AS ORDENS SAGRADAS

ordensHá uma gradação nas ordens sagradas e cada um de seus elementos – o episcopado, o presbiterado, o diaconato, o subdiaconato e as ordens menores – formam realmente uma autêntica hierarquia.

A ascensão gradual ao sacerdócio por meio das ordens menores e maiores é um costume antiquíssimo. Além do diaconato, cuja instituição é relatada no livro dos Atos dos Apóstolos, São Roberto Belarmino, em suas controvérsias com os protestantes, ensina que a instituição das outras ordens tem origem na tradição apostólica.                                

A palavra ordem significa hierarquia, tanto nas coisas como nas pessoas. A Igreja é uma ordem, porque é essencialmente desigual em seus membros, já que abarca a clérigos e leigos. Essa hierarquia no interior da Igreja é um ponto essencial que já não aparece na definição da Igreja do novo Código de Direito Canônico.

Em que consiste particularmente? Em graus de participação no sacerdócio de Nosso Senhor Jesus Cristo. Em cada ordenação, os seminaristas recebem uma maior ou menor participação do sacramento da Ordem.

Cada ordenação sinala uma etapa do seminário. Meditando os textos da ordenação durante o retiro preparatório e com as orações que dirigem cada dia a Deus, os seminaristas entendem cada vez melhor a grandeza deste sacramento. Continuar lendo

A VOCAÇÃO SACERDOTAL

elevacao

Para ensinar, governar e santificar os membros de Sua Igreja, Nosso Senhor não cessa de convocar jovens rapazes a se juntar às fileiras do sacerdócio. Esse chamado de Cristo, Que disse: “Não fostes vós que me escolhestes, mas eu vos escolhi” (S. João; 15, 16), recebeu o nome de ‘vocação’, do verbo latino “vocare“, chamar. E, de fato, nenhum homem deve ousar apresentar-se para esse ofício sagrado a não ser que Deus o tenha chamado… a não ser que ele “tenha uma vocação”.

“Ninguém se apropria desta honra (do sacerdócio),” diz São Paulo, “senão somente aquele que é chamado por Deus, como Aarão”. (Hebreus 5: 4)

Infelizmente, certas tendências teológicas errôneas, como o quietismo, levaram no último século a distorções enganosas da noção de vocação para o sacerdócio. Alguns autores bem-intencionados, mas equivocados, erigiram certos elementos meramente acidentais, raramente encontrados, como critério principal para o discernimento das vocações, sendo que o resultado de suas conclusões e da atitude prática resultante, sem dúvida, desencorajaram muitos jovens rapazes aptos a iniciar ou prosseguir seus estudos eclesiásticos.

esporte

Seminaristas de La Reja (Argentina) jogando Vôlei

Para evitar esses equívocos e as suas consequências lamentáveis, vamos examinar a verdadeira noção da vocação ao sacerdócio.

O Concílio de Trento declara: “Vocari a Deo dicuntur qui a legitimis Ecdesiae ministris vocantur“. “Diz-se que os homens chamados por Deus são aqueles chamados pelos ministros legítimos da Igreja.” Continuar lendo

ORDENS MENORES E TOMADA DE BATINA NO SEMINÁRIO SAGRADO CORAÇÃO – FSSPX/ALEMANHA – 2017

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

D. Alfonso de Galarretabispo auxiliar da Fraternidade Sacerdotal São Pio X, concedeu a batina a 7 seminaristas do primeiro ano, procedeu com a tonsura e conferiu as primeiras ordens menores à outros 6, nos dias 1 e 2 de Fevereiro de 2017, no Seminário Sagrado Coração de Jesus, em Zaitzkofen, na Alemanha.

Em sinal de renúncia à vida mundana, o pontífice cortou algumas mechas de cabelo. Nas ordens antigas a tonsura é mais visível, como ainda é usada, por exemplo, pelos capuchinhos e beneditinos que, após a cerimônia de tonsura, não usam mais que uma coroa de cabelos.

A origem dos 13 seminaristas mostra bem o caráter internacional do seminário de Zaitzkofen:

  • Para 7 tomadas de batina: 3 alemães, 1 suíço, 1 polonês, 1 belga e 1 húngaro
  • Para as primeiras 6 ordenações das ordens menores: 1 alemão, 1 austríaco, 1 suíço, 2 tchecos e 1 lituano

Deo Gratias!

MAIS 14 SEMINARISTAS RECEBEM A BATINA NO SEMINÁRIO SAINT-CURÉ-D’ARS – FSSPX/FRANÇA – 2017

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

No dia 2 de fevereiro, no seminário Santo Cura d’Ars, Mons. Bernard Fellay, Superior Geral da Fraternidade Sacerdotal São Pio X , entregou o hábito clerical aos 14 seminaristas do primeiro ano: 12 franceses, 1 britânico e 1 suíço .

Ele foi assistido pelo Pe. Patrick Troadec , diretor do Seminário São Cura d’Ars (como padre assistente), e os padres: Christian Bouchacourt (como primeiro diácono) e Vincent Bétin, (como segundo diácono), Pe. Bernard Lacoste, (como diácono), Louis Fontaine, (como sub-diácono) e Frédéric Weil (como subdiácono portador da cruz).

Em seu sermão, ele lembrou o que representa a vestimenta eclesiástica: a renuncia ao mundo e seu individualismo, destruidor da autoridade e da obediência.

Muitos sacerdotes que estão em atividade nas escolas secundárias do Distrito da França, se juntaram às famílias para ficarem em torno dos seminaristas, 13 deles tendo passado pelas escolas da tradição.

Se o coro dos seminaristas de Ecône garantiu o canto das peças do Próprio gregoriano, o coro da escola Saint-Joseph des Carmes, dirigiu a função das peças para o Pe. Eric Peron , o Irmão Jean-Francois e Mons. Patrick Thomas, reforçando a solenidade da cerimônia pela Missa de São João de Deus de Haydn, e os motets de Mondonville.

