LA REJA, 29 DE SETEMBRO: COMPROMISSOS NA FSSPX E RENOVAÇÃO DE VOTOS

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: Seminario Nuestra Señora Corredentora – Tradução: Dominus Est

No dia 29 de setembro, festa de São Miguel Arcanjo, na missa maior rezada pelo Reitor do Seminário, Pe. de Lassus, assistimos aos compromissos dos seminaristas da FSSPX, bem como a renovação dos votos religiosos de nossos Irmãos. Por esse motivo, os Irmãos do Distrito se uniram a nós, depois de terem feito o retiro anual pregado pelo Pe. Álvaro Calderón.

Primeiro houve os  primeiros compromissos dos seminaristas (2 argentinos, 1 mexicano, 1 brasileiro e 1 espanhol) que, se Deus quiser, no dia 12 de outubro receberão a tonsura e ingressarão no estado clerical. Junto deles, fizeram também os compromissos perpétuos na Fraternidade 4 futuros Subdiáconos (2 argentinos, 1 brasileiro e 1 guatemalteco), que no mesmo dia 12 de outubro se consagrarão perpetuamente ao serviço do Santo Altar. Depois disso, 3 Irmãos renovaram seus votos, dos quais 2 argentinos.

**************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

A CONFISSÃO ABRE AS PORTAS DO CÉU

A confissão é uma obra-prima de Deus. Quem confessa com sinceridade e humildade alcança o perdão de todos os seus pecados, não importando o número ou a gravidade deles. Se expulsa Satanás da alma, se recobra os 7 dons do Espírito Santo e as 3 virtudes teológicas.O pecador recupera a amizade de seu Deus e se torna herdeiro do Reino dos Céus.

SOBRE AS IMAGENS SAGRADAS

Nesta catequese, o padre Bonifácio explica o verdadeiro significado dessas palavras do Êxodo “…Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra…”, que os protestantes usam erroneamente para dizer que os católicos são idólatras.

TOMADA DE BATINA NO SEMINÁRIO NOSSA SENHORA CORREDENTORA, FSSPX, 2019

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: Seminário Nuestra Señora Corredentora

Neste 15 de setembro, na festa de Nossa Senhora Corredentora, padroeira de nosso seminário, os 7 seminaristas do ano de espiritualidade receberam suas batinas, a saber: 3 mexicanos, 2 brasileiros, 1 argentino e 1 paraguaio. A missa foi celebrada por nosso reitor, Pe. Jean de Lassus .

A cerimônia contou com a presença de numerosos parentes das respectivas famílias dos seminaristas, acompanhados também por um bom número de fiéis. Graças a Deus, o dia, já primavera, também foi muito agradável.

Pedimos, então, orações pela perseverança desses jovens candidatos, que deram o primeiro passo na carreira sacerdotal.

**************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

DESOBEDIÊNCIA APARENTE, OBEDIÊNCIA VERDADEIRA

Mons. Lefebvre apresenta acusações recebidas de ser, supostamente, desobediente à Igreja por se recusar a acompanhar as mudanças do Vaticano II. Deixa claro que não pode ser verdadeiro desobediente quem faz, crê e pratica o que a Igreja fez, acreditou e praticou durante dois mil anos. Trata-se de uma desobediência aparente, mas obediência verdadeira. Homilia de 1976.

COMO SE INTRODUZIU A COMUNHÃO NA MÃO?

Neste vídeo se explica como a prática da comunhão na mão foi introduzida na Argentina por seus próprios bispos. Refuta também o erro comum apresentado pelos modernistas que, com a comunhão na mão, se retorna à prática litúrgica dos primeiros cristãos. Faz-se uso da Encíclica Mediator Dei, de Pio XII, sobre a Liturgia, na qual se condena o “arqueologismo litúrgico” .

CRISMAS E MISSA PONTIFICAL NO PRIORADO PADRE ANCHIETA/SP

No dia 17 de agosto de 2019 Sua Excelência Reverendíssima, Dom Alfonso de Galarreta, conferiu o sacramento da Crisma na Capela São Pio X, em São Paulo. Devido ao grande número de crismandos (mais de 100 pessoas – mais da metade sub conditione) houve duas cerimônias (manhã e tarde).

Este slideshow necessita de JavaScript.

