FOTOS E VÍDEOS DA PEREGRINAÇÃO DA FSSPX À APARECIDA – 2017

No sábado passado, dia 20/05, a Tradição fez mais uma peregrinação à Aparecida.

1 2O ENCONTRO

Como de costume, fiéis vindos de alguns Priorados, Capelas e Centros de Missa da FSSPX se encontraram em frente a uma igreja (São Benedito) em Pindamonhangaba.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Dentro dessa igreja o Pe. Rodolfo proferiu algumas palavras sobre o Jubileu das comemorações de Aparecida e Fátima, nessa ano. Após, o Pe. Juan María deu a bênção e aspergiu os fiéis que iniciariam a caminhada.

A SAÍDA DA PEREGRINAÇÃO

Nas ruas de Pindamonhangaba, iniciando os 22 quilômetros!

Este slideshow necessita de JavaScript.

OS PRIMEIROS 09 QUILÔMETROS E A PRIMEIRA PARADA

Trecho com vários terços rezados, músicas tradicionais cantadas e com a oportunidade da confissão pelo caminho.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A primeira parada se deu com, mais ou menos, 9 km. Hora de um descanso, um lanche e uma conversa com os amigos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

E MAIS 7 QUILÔMETROS

Este slideshow necessita de JavaScript.

Imagens que ficam na nossa memória bela beleza e simplicidade: “Deixai vir a mim as criancinhas…”

IMG-20170521-WA0139

IMG_20170520_122616099

PARADA PARA O ALMOÇO E O FIM DA CAMINHADA

Por volta do 16° quilômetro, uma pausa para o almoço. Um descanso pra recobrar as forças para o último trecho.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Perto das 16:00h, chegamos a Aparecida para visitar nossa Mãe Santíssima, que tanto nos ajuda nesse “vale de lágrimas”! Orações por nós, por nossos familiares, pela conversão dos pecadores e por nosso país tão dessacralizado.

VÍDEO DA CHEGADA NA BASÍLICA

Devido a um pequeno atraso que tivemos no percurso não conseguimos chegar a tempo para cantar o Regina Coeli dentro da Basílica, como em 2016 (veja o vídeo aqui), visto que iniciaria um evento por lá. Assim, seguimos direto para visitar nossa Mãe querida. Momento de pedir proteção, agradecer todas as maravilhas que Ela nos concede.

O CREDO NAS ESCADARIAS

Na saída da Basílica para a Missa, enquanto alguns já seguiam para a Missa de encerramento, outros ainda estavam junto a Nossa Senhora na Basílica, e para não atrasar a Missa, muitos pararam em uma das escadarias para nosso sinal de fidelidade à Igreja, cantando o Credo.

credo

MISSA SOLENE DE ENCERRAMENTO

No fim da tarde, a Missa solene rezada pelo Pe. Juan Maria, assistido por D. Lourenço e Pe. Rodolfo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Abaixo colocamos um áudio do Coro da FSSPX cantando o Introito, o Kyrie e o Glória nessa Missa:

CONSAGRAÇÃO DA FSSPX AO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA

Após a Missa Pe. Juan Maria consagra a FSSPX, seus fiéis, amigos e benfeitores à Nossa Senhora, colocando em seu Imaculado Coração todas suas obras.

Que Nossa Senhora nos abençoe para que em 2018 possamos estar presentes nessa maravilhosa Peregrinação, para honra e glória de Nosso Senhor.

 

CONSAGRAÇÃO DA IGREJA DO NOVICIATO SÃO BERNARDO, EM ILOILO, NAS FILIPINAS

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: La Porte Latine / FSSPX Distrito da Ásia

No dia 13 de maio, D. Bernard Fellay, Superior Geral da Fraternidade Sacerdotal São Pio X, consagrou a magnífica igreja do noviciato São Bernardo, em Iloilo, nas Filipinas, sob o título de Nossa Senhora de Fátima, por ser o dia do aniversário do centenário da primeira aparição.

Centenas de fiéis filipinos cercaram os treze sacerdotes que viajaram para este dia maravilhoso que mostra o resultado de muitos anos de esforço para dar à Tradição um novo lugar de recolhimento, onde será celebrada a Missa de sempre.

A construção da monumental igreja em meio aos campos de arroz da Ilha Panay começou em 2012. O trabalho progrediu no ritmo determinado pelas doações e pelas estações: assim, em 2014, o projeto foi consideravelmente desacelerado em consequência do tufão Hagupit. 

