A FSSPX PEDE UM DIA DE PENITÊNCIA NESTE SÁBADO, 9 DE NOVEMBRO

Fonte: DICI – Tradução: Dominus Est

Após o Sínodo para a Amazônia, o Superior Geral da Fraternidade São Pio X, Pe. Davide Pagliarani, convidou todos os padres, religiosos e oblatas, seminaristas e membros da Terceira Ordem a observar um dia de orações e penitências reparadoras, para defender a santidade da Igreja.

O Padre Pagliarani escreve em seu Comunicado de 28 de outubro de 2019: “Tal é devido a honra que se deve à Santa Igreja Católica Romana, fundada por Nosso Senhor Jesus Cristo, que não é idólatra e nem panteísta“.

Numa época em que a missão civilizadora do catolicismo está profundamente desnaturalizada e onde a santidade do sacerdócio é ameaçada por novas reformas, todos os fiéis são cordialmente convidados a se unirem neste sábado, 9 de novembro de 2019, jejuando e rezando, especialmente para reparar os recentes escândalos que ocorreram na capital do cristianismo.

Deus não abandona sua Igreja; as portas do inferno nunca prevalecerão sobre ela (Mt 16,18).

COLABORE COM NOSSA CAMPANHA

CAPELA“A caridade é paciente, a caridade é benigna; não é invejosa, não é altiva nem orgulhosa; não é inconveniente, não procura o próprio interesse; não se irrita, não guarda ressentimento; não se alegra com a injustiça, mas alegra-se com a verdade; tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta”. (1 Cor 13, 4)

***************************************************************

Sabemos que o mundo que vivemos é movido por ideias, por sonhos, por propósitos que são transformados em realidade por aqueles que, como o(a) senhor(a), lutam, batalham, enfrentam a vida de frente. Por vezes, em busca dessas ideias, podemos nos deparar com circunstâncias desfavoráveis, com reveses, com situações que podem nos desanimar, nos irritar em demasia, que podem fazer com que, ainda que por um pequeno lapso de tempo, pensemos em abandonar tudo.

Nessas horas desfavoráveis, onde tudo parece nos escapar, sempre recorremos ao nosso Pai celestial, clamando por suas bênçãos, por sua proteção e pela força necessária para continuarmos.

Tratando ainda das ideias, há ideias boas e ideias ruins, há ideias que serão benéficas para todos, enquanto que há ideias que trarão prejuízos para muitos. O empreendedor, por exemplo, ao se propor um negócio, visa, além de garantir seu sustento, proporcionar à sociedade algo que gerará renda, riquezas, empregos, bens para todos.

O jovem que quer ser professor, ao se propor tal nobre função, visa, além de realizar seu sonho, seu propósito, transmitir a milhares de jovens conhecimentos que lhes serão valiosos na busca de suas próprias ideias.

Além do professor, do empreendedor, do político, do motorista, do médico, do advogado, da dona de casa, há aqueles que têm um propósito de primeira grandeza, visto que, se desapegando de tudo o que existe sobre a terra, de seus próprios sonhos, eles lutam para elevar o homem a uma dignidade e a um estado sobrenaturais, para transmitir o amor e a justiça de Deus a todos.

Ocorre que esses homens, revestidos de uma dignidade elevada, por uma razão da Providência divina, também precisam da ajuda dos seus semelhantes, do mais simples dos homens, ao mais poderoso dos reis. Tanto que vemos ao longo da história Ocidental reis e plebeus trabalharem juntos na construção dos mais belos santuários desenhados pelo gênio humano: as catedrais e capelas.

E eles o faziam porque o templo dedicado a Deus é o local onde o empresário, o operário, a dona de casa, o prefeito, o professor, onde todos nós iremos buscar a força necessária para lutarmos, para enfrentarmos de cabeça erguida os desafios que encontramos em nosso caminho, onde iremos construir o nosso castelo interior.

E esse é nosso objetivo, edificar almas, construir moradas interiores sólidas, capazes de lutarem por suas ideias e, principalmente, pelo fim último de todo homem, o CéuE para isso, recorremos à vossa generosidade, CONVIDANDO-O(A) A SER UM DE NOSSOS BENFEITORES, NOS AJUDANDO NA COMPRA DE UM TERRENO E POSTERIOR CONSTRUÇÃO DA NOSSA PEQUENA CAPELA E NOSSO CENTRO CULTURAL.

Local onde nós, onde o(a) senhor(a) e tantos outros poderão encontrar um refrigério para as lutas diárias, onde gerações e mais gerações serão formadas na justiça, na verdadeira fraternidade e no amor ao próximo, onde, juntos, poderemos oferecer ao Altíssimo, o Deus que tem nos cumulado de tantas bênçãos, um sacrifício agradável.