TOMADA DE BATINA E TONSURA NO SEMINÁRIO SÃO TOMÁS DE AQUINO – FSSPX/EUA – 2017

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

Esta foi a primeira vez que os fiéis americanos tiveram a alegria de assistir às cerimônias de tomadas de batina e tonsura no novo seminário dos Estados Unidos, por Sua Excelência Mons.  Bernard Tissier de Mallerais, bispo auxiliar da Fraternidade Sacerdotal de São Pio X .

São 17 seminaristas do primeiro ano (14 americanos, 1 dominicano, 1 mexicano e 1 canadense) que receberam a batina e 7 a tonsura das mãos do pontífice.

Mons. Marcel Lefebvre, fundador da FSSPX, sempre defendeu o uso da batina como um sinal de sacrifício: um sermão vivo, pregando Nosso Senhor Jesus Cristo no mundo. Este também foi o sentido da homilia de Mons. Tissier de Mallerais, que pregou sobre o profundo significado desta tomada de batina, que separa estes jovens seminaristas do resto do “mundo”.

A Batina, traje sóbrio e austero simboliza o desprendimento dos seminaristas do mundo em tudo o que pode ser frívolo, leviano e superficial. Ela indica também, um outro aspecto positivo, a estreita relação que agora os une a Nosso Senhor Jesus Cristo.

No mesmo dia, no seminário de São Cura d’Ars, em Flavigny (França), Mons. Bernard Fellay  entregou a batina para 14 seminaristas do primeiro ano: 12 franceses, 1 britânico e 1 suíço.

Finalmente, no seminário  Sagrado Coração de Jesus, em Zaitzkofen (Alemanha), Dom Alfonso de Galarreta entregou o hábito clerical a 7 seminaristas. Isso faz que tenhamos no total: 38 tomadas de batina para a FSSPX, em 02 de fevereiro de 2017.

Deo Gratias!

SANTIDADE EXIGIDA NO PADRE EM RAZÃO DA SUA DIGNIDADE

Resultado de imagem para sacerdoteÉ grande a dignidade dos padres; mas não são menores as obrigações que lhe andam inerentes. Erguem-se os padres a uma grande altura; mas é necessário que sejam elevados e sustentados nela por uma grande virtude. No caso contrário, em vez de recompensa, um rigoroso castigo lhes está reservado; tal é o pensamento de S. Lourenço Justiniano. S. Pedro Crisólogo diz por sua vez: “O Sacerdócio é uma grande honra; mas é também um fardo pesado, e traz consigo uma grande conta a prestar”. — E S. Jerônimo: “Não é pela sua dignidade que o padre se salva, mas pela obras concordes com a sua dignidade”. Todo o cristão deve ser perfeito, deve ser santo, por isso que todo o cristão faz profissão de servir um Deus santo. Segundo S. Leão, uma pessoa torna-se cristã despojando-se da semelhança do homem terreno, e revestindo- se da forma de homem celeste. Era a razão por que Jesus Cristo dizia: Vós pois sêde perfeitos, como vosso Pai celeste é perfeito. 

Mas a santidade do padre deve ser diferente da dos seculares, segundo a observação de Sto. Ambrósio. Ajunta o santo Doutor que assim como a graça dispensada aos padres é superior, assim a vida do padre deve exceder em santidade à dos seculares. E, segundo Isodoro de Pelusa, entre a santidade do padre e a de todo o bom leigo, deve haver tanta distância como do céu à terra. Santo Tomás ensina que cada um é obrigado a cumprir os deveres do estado que escolheu. Por outro lado, assegura Sto. Agostinho que o clérigo, no mesmo instante em que recebe a clericatura, se impõe a obrigação de ser santo. E Cassiodoro escreve: O eclesiástico é obrigado a uma vida celeste. O padre é obrigado a maior perfeição que todos os outros, como diz Tomás de Kempis, porque o seu estado é o mais sublime de todos os estados. Salviano ajunta que Deus ordena a perfeição aos clérigos no mesmo lugar, em que a aconselha aos seculares.  Continuar lendo

PRIMEIRA MISSA DO REVMO. PE. FLÁVIO DE MORAIS

O Revmo. Pe. Flavio de Morais celebrou sua primeira Missa solene, no domingo – 18 de dezembro (IV domingo do Advento), assistido pelo seu Pai espiritual Dom Lourenço, monge beneditino, que lhe dirigiu profundas e comoventes palavras durante o sermão para prepara-lo para sua nova e sublime missão, e acompanhado também por seus colegas de seminário que lhe assistiam como ministros, o novo padre ofereceu com grande devoção a Hóstia imaculada e o Cálice da eterna salvação, para a maior glória de Deus e a santificação das almas. 

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes

Este slideshow necessita de JavaScript.

Sobre a ordenação do Revmo. Pe. Flavio de Morais e a elevação ao Diaconato de outros 5 seminaristas (entre eles 3 brasileiros), clique aqui.

MAIS UM BRASILEIRO ORDENADO NO SEMINÁRIO DA FSSPX EM LA REJA

ordNo último sábado, 17 de dezembro, sábado das Têmporas do Advento, Mons. Fellay ordenou como sacerdote do Altíssimo, no Seminário Nuestra Señora Corredentora, em La Reja (Arg), o brasileiro Flavio de Morais.

Além da ordenação do agora Revmo. Pe. Flavio de Morais, outros 5 seminaristas receberam o Diaconato (3 brasileiros, 1 Mexicano e 1 Argentino).

Rezemos pela perseverança do neo-sacerdote, bem como de todos os outros seminaristas, entre os quais se encontram 6 brasileiros.

Este slideshow necessita de JavaScript.

“Senhor, dai-nos sacerdotes”

“Senhor, dai-nos santos sacerdotes”

“Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes”

“Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas”

“São Pio X, rogai por nós”

MÁXIMAS ESPIRITUAIS PARA UM PADRE

sacerAntes perder tudo, que perder a Deus.