Para acompanhar um pouco de sua evolução, clique nos links abaixo:

Reportagem n° 1 de fevereiro de 2015
Reportagem n° 2 de outubro de 2015
Reportagem n° 3 de fevereiro de 2016
Reportagem n° 4 de julho de 2016
Reportagem n° 5 de setembro de 2016
Reportagem n° 6 de janeiro de 2017
Reportagem n° 7 de fevereiro de 2017

Deo Gratias!

13 DE MAIO – DIA DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA

A vida mística de Francisco e Jacinta de Fátima

Lúcia, Jacinta e Francisco eram, antes de 1916, crianças católicas do vilarejo de Aljustrel, na diocese de Leiria, Portugal. Brincavam como todas as crianças, gostavam de jogos e de dançar animados, enquanto pastoreavam as ovelhas da família. Viviam um catolicismo verdadeiro, porém como muitas crianças, limitavam-se ao mínimo necessário. Lúcia conta que às vezes, para que o terço passasse mais depressa, em vez de rezar as orações completas, limitavam-se a dizer: Pai Nosso, Ave Maria, Ave Maria, Ave Maria…. Ora, para que estas alminhas, inocentes e comuns, pudessem ter a honra de ver Nossa Senhora, um anjo lhes aparecerá por três vezes, fazendo dessas crianças verdadeiras almas de oração.

Vamos acompanhar a transformação.

Estamos em 1916.

Na primavera deste ano (março ou abril), Lúcia, Jacinta e Francisco estavam na Loca do Cabeço pastoreando as ovelhas quando viram um ser luminoso vindo em sua direção. Ele tinha os traços de um rapaz de 14 a 15 anos. O anjo lhes disse:

«Não tenham medo. Rezem comigo».

E num gesto de grande familiaridade e simplicidade, pôs-se ao lado das crianças e prostrando-se com o rosto por terra disse esta oração:

«Meu Deus eu creio, adoro, espero e amo-Vos; peço-Vos perdão para os que não crêem, não adoram, não esperam e Vos não amam. 

Orai assim; os Corações de Jesus e Maria estão atentos à voz das vossas súplicas» (2ª Memória).

E o anjo desapareceu.

Esta primeira aparição do anjo foi como uma aproximação do sobrenatural na vida das crianças. Servirá para familiariza-las com os seres e os costumes do céu: a adoração, os atos de fé, esperança e caridade, a reparação e o nome de Deus, deste Deus atento às suas súplicas. A própria Lúcia, na 4ª Memória, dirá que «Levados por um movimento sobrenatural, imitamo-lo e repetimos as palavras que o ouvimos pronunciar». Continuar lendo

TOMADAS DE HÁBITO E PROFISSÕES NAS IRMÃS DA FSSPX

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

Mais de cem Irmãs – das 195 que compõem a Congregação das Irmãs da Fraternidade São Pio X estabelecidas nos cinco continentes – estavam presentes na festa de Quasimodo, neste 23 de abril de 2017 para os primeiros votos de duas noviças, a tomada de hábito de outras duas e a emissão dos votos perpétuos de três outras religiosas.

D. Tissier de Mallerais, bispo auxiliar da Fraternidade Sacerdotal São Pio X, foi quem oficiou durante uma Missa Pontifical celebrada na Igreja da Abadia de Ruffec, adquirida e restaurada pelas freiras. Ele foi assistido pelos padres Christian Bouchacourt, Superior do Distrito da França como padre assistente e Patrick Troadec e Michel Simoulin como diáconos assistentes.

Em 26 de setembro de 2014, a Congregação fundada pela própria irmã de Dom Marcel Lefebvre, comemorou seus 40 anos de existência .

Deo Gratias!

UM BELO EXEMPLO DE DEDICAÇÃO À FAMÍLIA, À SOCIEDADE E À IGREJA

Irmão Pierre Laurençon celebra seus 100 anos no seminário da FSSPX de Flavigny (FRA)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

Na quinta-feira, 20 de abril de 2017, quase todos os Irmãos da Distrito da França, reunidos em retiro no seminário de Flavigny, cercaram nosso querido Irmão Pierre para celebrar o seu centésimo aniversário.