Sabemos da limitação financeira que a todos atinge, mas por outro lado, a necessidade atual de ministrar sacramentos e proporcionar uma boa formação religiosa e moral nos motiva entusiasticamente a buscar todos os meios possíveis para a aquisição do terreno, construção da Capela e do Centro Cultural, por amor à Nosso Senhor.

E em contrapartida a essa ajuda, comprometemos a:

  • Incluir em nossas orações cotidianas os benfeitores e suas famílias;
  • Rezar Missas pelos nossos benfeitores e suas famílias;
  • Inserir, em nosso site a logomarca de sua empresa ou o nome do benfeitor, se assim desejar.

Ajude-nos nesse projeto. Seja um BENFEITOR da FSSPX em Ribeirão Preto. AUXILIE-NOS EM UMA DAS MAIS NOBRES AÇÕES QUE UM CATÓLICO PODE FAZER EM SUA VIDA: AJUDAR NA EDIFICAÇÃO DE UMA CAPELA.

COMO? ATRAVÉS DE UMA DOAÇÃO ESPONTÂNEA OU MENSAL, DENTRO DE VOSSA POSSIBILIDADE.

FAÇAM SUAS DOAÇÕES EM NOME DA:

ASSOCIAÇÃO RELIGIOSA E CULTURAL SÃO PIO X
CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
Agência. 1374
Conta Poupança: 401124-3 (Operação: 013)

CNPJ: 09.385.198/0001-43

Após a doação, envie-nos um email (capela@catolicosribeiraopreto.com) para adicionarmos seu nome em nossa lista de benfeitores.

Ao doarem, vocês estão ajudando na difusão e expansão da fé católica pelo interior do Brasil, ajudando a Igreja a levar o doce néctar da doutrina de Cristo àqueles que tanto necessitam, a começar por nós mesmos!

“Com a ajuda de todos os fiéis, ainda que mínima, concluiremos mais uma obra pela Santa Igreja Católica e o restabelecimento do Reinado Social de Nosso Senhor Jesus Cristo no Brasil”.

CLIQUE AQUI PARA ALGUMAS PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O PROJETO

FOTOS DA TRADICIONAL PEREGRINAÇÃO DA FSSPX À LOURDES (2019) – TERCEIRO DIA

Fonte: La Porte Latine (aqui e aqui) – Tradução: Dominus Est

MISSA DA SEGUNDA FEIRA – 28 DE OUTUBRO 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Foram ainda milhares de fiéis que, neste terceiro dia de peregrinação da Tradição, assistiram à Missa solene de São Simão e São Judas, celebrada pelo Pe. Gonzague Peignot, Superior da Escola Saint Joseph des Carmes, de Montreal-de-l’Aude, na basílica de São Pio X de Lourdes.

O celebrante foi assistido pelo Pe. Jean-Marie Lebourg, colaborador do Priorado de Saint-Pierre-Julien-Eymard de Meylan, e Pe. Cyprien du Crest, colaborador do Priorado de Saint-Irénée de Lyon .

O ROSÁRIO E A DESPEDIDA

Este slideshow necessita de JavaScript.

Foi o Padre Lionel Héry, Prior do Priorado Saint-Martin de Saint-Avertin, quem meditou o último rosário na Gruta, na presença dos fiéis que participaram dos três dias desta peregrinação 2019.

Neste último dia de peregrinação, muitos peregrinos vieram recitar um último rosário oferecido para reparação à Rainha do Céu.

Após o rosário meditado, o padre Benoît de Jorna, Superior do Distrito da Françaagradeceu as autoridades do Santuário, os organizadores, em particular a Escola de Etcharryas comunidades amigas e renovou a Consagração do Distrito ao Imaculado e Doloroso Coração de Maria. 

Finalmente deu sua benção aos fiéis presentes, desejando-lhes que venham ainda em maior número no próximo ano.

Deo gratias!

 

COMUNICADO DO SUPERIOR GERAL DA FSSPX SOBRE O SÍNODO SOBRE A AMAZÔNIA

Fonte: DICI – Tradução: Dominus Est

Menzingen, 28 de outubro de 2019

Na festa dos Santos Simão e Judas, apóstolos.