“N., eu te marco com o Sinal da Cruz e te confirmo com o Crisma da salvação, em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo”

**********************************

Já no dia 18, D. Alfonso de Galarreta, bispo da FSSPX, oficiou a Missa Pontifical.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A Missa Pontifical é a Missa Solene própria de um bispo, celebrada com todo o cerimonial próprio de seu caráter.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Se todas as cerimônias da Santa Igreja Católica têm a virtude de estimular a Fé, fomentar a devoção e elevar o espírito dos fiéis à contemplação das coisas celestiais, com muito mais razão pode-se afirmar o mesmo da Missa Pontifical, tendo em conta a imponente solenidade com que se celebra” – Pe. Joaquín Solans

Fotos por José Roberto dos Santos – Fonte: FSSPX Brasil (aqui e aqui)

GOLPE DE MESTRE DE SATANÁS

O Golpe de Mestre de Satanás, por Mons. Marcel Lefebvre.

Neste pronunciamento, Mons. Lefebvre desmascara o golpe de mestre que a inteligência perversa do demônio inventou para prejudicar a Igreja pós-Vaticano II: levar à desobediência por meio da obediência.

Por outro lado, repetimos com São Pedro: “Devemos obedecer a Deus e não aos homens” (Atos dos Apóstolos), ou com São Bernardo: “Aquele que pela obediência se submete ao mal está aderido à rebelião contra Deus e não à submissão devida a Ele“.

RECONCILIAÇÃO DA ANTIGA CAPELA DA VISITAÇÃO EM PUY-EN-VELAY (FRANÇA)

Na terça-feira, 16 de julho de 2019, na festa de Nossa Senhora do Carmo, realizou-se a bonita e comovente cerimônia de reconciliação da antiga Capela da Visitação, em Puy-en-Velay, na França, recentemente adquirida pela FSSPX, em junho passado. 

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

Uma história turbulenta

De fato, durante a turbulência revolucionária, a capela conventual das Visitandinas, construída em 1655, foi transformada em um farsante tribunal julgando e condenando à morte muitos sacerdotes, religiosos e leigos por sua fé e seu vínculo à Igreja. Esses sacrilégios e sucessivas profanações, todas essas graves ofensas contra Deus, impediram qualquer celebração cultual nesta capela, enquanto não fosse “reconciliada” de acordo com o ritual da Igreja.

Retomada da Fraternidade São Pio X e reconciliação

O Pe. Pierre Barrère oficiou, cercado pelos fiéis da região que puderam assistir a esta rara cerimônia pela qual o Céu retoma a posse de sua propriedade. Primeiro, as paredes exteriores são aspergidas com água benta, recitando o salmo “Miserere mei Deus“. Depois todos voltam para a capela, invocando os santos. Então o Salmo 67 é cantado. Cada verso é precedido pela antífona “Exsurgat Deus” [Deus se levanta e seus inimigos se dispersam, seus adversários fogem diante de Sua face]. Finalmente as paredes interiores são aspergidas … A Missa do dia pode começar.

Durante sua homilia, o celebrante evocou a santidade do lugar, pelas religiosas de S. Francisco de Sales que ali se santificaram e pelo sangue derramado pelos numerosos mártires. Santidade dos locais em torno, o Monte Anis, escolhido entre milhares pela Santíssima Virgem para ser servida e honrada até o fim dos séculos. De fato, insígnia graça, a capela da Visitação está a 400 m da catedral-basílica de Puy-en-Velay.

A cerimônia desse dia é um novo ponto de partida para uma reconquista e de uma conquista da santidade pessoal sob o olhar benevolente de Nossa Senhora e do Menino Jesus. Do Monte Carmelo ou do Monte Anis, Nossa Senhora é igualmente maternal e pronta para nos ajudar, para a glória de Deus, o bem das almas, da França e de toda a cristandade.

A tradição diz que a basílica Puy foi consagrado pelos anjos, aqueles mesmos anjos que celebram Nossa Senhora do Carmo, como podemos cantar no Intróito da Missa do dia: “Alegremo-nos juntos no Senhor porque a festa que estamos celebrando hoje é a da Bem-aventurada Virgem Maria. Esta Solenidade alegra os anjos e todos em coro louvam o Filho de Deus. “