Uma Missa solene de ação de graças foi celebrada pelo padre Christian Bouchacourt, Superior do Distrito da França da Fraternidade Sacerdotal São Pio X, seguido de caloroso banquete após o qual um magnífico bolo de aniversário deslumbrou e encantou o coração da ainda jovem criança centenária.

Após viver 34 anos casado e educar oito filhos, após a morte de sua esposa ele bateu na porta da Fraternidade, há 37 anos, para se tornar religioso na Fraternidade fundada por Mons. Marcel Lefebvre.

Um de seus filhos, Pe. Pierre-Marie Laurençon, é padre da FSSPX. Uma de suas filhas é Oblata da FSSPX sob o nome de Irmã Marie-Dominique. E finalmente, um de seus netos é Irmão da FSSPX sob o nome de Irmão Jean-Philippe!

Ele marcou toda uma geração de estudantes e padres na Escola A Estrela da Manhã, onde permaneceu por muitos anos. Hoje, ele reside na Casa de Repouso de Brémien Notre-Dame, em Illiers l’Evêque (uma comuna na França).

Rezemos por ele e digamos-lhe: ad multos annos!

VOCAÇÃO DE IRMÃO NA FSSPX: FOTOS DA TOMADA DE HÁBITO DE MAIS UM BRASILEIRO NO SEMINÁRIO DE LA REJA (ARG)

Fonte: Seminario Nuestra Señora Corredentora – Tradução: Dominus Est

No domingo, 19 de março, o Irmão Cayetano (brasileiro) fez sua primeira profissão religiosa, pela qual se comprometeu seguir todo o exemplo de Cristo através dos votos de pobreza, obediência e castidade. Na mesma cerimônia teve lugar também a entrega de hábito a dois postulantes (argentinos), que receberam seus novos nomes da religião: Ir. Joaquin e Ir. Domingo, começando assim seus noviciados.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Para saber mais sobre a vocação de Irmão na FSSPX, clique aqui.

SUBDIACONATO EM ZAITZKOFEN, NA ALEMANHA

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

No sábado, 1º de abril de 2017, no sábado chamado “Sitientes” Mons. Tissier de Mallerais, bispo auxiliar da Fraternidade Sacerdotal São Pio X, elevou ao subdiaconato 5 seminaristas do Seminário do Sagrado Coração de Jesus, em Zaitzkofen, na Alemanha

Os novos subdiáconos são originários da Alemanha, Suíça, Áustria, Polônia e Rússia. Dá-se ênfase, portanto, ao caráter internacional do apostolado da FSSPX que brilha em todos os continentes. O Subdiaconato é a primeira das ordens superiores que conduzem ao sacerdócio. Após o recebimento desta ordem, os ordenandos devem recitar o breviário e manter o celibato.

Pe. Franz Schmidberger, Superior do seminário de Zaitzkofen convida todos os fiéis a rezarem e oferecerem sacrifícios pela perseverança dessas vocações já bem encaminhadas nesse caminho maravilhoso do sacerdócio.

**************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

FOTOS DO TRÍDUO PASCAL DA FSSPX EM RIBEIRÃO

QUINTA-FEIRA SANTA (13/04) – MISSA “IN COENA DOMINI“ E ADORAÇÃO DO SANTÍSSIMO 

Este slideshow necessita de JavaScript.

SEXTA-FEIRA SANTA (14/04) – VIA SACRA E SOLENE AÇÃO LITÚRGICA

Este slideshow necessita de JavaScript.

SÁBADO SANTO (15/04) – VIGÍLIA PASCAL E MISSA DA VIGÍLIA

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este slideshow necessita de JavaScript.

SUBDIACONATO NOS ESTADOS UNIDOS – 2017

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: St. Thomas Aquinas Seminary – Tradução: Dominus Est 

No dia 1º de abril, Mons. Bernard Fellay conferiu a ordem maior do Subdiaconato a 1 seminarista irlandês, Thomas O ‘Hart e 5 americanos: Thomas Buschmann, Samuel Fabula, John Graziano, Michael Sheahan e Thomas Tamm. 

O papel do subdiácono é apresentar a patena e o cálice ao diácono na Missa solene, derramar a água no cálice e cantar a Epístola. Ele também é responsável pela purificação dos lenços sagrados.