Antes desagradar a todo o mundo, que desagradar a Deus.

Só é para temer o pecado, que nos deve causar horror.

Antes morrer do que cometer com advertência um só pecado, mesmo venial.

Tudo acaba; o mundo é uma cena, que passa depressa.

Cada momento vale um tesouro para a eternidade.

O que apraz a Deus é bom.

Fazei o que quereríeis ter feito à hora da morte.

Vivei como se no mundo só houvesse Deus e vós.

Só Deus contenta o homem. Continuar lendo

FOTOS E VÍDEO DA BENÇÃO DO NOVO SEMINÁRIO DA FSSPX NOS ESTADOS UNIDOS

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: SSPX USA – Tradução: Dominus Est

Mais de mil fiéis reuniram-se na nova casa do Seminário Santo Tomás de Aquino nesta sexta-feira, 4 de novembro, para celebrar a bênção da nova casa para formação de padres. Conforme se convém, esse jubiloso dia para a Tradição na América começou com o Santo Sacrifício da Missa celebrado pelo Superior Geral da Fraternidade, o Bispo Bernard Fellay, que também contava com a presença de vários superiores distritais.

No sermão, D. Fellay explicou como uma construção tão nobre e grandiosa pode ajudar na formação dos futuros padres. Quando reflete os atributos do Deus eterno e majestoso, a arquitetura leva a um silêncio interior e lembra às almas que a vocação delas não é uma vocação comum!

Após a refeição, o Padre Yves le Roux, Diretor do seminário, agradeceu àqueles que tornaram tal obra possível: os benfeitores, os operários, os voluntários e todos aqueles que rezaram e sacrificaram algo para que essa obra fosse possível.

Entretanto, nem todas as notícias vindas neste fim de semana da Virgínia nos alegram, pois o Superior Geral, D. Fellay, fraturou gravemente seu pé. Pedimos as orações dos fiéis para que ele se recupere bem e se recupere completamente.

Mais do que qualquer coisa, o novo seminário fica como um tributo ao fundador da Fraternidade. Sem a perspicácia que o Arcebispo Lefebvre teve na defesa do sacerdócio católico, nada disso teria sido possível. Continuemos a rezar para que a Fraternidade possa formar padres de Deus e que Nossa Senhora proteja todos eles neste mundo caótico!

6 BRASILEIROS ENTRE AS CONFERÊNCIAS DE TONSURA, ORDENS MENORES E SUBDIACONATO NO SEMINÁRIO DE LA REJA (FSSPX)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: Seminario Nuestra Señora Corredentora – Tradução: Dominus Est

No sábado, 8 de outubro, Mons. de Galarreta conferiu a tonsura, ordens menores e subdiaconato no Seminário de Nossa Senhora Corredentora.

Depois de um belo sermão sobre a importância da devoção a do Imaculado Coração de Maria, como fortaleza e remédio contra a atual crise na Igreja, começou a cerimônia de Tonsura , no qual 8 seminaristas do 2º ano (4 Argentinos, 2 Chilenos, 1 Guatemalteco e 1 Brasileiro) renunciaram ao mundo para consagrar-se totalmente a Deus repetindo com Bispo “o Senhor é parte da minha herança …”, parte que já não lhes será retirada se se mantiverem fiéis ao seu Senhor.

A missa continuou e após o Kyrie chegou o momento de fazer a admonição geral, seguida pela administração de cada uma das ordens. Para as duas primeiras ordens menores (Hostiário e Leitor), o seminarista chamado respondeu com segurança “Adsum” ao ouvir seu nome: “Gaston Driollet da Argentina”, e recebeu então do Bispo o poder de guardar as portas da igreja e tudo o que nela contém, e, em seguida, a de ser fiel relator da palavra divina.

Ao se retirar o recém-ordenado, subiram ao altar os seminaristas do 4º ano: 4 da Argentina, 2 do Brasil e 1 do México, que receberam as ordens de Exorcista e Acólito , completando assim as quatro ordens menores, prontos para combaterem e oporem-se corajosamente a todas as ciladas do demônio e para servir mais de perto o altar apresentando água e vinho, juntamente com os sacrifícios e orações de cada dia.

Finalmente a ordenação ao Subdiaconato começou com uma breve, mas importante admonição sobre o compromisso definitivo, “filhos amados … se os agrada perseverar neste santo propósito aproximem-se daqui em nome de Deus.” O 5 admoestados (3 brasileiros, 1 argentino e 1 mexicano), com grande firmeza e confiados na graça de Deus, deram O PASSO definitivo, e, em seguida, prostrando-se ao pé do altar invocaram a intercessão de todos os Santos, cantando suas ladainhas. O Bispo, então, lhes recordou mais uma vez as obrigações a que se submetiam e a perfeição que lhes exigia seus novos estados de vida e, em seguida, procedeu-se à ordenação, tocando um cálice e uma patena, instrumentos de seu novo ministério e recebendo as vestimentas próprias do subdiácono junto com o Epistolário.

A ordenação terminou com a leitura da Epístola pelo Subdiácono decano e depois continuou com a Missa em ação de graças por tantas bênçãos recebidas. Ao final, após o canto do Magnificat, todos os seminaristas saíram em procissão solene com o Canto a Saão Pio X: “Sante Pie Decime, Gloriose patrone, Ora, ora pro nobis”

FECHA-SE O ANO PARA ENTRADA DE SEMINARISTAS NA FSSPX

seminaristes_flavigny_2016

Os novos seminaristas em Flavigny (França)

Fonte: DICI – Tradução: Dominus Est

No início do mês de outubro, os seminários da Fraternidade São Pio X localizados no hemisfério norte acolheram os novos aspirantes ao sacerdócio. Ao longo de um curso de seis anos de estudo de filosofia, história, direito canônico e teologia, e também de oração e de intensa vida litúrgica, eles serão um dia ordenados sacerdotes para a eternidade – se Deus quiser.