Caros membros da Fraternidade,

O recente Sínodo da Amazônia mostrou-nos cenas terríveis onde, de maneiras novas e impensáveis, dentro do santuário de Deus, deu-se a abominação de ritos idólatras. E depois, o documento final dessa tumultuosa assembléia atacou a santidade do sacerdócio católico, incitando a abolição do celibato eclesiástico e o estabelecimento de um diaconato feminino. Verdadeiramente, as sementes da apostasia que nosso venerável Fundador, Mons. Marcel Lefebvre, identificara desde os primeiros dias de seu trabalho no Concílio, continuam produzindo seus frutos podres com renovada eficácia.

Em nome da inculturação, elementos pagãos estão cada vez mais integrados ao culto divino e podemos ver, mais uma vez, como a liturgia que seguiu ao Concílio Vaticano II é perfeitamente adequada a isso.

Em resposta a esses eventos, conclamamos todos os membros da Fraternidade, incluindo os membros da Terceira Ordem, a observar um dia de oração e reparação, visto que não podemos permanecer indiferentes a tais ataques à santidade da Santa Madre Igreja. Pedimos que um jejum seja observado em toda as nossas casas no sábado, 9 de novembro. Convidamos todos os fiéis à participarem e também incentivamos as crianças a oferecerem orações e sacrifícios.

No domingo, 10 de novembro de 2019, cada sacerdote da FSSPX celebrará uma Missa de reparação e, em cada capela, as Ladainhas de todos os Santos, retiradas da Liturgia das Rogações, serão cantadas ou recitadas para pedir a Deus que proteja Sua Igreja e para poupá-la dos castigos que tais atos possam fazer recair sobre Ela. Exortamos todos os sacerdotes amigos, bem como todos os católicos que amam a Igreja, a fazer o mesmo.

Tal é devido a honra que se deve à Santa Igreja Católica Romana, fundada por Nosso Senhor Jesus Cristo, que não é idólatra e nem panteísta.

Pe. Davide Pagliarani

Superior Geral

FOTOS DA TRADICIONAL PEREGRINAÇÃO DA FSSPX À LOURDES (2019) – SEGUNDO DIA

Fonte: La Porte Latine (aquiaqui e aqui) – Tradução: Dominus Est

MISSA SOLENE DO DOMINGO DE CRISTO REI – 27 DE OUTUBRO

Este slideshow necessita de JavaScript.

Neste segundo dia de peregrinação, cerca de 5.500 fiéis se deslocaram para presenciar a Missa solene celebrada pelo Pe. Benoît de Jorna na Basílica de São Pio X, em Lourdes.

O Superior do Distrito da FSSPX na França foi assistido pelo Pe. Michaël Demierre, professor e mestre dos noviços do Seminário Santo Cura d’Ars, de Flavigny e do Pe. Michel de Sivry, diretor da Escola São João Batista de la Salle, de Camblain-l’Abbé.

ROSÁRIO NA GRUTA

Este slideshow necessita de JavaScript.

VÉSPERAS, PROCISSÃO DO SANTÍSSIMO E BENÇÃO DOS DOENTES

Este slideshow necessita de JavaScript.

Uma vez cantadas as Vésperas Solenes, o Santíssimo Sacramento foi exposto à adoração dos fiéis. Vai começar um dos momentos mais fortes desta peregrinação: a procissão de Nosso Senhor, seguida por milhares de peregrinos, através da esplanada do Santuário de Lourdes, onde todos poderão adorar a Cristo Rei, Príncipe da Paz e Mestre das Nações através da presença real de Deus na Hóstia 

A procissão eucarística é um grande momento de fervor popular, sempre muito aguardada pelos peregrinos e pelos habitantes da cidade mariana de Lourdes. Muitas vezes, os rostos estão repletos de seriedade e alegria interior à vista do Rei dos reis levado triunfante pelo santuário mariano.

Nós vos adoramos, ó Cristo, e vos bendizemos, 
porque redimistes o mundo pela vossa santa cruz”.

Foi o Pe. Benoît de Jorna, Superior do Distrito da França , que teve a honra de levar Nosso Senhor em procissão, cercado por uma “falange” de padres, religiosos e freiras dos cinco continentes onde a Fraternidade exerce seu apostolado. O Superior abençoa os doentes, desenhando com o Ostensório o sinal da cruz diante de cada um deles. Em Lourdes, Deus vem àqueles que lutam, aqueles que sofrem, aqueles que precisam ser aliviados. 

Como o paralítico que é descido até seu Filho, eles vieram se confiar a Ele e se entregar à sua clemência. Ao lado deles, as valentes irmãzinhas de São João Batista, de Rafflay, demonstraram uma caridade ímpar para atender as menores necessidades materiais de cada um deles.