As cerimônias da ordenação ao Subdiaconado ocorrem da seguinte forma: após as advertências acerca do seu compromisso definitivo, os ordenandos prostram-se de frente para o chão, como um sinal de humildade e adoração, como fizeram os patriarcas e profetas. Então é cantada a Ladainha dos Santos e os ordenandos listam as funções do subdiácono. Segue-se a apresentação do cálice e da patena, do galheteiro, a oração pelos novos subdiáconos e, finalmente, a imposição das vestes sagradas e a entrega do livro das Epístolas.

Desde o início da ordenação, o bispo adverte os subdiáconos da castidade perpétua que lhes é imposta e que ninguém pode ser admitido nesta ordem sem a sincera aceitação do celibato (ver Código de Direito Canônico 1917, cân 132). A fim de permitir que os subdiáconos elevem sua mente regularmente a Deus, a Igreja os ordena que recitem o breviário (Ibid., 135). Seu novo estado exige deles um profundo espírito de fé e a prática não somente da pureza de corpo, mas também de alma.

O bispo pede para os subdiáconos a graça para que cumpram bem as suas funções, juntamente com os dons do Espírito Santo, para que sejam os guardiões vigilantes do altar e da santa hóstia durante o sacrifício.

**************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

BENÇÃO DA CAPELA DA ESCOLA ST-MARTIN DE LA PLACELIÈRE (FSSPX–FRANÇA)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

No domingo, 12 de março, o Rev. Pe. Christian Bouchacourt, superior do Distrito da França da Fraternidade Sacerdotal São Pio X, abençoou solenemente a nova igreja na região de Nantes. Ele foi assistido pelo Rev. Pe. Bruno Lajoinie, diretor da escola St. Martin e pelo Revmo. Pe. Edouard Boissonnet, do Priorado Saint Louis, de Nantes, encarregado do ministério paroquial. Estavam presentes o Revmo. Pe. Bruno França, Prior decano de Nantes, Revmo Pe. Jean-Luc Raft, Prior de Gastinesem Anjou, Pe. Benoît-Joseph de Villemagne, diretor da escola St. Michael, Revmo. Pe. Denis Bedel, colaborador em Placelière, e também do Revmo  Pe. Atanásio, capelão das Pequenas Irmãs de Rafflay .

O sr. Jean-Paul Loyer, prefeito de Château-Thébaud e a sra. Jacqueline Levesque, sua assistente, também estavam presentes. Ao lado deles o Sr. Pierre-Yves Mercieca, arquiteto da capela.

O padre abençoa a capela aspergindo água benta em suas paredes. “Vamos ao tabernáculo preparado para o Senhor … Que vossos sacerdotes sejam revestidos de santidade e que vossos fiéis possam exultar de alegria.”

Os fiéis descobriram a capela, sua abóbada semicircular, painéis (forro) acastanhados. Os bancos e os confessionários são de faia e as portas de carvalho. As paredes rebocadas com cal. O altar, em mármore branco e rosa, magnificamente ornado com mosaicos que datam do início do século XX, provenientes de uma igreja já fechada.

Nesta capela abençoada, o céu visita a terra: a primeira missa, do 2º Domingo da Quaresma, o mistério da Transfiguração. ” Senhor, é bom estar aqui.”

Deus abençoe vocês e suas famílias.

Pe. Bruno Lajoinie, padre da FSSPX

CRIADA OFICIALMENTE A “CASA AUTÔNOMA DO BRASIL”

montagut_0

Conforme anunciado anteriormente, nesse último domingo, 19/03, foi criada oficialmente a Casa Autônoma da FSSPX no Brasil.

A data foi escolhida para que essa nova etapa da Fraternidade no Brasil esteja sob o patrocínio de São José, patrono da Igreja.

Mais de 300 pessoas se apertaram no Priorado Pe. Anchieta para assistir a Missa solene cantada pelo Pe. Pablo Suárez (ecônomo da FSSPX), tendo como assistentes o Pe. Juan María de Montagut (antigo Prior do Priorado de São Paulo, agora Superior da Casa Autônoma) e o Pe. Mario Trejo (Superior do Distrito da América do Sul).

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nessa nova etapa, pelos regulamentos internos da FSSPX, haverá maior autonomia na administração dos 3 Priorados existentes no Brasil (São Paulo/SP, Santa Maria/RS e Bom Jesus do Itabapoana/RJ) que são responsáveis por 16 centros de Missa e capelas pelo Brasil, bem como na abertura de novas Missões. Hoje a Fraternidade conta com 10 padres aqui no país (inclusive 1 recém ordenado em 2016) e mais 5 seminaristas brasileiros que serão ordenados em 2017/2018 em La Reja (Arg) e que contribuirão na expansão do apostolado em nossa terra.