Dessa forma, são:

  • 23 que entraram no seminário São Tomás de Aquino (Winona) nos EUA: 19 americanos, 2 canadenses, 1 mexicano e 1 porto-riquenho;
  • 14 no Seminário São Cura d’Ars (Flavigny) na França: 12 franceses, 1 inglês e 1 suíço;
  • 9 no Seminário do Sagrado Coração (Zaitzkofen) na Alemanha: 4 alemães, 1 belga, 1 húngaro, 1 polonês, 1 russo e 1 suíço.

Desde o início do ano, incluindo os jovens que entraram nos dois seminários do Hemisfério Sul (Argentina e Austrália), são no total, 57 candidatos ao sacerdócio que bateram à porta dos seminários da Fraternidade Sacerdotal São Pio X.

**********************************

Rezemos por esses postulantes para que se mantenham firmes na fé e em suas vocações.

“Senhor, dai-nos sacerdotes.”

“Senhor, dai-nos santos sacerdotes.”

“Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes.”

“Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas.”

“Maria, Mãe do Sacerdócio, rogai por nós.”

“São José, Padroeiro das vocações, rogai por nós.”

“São Pio X, rogai por nós.”

EVENTOS REALIZADOS EM SETEMBRO NO SEMINÁRIO DA FSSPX NA ARGENTINA

TOMADA DE BATINA

Este slideshow necessita de JavaScript.

No domingo, 11 de setembro, os seminaristas do primeiro ano receberam a batina durante a Missa solene celebrada pelo Padre Diretor Dom Davide Pagliarani, que estava acompanhado no altar como diácono e subdiácono os Revmos. Pe. Joaquin Cortes (Prior do priorado de Mendoza) e Santiago Villanueva (professor da Escola do Menino Jesus, e irmão de um dos seminaristas que receberam o santo hábito).

Dos 4 seminaristas, 2 deles são argentinos, 1 mexicano e 1 paraguaio.

****************************************

PROFISSÃO PERPÉTUA

Este slideshow necessita de JavaScript.

No domingo, 18 de setembro, durante a Missa solene celebrada pelo Padre Trejo, fizeram suas profissões religiosas perpétuas os Irmãos Juan de Dios (do seminário) e Angel de Jesus e Maria (do Distrito), perante uma grande quantidade de fiéis que foram acompanhar estes queridos religiosos em um dia tão importante.

Após a cerimônia todos participaram de uma confraternização em um ambiente muito familiar.

****************************************

PRIMEIROS COMPROMISSOS E RENOVAÇÃO DE VOTOS

Este slideshow necessita de JavaScript.

Na quinta-feira, 29 de setembro, durante a Missa solene celebrada pelo Revmo. Pe. Jesus Mestre, professor de seminário, 8 seminaristas do segundo ano fizeram seus primeiros compromissos, passando a formar parte dos membros da Fraternidade: 4 deles argentinos, 2 chilenos, 1 guatemalteco e 1 brasileiro. Depois Ir. Antonio renovou pela segunda vez sua profissão religiosa, consagrando-se inteiramente a Deus pelos votos de pobreza, obediência e castidade

As ordenações (menores e maiores) no Seminário Nossa Senhora Co-Redentora, em La Reja, na Argentina, ocorrerão em dezembro.

DOM FELLAY CONFERE A TONSURA E ORDENS MENORES NO SEMINÁRIO DA SANTA CRUZ DE GOULBURN, NA AUSTRÁLIA

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

Em um belo e ensolarado dia que Mons. Bernard Fellay, Superior Geral da Fraternidade Sacerdotal São Pio X conferiu a tonsura a quatro estudantes do Seminário Santa Cruz de Goulburn, na Austrália.

Estes quatro seminaristas estão realizando seus estudos em Goulburn mesmo, onde a FSSPX possui um seminário dirigido pelo Pe. Abbot Daniel Themann, que chamou os quatro futuros clérigos a se apresentarem diante do celebrante.

Os quatro novos tonsurados são:

  • Daniel Yagan, das Filipinas 
  • Cyril Alolaya, das Filipinas 
  • Joseph Manyeki, do Quênia 
  • Thomas Machado, da Índia

Após a cerimônia de tonsura, Dom Fellay concedeu as primeiras ordens menores de Porteiro e Leitor a Martin Anozie, do Quênia

Rezemos e ofereçamos sacrifícios para que Senhor da messe nos envie um grande número de trabalhadores.

Senhor, dai-nos sacerdotes! 
Senhor, dai-nos santos sacerdotes! 
Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes! 
Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas! 
Senhor, dê muitos santos pais e santas mães de famílias cristãs!

DE CAPITULAÇÃO EM CAPITULAÇÃO CHEGAMOS ÀS DIACONISAS

Na igreja conciliar é assim. Tudo começa com as “coroinhetes”. Após um período a candidata pode ser “elevada” à categoria de “Ministra” da Liturgia, depois da Comunhão, ser “gerente” da paróquia…. até chegar no que vemos hoje!!

********************

Foi anunciada pelo Vaticano há poucos dias a constituição de uma comissão de teólogos e teólogas encarregada de estudar o diaconato feminino na Igreja primitiva. A referida comissão é fruto de um pedido de  um grupo de religiosas ao papa Francisco I, que a instituiu após “muita oração e reflexão” – assim diz a nota da Santa Sé.

De acordo com os melhores estudiosos do assunto, não há nenhuma dúvida de que as diaconisas dos primeiros tempos da Igreja eram mulheres piedosas que se encarregavam de obras de caridade, recebiam uma bênção (com imposição das mãos do bispo) e tal bênção não era absolutamente um sacramento, mas apenas um sacramental.