Um pensamento de reconhecimento por todos aqueles que levam os muitos carrinhos/cadeiras de rodas dos doentes com uma dedicação que mostra a caridade para com os mais fracos, ou seja, o amor de Deus:

Ubi caritas et amor, Deus ibi est – Onde estão a caridade e o amor, Deus está presente.

FOTOS DA TRADICIONAL PEREGRINAÇÃO DA FSSPX À LOURDES (2019) – PRIMEIRO DIA

Fonte: La Porte Latine (aqui, aqui e aqui) – Tradução: Dominus Est

Mais de 4000 fiéis da Tradição vieram rezar a Nossa Senhora de Lourdes pela salvação da Igreja e pelo estabelecimento do reinado de Cristo Rei.

MISSA SOLENE DE SÁBADO 26 DE OUTUBRO DE 2019

Este slideshow necessita de JavaScript.

De fato, foram cerca de 4.000 fiéis que, no primeiro dia da Peregrinação Internacional de Cristo Rei, estiveram presentes na Missa solene celebrada pelo Pe. Pier-Paolo Petrucci , Prior de Saint-Nicolas du Chardonnet, na Basílica de São Pio X de Lourdes.

Ele foi assistido pelo Pe. Turpault, Prior da Unieux, e pelo Pe. Morille, colaborador do Priorado de Bergerac.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Terminada a santa comunhão, distribuída por 30 padres da FSSPX e das comunidades amigas ​​ Pier Paolo Petrucci deu a bênção final e todos se prepararam para participar das três estações da cruz nas planícies e montanhas de Espélugues.

A VIA SACRA DE ESPÉLUGUES

Este slideshow necessita de JavaScript.

Após a Missa onde Cristo se ofereceu por nós como vítima propiciatória, é sempre um momento de grande emoção realizar as duas Vias Sacras onde, em união com todos os nossos doentes, cada um oferece seus sofrimentos com uma imensa confiança em Nossa Senhora. 

Diante do afluxo dos fiéis às Estações da Cruz, os organizadores organizaram três grupos distintos de penitentes.

  • Pregador da grande Via Sacra de Espélugues nº 1: Padre Raymond OP
  • Pregador da grande Via Sacra de Espélugues nº 2: Pe. de Fraissinette
  • Pregador da Via Sacra dos enfermos na planície: Pe. Vincent Gélineau

Este slideshow necessita de JavaScript.

No final da missa solene, a grande multidão se dividiu em três grupos: se a maior parte sobe a montanha de Espelugues, os doentes são direcionados para a pradaria. Todos são convidados a seguir o caminho da cruz, a meditar os mistérios da paixão e morte de Nosso Senhor.

“Sobre vossa herança fizestes cair generosa chuva, e restaurastes suas forças fatigadas” (Sl 67,10)

“Quando atravessam o vale árido, eles o transformam em fontes, e a chuva do outono vem cobri-los de bênçãos. 8.Seu vigor aumenta à medida que avançam, porque logo verão o Deus dos deuses em Sião. 9.Senhor dos exércitos, escutai minha oração, prestai-me ouvidos, ó Deus de Jacó.” (Sl 83,7-9)

Lourdes é um milagre permanente e a via sacra dos doentes é uma súplica silenciosa de sofrimento e de confiança Nele, que tudo pode!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Quando o Filho de Deus, cai sob o peso da madeira, quando é crucificado, quando morre na cruz, o fiel põe o joelho sobre o cascalho como que para responder melhor ao chamado repetido de Nossa Senhora à Bernadette Soubirous:

“Penitência! Penitência! Penitência! “.

A PROCISSÃO DAS VELAS

A procissão das velas, cada vez mais, é uma oportunidade para os peregrinos “alheios à Tradição” se juntarem às nossas orações e encontrar nessa ocasião a beleza das cerimônias do período anterior ao Vaticano II ….

Milhares de fiéis se reuniram nas planícies para uma longa e magnífica procissão de velas organizada em torno da Fraternidade Sacerdotal São Pio X e das comunidades amigas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Muitos padres, religiosos, religiosas e seminaristas haviam se jogado aos pés de Nossa Senhora de Lourdes para lhe implorar a salvação de sua Igreja.

Se tivéssemos que procurar um dos lugares mais carentes, poderíamos encontrar a Gruta de Massabielle, em Lourdes. É, no entanto, em direção a esse local rochoso, nebuloso e lamacento, nas paredes das quais correm as trepadeiras que incansavelmente se encontram as multidões de cristãos – dos príncipes aos mais carentes – para pedir uma cura, para implorar uma conversão.

