da lei comum.

4º) No caso em que a prescrição não legisla sobre matéria inteiramente nova, precisar a relação da presente lei à lei ou aos costumes precedentes:

a) simples derrogação parcial;

b) simples abrogação.

5º) Como a lei habitual, não escrita, é munida de uma força que lhe é própria, decidir expressamente o que a nova lei dela conserva ou suprime.

3 – Para a expressão formal, oficial, destas diversas vontades, há certas “regras de direito”, um vocabulário próprio, um “própria verborum significatio” que os juristas conhecem bem. A Igreja jamais as desprezou, pois são a garantia única, ao mesmo tempo contra o despotismo arbitrário e contra a anarquia.

Estava reservada à “Igreja pósconciliar” desprezar estas regras, o que ela chama de “juridismo”, isto é, em todas as matérias (dogmática, ética, disciplinar) desprezar a expressão clara, honesta, leal do pensamento e das coisas. Continuar lendo