À luz da tradição constante da Igreja e do magistério dos papas, não procede nenhuma discussão sobre a admissibilidade do sacerdócio feminino na Igreja Católica. Se por desgraça amanhã houver o abuso de uma ordenação de diaconisas, o sacramento da ordem a elas conferido, sobre ser um sacrilégio, será inválido, mas poderá originar uma enorme confusão na Igreja porque já não serão vistas essas reverendas diaconisas como leigas mas como membros do clero e pertencentes à hierarquia eclesiástica. E certamente não se contentarão em ser diaconisas permanentes mas vão pretender galgar os graus mais altos da hierarquia. Continuar lendo

OS SEMINÁRIOS DA FSSPX

O objetivo da Fraternidade Sacerdotal São Pio X é “o sacerdócio, tudo o que se relaciona com ele e nada além do que se refere a ele” (Estatutos). Essa tarefa abarca todos os trabalhos necessários para a formação dos candidatos ao sacerdócio e é realizada em seus 6 seminários internacionais.

Durante seis anos de vida litúrgica intensa, de estudos filosóficos, teológicos e pastorais, de vida em comunidade e com a direção espiritual, os futuros sacerdotes avançam rumo ao altar e se preparam para uma vida de apostolado ao serviço da Igreja e das almas.

Visão Geral dos Seminários

 

Seminário do Sagrado Coração (visite o site)

Diretor: Pe. Franz Schmidberger

Zaitzkofen, Alemanha

Recebe os seminaristas de língua alemã e tem um noviciado de irmãos.

 

Seminário da Santa Cruz (visite o site)

Diretor: Pe. Daniel Themann

Goulburn, Austrália

Recebe os seminaristas de Ásia, Oceania e África de língua inglesa e tem um noviciado de irmãos.

 

 

Seminário Santo Cura d’Ars (leia mais)

Diretor: Pe. Patrick Troadec

Flavigny-sur-Ozerain, França

Recebe os seminaristas de língua francesa para o primeiro ano e tem um noviciado de irmãos.

 

 

Seminário São Pio X (visite o site)

Diretor: Pe. Benoît de Jorna

Écône, Suíça

Recebe os seminaristas de língua francesa para os estudos de filosofia e teologia.

 

 

Seminário Santo Tomás de Aquino (visite o site)

Diretor: Pe. Yves le Roux

Winona, Estados Unidos

Recebe os seminaristas de língua inglesa e tem um noviciado de irmãos.

 

 

Seminário Nossa Senhora Corredentora (visite o site)

Diretor: Pe. Davide Pagliarani

La Reja, Argentina

Recebe os seminaristas de língua espanhola e portuguesa e tem um noviciado de irmãos.

**************************************

Para conhecer o dia de um seminarista da FSSPX, clique aqui.

Para saber sobre uma Vocação ao sacerdócio, clique aqui.

DECLARAÇÃO DO SUPERIOR GERAL A TODOS OS MEMBROS DA FRATERNIDADE SACERDOTAL SÃO PIO X…

… ao término da reunião de Superiores Maiores em Anzère (Valais), 28 de junho de 2016

Ao final da reunião dos Superiores da Fraternidade São Pio X, além da declaração lida em 29 de junho de 2016, Dom Bernard Fellay havia dirigido aos sacerdotes, na véspera das ordenações sacerdotais em Ecône, uma declaração importante que a DICI publica exclusivamente. (Tradução: Dominus Est)

superieurs_160628

No atual estado de grave necessidade da Igreja, que lhe concede o direito de administrar os auxílios espirituais às almas que a ela recorrem, a Fraternidade Sacerdotal São Pio X não busca acima de tudo um reconhecimento canônico, ao qual tem direito por ser católica. A solução não é simplesmente jurídica. Trata-se de uma posição doutrinária que é imprescindível manifestar.

Quando São Pio X condenou o modernismo, ele resumiu toda a argumentação da encíclica Pascendi a um princípio fundamental: a independência. Ora, eis que o mundo usa todas as forças para mudar o eixo sobre o qual deve girar. É evidente tanto para os católicos, como para aqueles que não o são, que a Cruz já não é mais esse eixo. Como Paulo VI bem disse, é o homem (cf. Discurso de encerramento do Concílio Vaticano II, 07 de dezembro de 1965).

Hoje, o mundo gira em torno deste eixo, segundo ele, definitivamente estabelecido: a dignidade do homem, sua consciência e sua liberdade. O homem moderno existe para si mesmo. O homem é o rei do universo. Ele destronou a Jesus Cristo. Ele exalta sua consciência autônoma e independente a ponto de dissolver até mesmo os fundamentos da família e do matrimônio. Continuar lendo

TENHO VOCAÇÃO?

O Ilmo. Pe. Luis Maria Barrielle foi o Diretor Espiritual do Seminário São Pio X em Ecône, escolhido para esta função tão importante por Dom Marcel Lefebvre, Fundador da Fraternidade Sacerdotal São Pio X.

Neste trabalho dedicado a São José, padroeiro das vocações, ele nos explica quais são os princípios básicos da doutrina católica acerca da vocação.

Excelente texto para discernimento dos jovens que desejam ser sacerdotes.

Clique na imagem para acessar o material.

voc

ULTIMAS ORDENAÇÕES NO HEMISFÉRIO NORTE: ST-NICOLAS-DU-CHARDONNET E ZAITZKOFEN

Encerram-se as ordenações desse ano no Hemisfério Norte.

Depois das ordenações realizadas em junho em Ecône (veja aqui) e em Winona (EUA) (veja aqui), a FSSPX ordenou nesse começo de julho mais 1 sacerdote em St-Nicolas-Du-Chardonnet, na França e outras 3 em Zaitzkofen, na Alemanha (vejam abaixo).

*****************

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

Perante centenas de fiéis Mons. de Galarreta elevou ao sacerdócio o Pe Daniel Sabur. Em seu sermão, Sua Excelência ressaltou a fidelidade aos ensinamentos de Cristo. Ele pediu ao jovem sacerdote a exercer o seu ministério  “nesta igreja em profunda crise onde estamos testemunhando uma terrível demolição da moral católica, da fé católica, do culto católica, da verdadeira religião .”

Pe. Sabur é o primeiro sacerdote da Tradição responsável pelo antigo rito caldeu.