Após a Missa houve um almoço comemorativo em um hotel da cidade.

Este slideshow necessita de JavaScript.

No final da tarde houveram também: o Canto solene das Vésperas e a Benção do Santíssimo.

Rezemos para que a FSSPX cresça no seu trabalho em favor da Igreja. Que São José e São Pio X mantenha seus incansáveis padres firmes em suas missões e que Nossa Senhora (ouvindo nossas orações – na Cruzada de Rosários pelo centenário de Fátima) dê uma proteção especial à Fraternidade.

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

 

ORDENS MENORES E TOMADA DE BATINA NO SEMINÁRIO SAGRADO CORAÇÃO – FSSPX/ALEMANHA – 2017

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

D. Alfonso de Galarretabispo auxiliar da Fraternidade Sacerdotal São Pio X, concedeu a batina a 7 seminaristas do primeiro ano, procedeu com a tonsura e conferiu as primeiras ordens menores à outros 6, nos dias 1 e 2 de Fevereiro de 2017, no Seminário Sagrado Coração de Jesus, em Zaitzkofen, na Alemanha.

Em sinal de renúncia à vida mundana, o pontífice cortou algumas mechas de cabelo. Nas ordens antigas a tonsura é mais visível, como ainda é usada, por exemplo, pelos capuchinhos e beneditinos que, após a cerimônia de tonsura, não usam mais que uma coroa de cabelos.

A origem dos 13 seminaristas mostra bem o caráter internacional do seminário de Zaitzkofen:

  • Para 7 tomadas de batina: 3 alemães, 1 suíço, 1 polonês, 1 belga e 1 húngaro
  • Para as primeiras 6 ordenações das ordens menores: 1 alemão, 1 austríaco, 1 suíço, 2 tchecos e 1 lituano

Deo Gratias!

MAIS 14 SEMINARISTAS RECEBEM A BATINA NO SEMINÁRIO SAINT-CURÉ-D’ARS – FSSPX/FRANÇA – 2017

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

No dia 2 de fevereiro, no seminário Santo Cura d’Ars, Mons. Bernard Fellay, Superior Geral da Fraternidade Sacerdotal São Pio X , entregou o hábito clerical aos 14 seminaristas do primeiro ano: 12 franceses, 1 britânico e 1 suíço .

Ele foi assistido pelo Pe. Patrick Troadec , diretor do Seminário São Cura d’Ars (como padre assistente), e os padres: Christian Bouchacourt (como primeiro diácono) e Vincent Bétin, (como segundo diácono), Pe. Bernard Lacoste, (como diácono), Louis Fontaine, (como sub-diácono) e Frédéric Weil (como subdiácono portador da cruz).

Em seu sermão, ele lembrou o que representa a vestimenta eclesiástica: a renuncia ao mundo e seu individualismo, destruidor da autoridade e da obediência.

Muitos sacerdotes que estão em atividade nas escolas secundárias do Distrito da França, se juntaram às famílias para ficarem em torno dos seminaristas, 13 deles tendo passado pelas escolas da tradição.

Se o coro dos seminaristas de Ecône garantiu o canto das peças do Próprio gregoriano, o coro da escola Saint-Joseph des Carmes, dirigiu a função das peças para o Pe. Eric Peron , o Irmão Jean-Francois e Mons. Patrick Thomas, reforçando a solenidade da cerimônia pela Missa de São João de Deus de Haydn, e os motets de Mondonville.

TOMADA DE BATINA E TONSURA NO SEMINÁRIO SÃO TOMÁS DE AQUINO – FSSPX/EUA – 2017

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

Esta foi a primeira vez que os fiéis americanos tiveram a alegria de assistir às cerimônias de tomadas de batina e tonsura no novo seminário dos Estados Unidos, por Sua Excelência Mons.  Bernard Tissier de Mallerais, bispo auxiliar da Fraternidade Sacerdotal de São Pio X .

São 17 seminaristas do primeiro ano (14 americanos, 1 dominicano, 1 mexicano e 1 canadense) que receberam a batina e 7 a tonsura das mãos do pontífice.