Para isso, ele foi nomeado para o Priorado de Mantes-la-Jolie, de onde servirá, todos os domingos na capela St. Matthias Pontoise, os fiéis ligados a este rito.

Ele já celebrou sua primeira Missa nesse domingo, 3 de julho, para mais de 200 fiéis, na sua maioria caldeus.

Deo Gratias!

*************************

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

Sábado, 2 julho de 2016, no seminário do Sagrado Coração de Jesus, em Zaitzkofen na Alemanha, Dom Bernard Fellay, Superior Geral da Fraternidade Sacerdotal São Pio X elevou ao sacerdócio mais 3 novos sacerdotes (2 alemães e 1 espanhol) perante uma multidão de 1.700 fiéis vindos da Alemanha, Áustria, Suíça e também da Espanha.

FOTOS EXTRAS DAS ORDENAÇÕES: UMA CELEBRAÇÃO FAMILIAR

No mês de junho a FSSPX ordenou mais 17 sacerdotes e 21 diáconos para suas fileiras. Para fechar os números do Hemisfério Norte, ainda faltam as do seminário de Zaitzkofen, na Alemanha, programadas para julho. 

Publicamos ontem uma reportagem das ordenações em Ecône (veja aqui)dias atrás das ordenações em Winona (EUA) (veja aqui).

Acerca dessas de Winona, publicamos abaixo uma matéria com fotos “extras” do site americano da FSSPX, não sobre as ordenações em si, mas do ambiente familiar em torno desse grandioso momento. 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: SSPX USA – Tradução: Dominus Est 

A cada ano, milhares de pessoas viajam para Winona para celebrarem o sacerdócio, encontrarem com famílias e se reunirem com amigos católicos.

Para milhares de católicos tradicionais, desde 1988 o início do verão tem sido um tempo de peregrinação para a fronteira de Wisconsin / Minnesota. O fim de semana de ordenações é muito alegre, com o norte do Centro-Oeste americano finalmente invadido pelo calor e pelo sol, e novos sacerdotes sendo feitos pelas mãos do bispo, abençoado pela presença de inúmeros outros sacerdotes. 

Embora o foco principal é de natureza espiritual, o segundo motivo para o afluxo de fiéis não é menos evidente: É pela família.

Especialmente hoje, as grandes famílias católicas tradicionais raramente ficam juntos na mesma cidade, e muitas vezes estão espalhadas por todo país. As Ordenações propiciam uma oportunidade perfeita para as famílias se reunirem, especialmente para aquelas que tem jovens no próprio seminário. O terreno de Winona (e do futuro seminário na Virginia) fornece um amplo espaço para as famílias ficarem, de forma barata, em um “acampamento Católico”.

Além da família ligada por laços de sangue, contudo, a maior a família católica é a de fiéis. Especialmente para aqueles de capelas menores ou de missão, que raramente têm a oportunidade de visitar ou conversar com muitos outros católicos que pensam da mesma forma. As ordenações são de uma atração irresistível para se socializarem e se conectarem com outros que acreditam no que eles também acreditam, e vivem como eles vivem.

Algumas das nossas escolas de ensino médio usam as ordenações como uma excursão sênior para que os jovens se exponham à nova geografia, tanto no sentido literal, como em um conceito mais amplo de que existem milhares de outras pessoas que acreditam da mesma forma que eles acreditam. Especialmente para os nossos jovens paroquianos de comunidades menores, o catolicismo tradicional pode parecer uma batalha muito solitária, penosa. Uma das jovens visitantes desse ano em Winonadisse:

“Depois de apenas três dias aqui, sinto que eu fiz amigas para toda vida. Eu não sabia que poderia me relacionar com tantas outras meninas, mas elas são ótimas! Já estamos pensando em nos encontrar novamente ainda neste verão. E podemos até mesmo ir para a mesma faculdade no próximo ano!

As Ordenações são uma festa de família em muitos sentidos. E como o capítulo de Winona se fecha, a Virginia manterá a mesma e irresistível promessa – de reunir a família católica tradicional, para que, juntos, elas possam “Restaurar todas as coisas em Cristo.”

BELÍSSIMAS FOTOS DAS ORDENAÇÕES DA FSSPX EM ECÔNE

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

D. Bernard Tisser de Mallerais, bispo auxiliar da FSSPX ordenou 12 diáconos e 10 sacerdotes sendo 8 para a FSSPX e 2 para os Beneditinos de Bellaigues.

No dia da Festa dos apóstolos São Pedro e São Paulo, Dom Tissier de Mallerais procedeu a elevação ao diaconato de 12 clérigos (11 franceses e 1 espanhol) para a FSSPX.

Em seguida ele conferiu a ordenação sacerdotal a 10 diáconos para a FSSPX (5 franceses, 2 italianos e 1 canadense) e 2 para o Mosteiro de Nossa Senhora dos Beneditinos de Bellaigues.

Este slideshow necessita de JavaScript.

ELEVAÇÃO AO DIACONATO

D. Bernard Tisser de Mallerais, bispo auxiliar da FSSPX foi assistido durante a Missa Pontifical pelos Senhores padres Niklaus Pfluger e Alain-Marc Nely, respectivamente, primeiro e segundo Assistentes Gerais.

D. Tissier ordenou 12 diáconos para a FSSPX.Oremos pela perseverança destas vocações ao pé do último degrau para o sacerdócio.

Durante seu sermão, ele enfatizou o papel único do sacerdote, verdadeiro Alter Christus, mediador entre Deus e os homens. É extensivamente refletiu sobre a validade do novo rito de ordenação do desastroso Concílio Vaticano II … 

Este slideshow necessita de JavaScript.

10 NOVOS SACERDOTES PARA A SANTA IGREJA

Tissier de Mallerais ordenou 10 sacerdotes, sendo 8 para a FSSPX e 2 para beneditinos Bellaigues.Os três bispos da Fraternidade e 146 sacerdotes participaram da cerimônia impondo as mãos sobre os ordenandos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

FOTOS DO GRUPO E AS PRIMEIRAS BÊNÇÃOS

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

VÍDEO DO ANDAMENTO DAS OBRAS DO NOVO SEMINÁRIO DA FSSPX NOS EUA

“…Pela glória da Santíssima Trindade, pelo amor de Nosso Senhor Jesus Cristo, pela devoção à Santíssima Virgem Maria, pelo amor à Igreja, pelo amor ao Papa, pelo amor aos Bispos, aos Sacerdotes, a todos os fiéis, pela salvação do mundo, pela salvação das almas, guardai o testamento de Jesus Cristo, guardai o Sacrifício de Nosso Senhor! Conservai a Missa de Sempre!”  

Mons. Marcel Lefebvre

No dia 03 de junho de 2016 foram ordenados os últimos padres e os últimos diáconos no Seminário São Tomás de Aquino em Winona – Minessota/EUA (veja aqui as fotos). O local formava padres desde 1988.

As próximas ordenações já serão no novo prédio do Seminário, construído agora no estado da Virginia/EUA.

Rezemos para todos os padres já ordenados e os que serão ordenados nesse novo prédio para que cumpram com seus deveres como Sacerdotes do Altíssimo.

BELÍSSIMA REPORTAGEM DE FOTOS DAS ÚLTIMAS ORDENAÇÕES DA FSSPX EM WINONA (EUA)

Fonte: SSPX USA – Tradução: Dominus Est

O dia 03 de junho de 2016 será lembrado como um dia de fortes contrastes em Winona – Minessota (EUA). Um dia de alegria pelos 7 novos sacerdotes e 9 novos diáconos para as fileiras da Santa Madre Igreja e da Tradição, e um dia de natural tristeza por perder a casa que tem sido tão boa para tantos homens, antes da FSSPX transferir suas operações para Seminário da Virgínia (em fase terminal de construção).

Quando a noite caiu sobre a Festa do Sagrado Coração de Jesus, as comemorações dos fiéis, a lembranças dos seminaristas e as discussões cooperativas dos bispos e padres ainda estavam em andamento. Compareceram nesta bela e histórica cerimonia, conduzida por Dom Alfonso de Galaretta, o Bispo D. Tissier de Mallerais, Bispo Auxiliar da FSSPX; Pe. Niklaus Pfluger, Primeiro Asssistente da FSSPX; Pe. Daniel Couture, Superior do Canadá; Pe. Robert Brucciani, Superior da Grã-Bretanha e mais de 90 outros sacerdotes. Além disso, mais de 3.300 fiéis vieram para testemunhar a cerimônia e para reunir no que se tornou, anualmente, uma reunião de família e amigos em Winona.

Após estas cerimônias, a Fraternidade São Pio X alcançou um marco de 600 sacerdotes. E mais 12 padres serão ordenados no final do mês em Econe, Suíça e em Zaitzkofen, Alemanha.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este slideshow necessita de JavaScript.

RESPEITO DEVIDO À DIGNIDADE SACERDOTAL

sacerEgo dixi: Dii estis, et filii Excelsi omnes – “Eu disse: Sois deuses, e todos filhos do Excelso” (Ps. 81, 6).

Sumário. É com muita razão que os santos tinham os sacerdotes na mais alta estima. Quanto ao corpo místico de Jesus Cristo, que são todos os fiéis, os sacerdotes têm poder de livrar o pecador do inferno e fazê-lo herdeiro do paraíso. Quanto ao corpo real, é um ponto da fé que, quando o sacerdote consagra, o Verbo eterno desce do céu para esconder-se sob as espécies sacramentais. Oh dignidade sublime!… Procuremos sempre ter grande veneração para com os ministros de Deus, e, sendo sacerdotes, sejamos os primeiros a respeitar o nosso caráter sacerdotal, se desejamos ser respeitados pelos outros.

A dignidade do sacerdote e o respeito que lhe é devido dimanam do poder que ele possui sobre o corpo místicoe sobre o corpo real de Jesus Cristo. Quanto ao corpo místico, que são todos os fiéis, o sacerdote tem o poder das chaves, isto é, o poder de livrar o pecador do inferno e fazê-lo herdeiro do paraíso. Deus mesmo quis obrigar-se a ratificar a sentença do sacerdote, a perdoar ou não perdoar, conforme o sacerdote absolve o penitente por estar disposto, ou não o absolve. Precede a sentença do sacerdote e Deus a subscreve.

Se o Redentor baixasse do céu a uma igreja e se sentasse num confessionário para administrar o sacramento da penitência e em outro se sentasse um sacerdote: se Jesus Cristo e o sacerdote ambos dissessem: Ego te absolvo – “Eu te absolvo”, os penitentes, tanto de um como de outro, ficariam igualmente absolvidos. – Que honra não seria para um súdito, se o rei lhe conferisse o poder de livrar da cadeia a quem quisesse! Mas muito maior é o poder que Jesus Cristo deu a seus ministros: o poder de livrar do inferno não só os corpos, mas também as almas. Continuar lendo

NECESSIDADE DA OBSERVÂNCIA REGULAR PARA UM RELIGIOSO

pioFili mi… custodi legem atque consilium, et erit vita animae tuae – “Filho meu… guarda a lei e o conselho e terá vida a tua alma” (Prov. 3, 21).

Sumário. Cumpre observar que a predestinação dos religiosos está ligada à observância da Regra. Quem a transgride habitualmente, muito embora em coisas pequenas, posto que faça muitas outras coisas boas, não progredirá nunca na perfeição e trabalhará sem fruto. Foi por estas transgressões que começou a ruína de tantos que agora vivem fora da Ordem e talvez estão ardendo no inferno. Façamos muito caso da Regra; imaginemos que somente nós a temos de guardar e se virmos outros faltar à observância, procuremos suprir os seus defeitos.