Mons. Marcel Lefebvre, fundador da FSSPX, sempre defendeu o uso da batina como um sinal de sacrifício: um sermão vivo, pregando Nosso Senhor Jesus Cristo no mundo. Este também foi o sentido da homilia de Mons. Tissier de Mallerais, que pregou sobre o profundo significado desta tomada de batina, que separa estes jovens seminaristas do resto do “mundo”.

A Batina, traje sóbrio e austero simboliza o desprendimento dos seminaristas do mundo em tudo o que pode ser frívolo, leviano e superficial. Ela indica também, um outro aspecto positivo, a estreita relação que agora os une a Nosso Senhor Jesus Cristo.

No mesmo dia, no seminário de São Cura d’Ars, em Flavigny (França), Mons. Bernard Fellay  entregou a batina para 14 seminaristas do primeiro ano: 12 franceses, 1 britânico e 1 suíço.

Finalmente, no seminário  Sagrado Coração de Jesus, em Zaitzkofen (Alemanha), Dom Alfonso de Galarreta entregou o hábito clerical a 7 seminaristas. Isso faz que tenhamos no total: 38 tomadas de batina para a FSSPX, em 02 de fevereiro de 2017.

Deo Gratias!

SOBRE A ENTREVISTA DADA POR D. FELLAY…

..à TV Libertés, da França, no programa Terres de Mission n°17 e que  está causando tanta “comoção” sobre um possível acordo com Roma.

Enfim, não há nada de novo que D. Fellay diz há anos em qualquer Formação, Congresso ou visita, como a realizada aqui em Ribeirão em 2015!

Eis a transcrição…

Entrevistador: O Papa Francisco lhes fez a proposta de uma prelatura pessoal para a FSSPX. Com esta situação canônica os senhores mantêm uma independência dos bispos. Mons. Schneider, que visitou seus seminários insiste para que aceitem essa proposta, mesmo que a situação da Igreja não seja satisfatória em 100%. Não existe, com o tempo, um risco da criação de uma Igreja mais ou menos autónoma, autocéfala, se continuar essa situação de distanciamento constante com Roma, em respeito ao Papa, em respeito a cúria, em respeito aos bispos? O que o senhor espera para assinar uma proposta de Roma, a aparição na Sé de Pedro de um Pio XIII que todos nós esperamos?

D. Fellay: Creio que não precise esperar que tudo esteja resolvido na Igreja, de que todos os problemas estejam resolvidos. No entanto, existem uma série de condições que são necessárias e para nós a condição necessária é a condição de sobrevivência. Eu tenho dado a conhecer em Roma, sem qualquer ambiguidade, que da mesma maneira que Mons. Lefebvre disse em seu tempo: existe uma condição sine qua non, ou seja, se a condição não se cumpre, nós não nos movemos: que possamos permanecer tal como somos, ou seja, conservar todos os princípios que temos mantido, que são princípios católicos.

Na verdade, temos sérias censuras ao que aconteceu desde o Concílio, na Igreja, por certos homens: a famosa questão da maneira que se tem conduzido o ecumenismo, por exemplo, o que se chama liberdade religiosa, a relação entre Igreja e Estado, em seguida a liberdade de dar e a que título dar a todos a liberdade de exercer sua religião (…) e eu acredito que avançamos nesse caminho, na direção certa, ou seja, que Roma está cedendo.

É interessante que, há dois anos praticamente, que nos dizem que  há questões que foram enunciadas, propostas apresentadas pelo Conselho, que não são critérios de catolicidade. Isto significa que temos o direito de discordar e ainda assim ser considerados Católicos.
Continuar lendo

TOMADA DE HÁBITO NO MÉXICO

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

Na sexta-feira, 6 de janeiro de 2017, Pe. Jorge Amozurrutia, Superior do México e América Central da Fraternidade Sacerdotal São Pio X presidiu a tomada de hábito de uma nova religiosa do convento das Mínimas Franciscanas do Perpétuo Socorro de Maria, no México.

As Mínimas Franciscanas têm como regra não exceder o número de trinta e três religiosas em honra aos anos da vida mortal de Nosso Senhor. Além disso, eles encontraram outro convento. Nesse dia, elas atingiram o limite máximo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Irmã Maria da Trindade escolheu esta frase, retirado dos estatutos da Ordem, para sua lembrança:

“A vida de uma vítima deve ser um contínuo louvor de caridade e sacrifício, na esperança de alcançar o céu para si e para as muitas almas que necessitam ser resgatadas.”

FOTOS DA FESTA PAROQUIAL DA NOVA CAPELA DO PRIORADO DE NEGOMBO – SRI LANKA

Fonte: La Porte Latine

Festa paroquial da capela Nossa Senhora de Guadalupe, realizada em 12/12/16, cuja primeira pedra tinha sido abençoada por Dom Bernard Fellay, Superior Geral da FSSPX no 21/04/16.

Este slideshow necessita de JavaScript.

ADESTE FIDELES

….Cantado pelas meninas da Missão da FSSPX em Ribeirão Preto.

Adeste fideles, læti triumphantes (Acorrei fiéis, alegres, jubilosos!) 

Venite, venite in Béthlehem (Vinde, vinde a Belém)

Natum videte Regem angelórum (Vede nascido o rei dos anjos)

Venite, adorémus, Venite adorémus (Vinde Adoremos, Vinde Adoremos)

Venite, adorémus, Dóminum (Vinde Adoremos ao Senhor)

***************************

Ingrége relicto, húmiles ad cúnas (Abandonando os rebanhos, encaminham-se ao presépio)

Vocati pastores appróperante (Os pastores deslumbrados!)

Et nos ovánti grádu festinémus; (Também nós, por nossa vez, corramos todos vibrantes)

Venite, adorémus, Venite adorémus (Vinde Adoremos, Vinde Adoremos)

Venite, adorémus, Dóminum (Vinde Adoremos ao Senhor)

*****************

Aetérni Paréntis splendórem ætérnum (O eterno esplendor do Pai)

Velátum sub cárne vidébimus (Ali veremos oculto, sob o véu da carne humana)

Déum infántem, pánnis involútum (Ao Deus, que Se fez menino, envolto em pobres panos)

Venite, adorémus, Venite adorémus (Vinde Adoremos, Vinde Adoremos)

Venite, adorémus, Dóminum (Vinde Adoremos ao Senhor)

*********************

Pro nóbis egénum et foéno cubántem (A Quem por nós Se fez pobre, e jaz em palhas deitado)

Piis foveámus ampléxibus (Abracemos e aqueçamos)

Sic nos amántem quis nom redamáret? (Como ficar sem amar Àquele que tanto nos ama?)

Venite, adorémus, Venite adorémus (Vinde Adoremos, Vinde Adoremos)

Venite, adorémus, Dóminum (Vinde Adoremos ao Senhor)

 

MISSÃO DA FSSPX NA ÍNDIA: TOMADA DE HÁBITO E PROFISSÃO RELIGIOSA DAS IRMÃS CONSOLADORAS DO SAGRADO CORAÇÃO

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est 

Este slideshow necessita de JavaScript.

No dia 08 de dezembro de 2016, na Festa da Imaculada Conceição, ocorreu no priorado da Fraternidade São Pio X de Palayamkottai (Índia) a cerimônia de tomada de hábito e profissão religiosa da Comunidade das Irmãs Consoladoras do Sagrado Coração.

Duas novas noviças tomaram o hábito e receberam como nomes: Irmã Maria Aloysia da Sagrada Família e Irmã Maria Cecilia do Menino Jesus. E a irmã Maria Francesca da Santíssima Trindade pronunciou seus primeiros votos.

Há 20 anos, em 1996, quando começou a colaboração da Comunidade das Irmãs Consoladoras do Sagrado Coração e da FSSPX, eram 6 religiosas professas. Hoje, são 16 professas, 5 noviças e 2 postulantes.

Na Casa Mãe de Vinha de Narni (Itália): 7 professas, 3 noviças e 2 postulantes. No Priorado de Montalenghe (Itália): 4 professas. No orfanato que elas mantém na Índia: 5 professas e 2 noviças se dedicam a 70 meninas e 10 idosos ou enfermos. Elas são auxiliadas por voluntários – três moças ocidentais que oferecem vários meses a serviço do orfanato -, além da equipe da cozinha e da manutenção da Casa, sem contar o motorista, o vigia e o responsável pelas 10 vacas.

FOTOS DA SOLENIDADE DE CRISTO REI EM TORONTO (CAN) – 2016

Realizada ontem (30/10), na Igreja da Transfiguração, em Toronto/Canadá.

Dia especial também que marcou os 25 anos da criação da Capela (FSSPX).

Créditos das fotos à nossa amiga Gercione Lima.

Este slideshow necessita de JavaScript.