São Francisco de Sales escreveu a seguinte célebre sentença: A predestinação dos religiosos está ligada à observância das regras. Quer com isso dizer que o único caminho para a salvação e a santidade para os religiosos é a observância das regras; outro caminho qualquer não os poderia levar a este termo. Um religioso, pois, que habitualmente transgride algum ponto da Regra, nunca se adiantará um passo sequer na perfeição, posto que praticasse muitas penitências e orações, pregasse ao próximo ou fizesse outras obras espirituais. Trabalhará, mas sem fruto e verificar-se-á nele o que diz o Espírito Santo: “Os que não fazem caso da disciplina, são infelizes e esperam em vão; porque os seus esforços ficarão sem fruto e inúteis serão as suas obras.” (1)

Nem serve dizer que se trata de coisas pequenas; porque as prescrições da Regra são todas importantes e, quando guardadas, conduzem à alta perfeição. Costumava dizer o Bem-aventurado Egidio: “Um leve descuido nos pode fazer perder uma grande graça.” – Não se guardem numa Comunidade os pequenos pontos da Regra e não será mais um horto de delícias para Jesus Cristo, mas um antro de desordens, confusões e defeitos. Daí resultará afinal o relaxamento da Ordem inteira, porque a falta de observância passará de uma Comunidade para outra, e das transgressões de coisas leves se passará para a transgressão das grandes. Continuar lendo

VOTOS DO PE. JOSEPH, CAPUCHINHO (FSSPX)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

A cerimônia de votos dos capuchinhos de Aurenque, na capela do Convento de Santo Antônio, começou com um imponente sermão do Reverendíssimo Padre Antoine, Prior Guardião dos Capuchinhos de rigorosa observância, durante o qual ele chamou o ex-abade Regis de Cacqueray, antigo Superior do Distrito da França da Fraternidade Sacerdotal são Pio X, a usar o pobre hábito dos irmãos de São Francisco assim como Nossa Senhora se revestiu, no dia da Anunciação, do envólucro humano de Cristo.

Depois, tal como São Lourenço de Brindisi, que liderou exércitos contra aqueles que queriam destruir a Igreja, ele pediu para o pdre Joseph ser “um homem de vanguarda nas difíceis batalhas” que se anunciam pela defesa da Igreja.

Sua missão, sua vocação capuchinha deve ser “católica, apostólica, evangélica, sacerdotal […] Rezaremos especialmente durante esta Missa para que você aceda a esta santidade capuchinha que a Igreja precisa, especialmente hoje. Ela precisa de Doutores da Igreja para ser fiel à Fé, totalmente, completamente, integralmente, sem falhas, nem à direita, nem à esquerda. Precisamos de missionários que evangelizem a maior quantidade de almas possível para trazê-las a Nosso Senhor Jesus Cristo. Precisamos de líderes .

Este slideshow necessita de JavaScript.

SUBDIÁCONOS E ÚLTIMAS ORDENS MENORES CONFERIDAS EM ÊCONE

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em 12 de março de 2016, no sábado chamado de “Sitientes” , do nome do Intróito da missa daquele dia, 15 jovens levitas receberam o subdiaconato das mãos de Dom Bernard Fellay , Superior Geral da Fraternidade Sacerdotal São Pio X .

Esta primeira ordem maior, na lista daquelas que levam ao sacerdócio, envolve a doação total de si a Deus através dos votos de castidade e a obrigação de recitar o breviário em nome da Igreja.

Dos 15 seminaristas ordenados ao subdiaconato, 12 são membros da FSSPX – 11 franceses e 1 espanhol -, 2 pertencem à ordem dos Beneditinos de Bellaigues e 1 à Fraternidade da Transfiguração de Mérigny.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Durante a mesma cerimônia 4 outros clérigos receberam as duas últimas ordens menores de Acólito e Exorcista: 3 para a FSSPX e 1 para o convento dos Capuchinhos de Morgon .

Dom Fellay fora assistido pelo Pe. Benoît de Jorna, diretor do seminário de Ecône, como padre assistente, e pelos Padres Gleize e Biselx, ambos professores, como diáconos assistentes.

Oremos pela perseverança desses jovens que são uma fonte de real esperança e promessas para a Igreja

ORDENAÇÕES DE 9 SUBDIÁCONOS E 13 PARA ORDENS MENORES DA FSSPX – SEMINÁRIO SÃO TOMÁS DE AQUINO (WINONA/EUA)

Fonte: SSPX EUA – Tradução: Dominus Est

Nove novos subdiáconos para a Igreja

Este slideshow necessita de JavaScript.

No sábado, 12 de março, os seminaristas Ian Palko, James Torzala, Peter Kallal, Tyler Nelson, Jonathan Kopec, Christopher Hone, Richard Brueggemann, Josh Jacobs e John Carlisle foram ordenados para a maior ordem de subdiácono pelo Bispo Tissier de Mallerais.

O papel do subdiácono é apresentar a patena e o cálice ao diácono na Missa Solene, para derramar a água no cálice e cantar a Epístola. Ele também é responsável pela purificação dos lenços sagrados.

Treze seminaristas recebem as ordens menores

Este slideshow necessita de JavaScript.

8 seminaristas receberam na sexta, 11 de março, as ordens do porteiro e leitor enquanto 5 receberam as ordens de exorcista e acólito. As ordenações são compostas de 3 partes: uma advertência ou instrução sobre as funções que incidirão sobre os ordenandos, a tradição dos atributos da ordem, e, finalmente, uma oração especial para o recém-ordenado, pedindo a Deus pela graça e as virtudes necessárias para cumprirem de maneira santa as funções da ordem recebida.

(…)

A quarta ordem menor é a de acólito. O acólito é o que traz luz para os fiéis, tanto conduzindo as velas acesas para o canto do Santo Evangelho, como por sua conduta, que deve iluminar os fiéis e levá-los sempre para perto de Deus. O acólito também traz água e vinho para os ministros sagrados no altar, que durante a Consagração será transformado no Sangue de Cristo. Mais ainda do que antes, ele deverá aplicar-se a uma vida de castidade.