Uma vigília de orações na Gruta, das 23:30h às 18:00h, concluiu esta súplica à Santíssima Virgem Maria a quem seu divino Filho nada recusa.

Ó Nossa Senhora, salvai-nos, salvai a Igreja, salvai nossas almas!

O COMPORTAMENTO DAS CRIANÇAS NA MISSA

Resultado de imagem para CRIANÇA REZANDO IGREJA VÉUFonte: FSSPX México – Tradução: Dominus Est 

Revmo. Padre, sou pai da família e me surgiram algumas dúvidas a respeito do comportamento de meus filhos ao assistirem o Santo Sacrifício da Missa. Formulei algumas perguntas que peço que me responda, assim poderei saber o que devo fazer. 

1 – Padre, as crianças pequenas e bebês aproveitam a Missa?

Claro que sim, todo fiel batizado, ainda que seja um bebê de peito, recebe as graças celestiais quando se aproximam do Santo Sacrifício com as devidas disposições. 

2 – Aproveitam da Missa os bebês que dormem durante a mesma?

Certamente que sim, pois os fiéis aproveitam cumprindo com suas boas disposições. No caso do bebê, seu dever de estado não parece ser outro além de comer, dormir e se comportar bem.

3 – Aproveitam a Missa as crianças maiores que brincam durante a Missa?

Não tanto, pois é claro que seu dever como um batizado é ter reverência ao culto divino e isso não é demonstrado jogando e fazendo caprichos. 

4.- Meus filhos devem aprender a se comportar e participar da Missa. Sei que sou obrigado a ensiná-los e corrigi-los se necessário, no entanto, por estar vigiando-os não assisto a Missa e sinto que não cumpro o preceito dominical. O que devo fazer?

Primeiro deve cuidar de seus filhos e tentar ensinar-lhes a se comportarem como pede o Deus bom. O senhor também deve cumprir o dever do seu estado para receber as graças do Santo Sacrifício. Se o senhor não cuida de seus filhos, não está cumprindo seu dever de estado, portanto, não recebe todas as graças que deveria do Santo Sacrifício e ademais, não deixa que os outros cumpram com o preceito.  Continuar lendo

A FORMAÇÃO DE FUTUROS SACERDOTES

Posts sobre o assunto podem vistos nesses links:

**************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

PEREGRINAÇÕES RECENTES NA ARGENTINA – 2019

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

No domingo, 13 de outubro de 2019, realizou-se a 28ª Peregrinação da Fraternidade São Pio X da América do Sul, a Luján, o Santuário Nacional da Argentina.

Partindo pela manhã do Seminário de Nossa Senhora Corredentora, em La Reja, os peregrinos chegaram a Lujan depois de uma caminhada de 30 quilômetros para a Missa solene seguida por uma procissão até a basílica.

Estiveram presentes D. Alfonso de Galarreta, Padre Mario Trejo – Superior do Distrito, Padre Jean de Lassus – Diretor do Seminário, Padre Philippe Brunet – vindo da Espanha e muitos padres assegurando a capelania da peregrinação.

Todo o seminário, as Irmãs da FSSPX e as Professoras Dominicanas do Santo Nome de Jesus e do Imaculado Coração de Maria, juntaram-se a esta manifestação de fé e piedade, que reuniu em torno de mil fiéis.

A consagração do Distrito ao Imaculado Coração de Maria foi renovada por D. de Galarreta e pelo Pe. Trejo aos pés de Nossa Senhora de Luján, padroeira da Argentina, Paraguai e Uruguai.

*******************************

Fonte: FSSPX Sud America – Tradução: Dominus Est

No dia 21 de setembro, em Córdoba, ocorreu a primeira Peregrinação a Villa Cura Brochero, seguindo os passos que o venerado sacerdote argentino realizava em sua obra apostólica. No local, a missa solene foi celebrada na Igreja de Nossa Senhora do Trânsito.

Após vários meses de organização, 6 padres (2 do Seminário e 4 do Priorado de Córdoba), 24 seminaristas (de Espiritualidade a Teologia) e fiéis (casados, crianças, solteiros) se reuniram às 2:30h da manhã na Capela de Alta Gracia, onde estavam localizados os ônibus e vans que os levariam. Uma hora depois, os veículos partiram para Giulio Césare, nas Altas Crumbres, de onde sairia a Peregrinação.

Ainda à noite, sob a luz da lua e das estrelas do céu de Córdoba, a Peregrinação começou com uma pregação do Padre Juan Martín Albisu, a oração do Itinerarium Clericorum  e a bênção dos peregrinos. Cerca de duzentas pessoas saíram a pé às 5:45h (algumas famílias se juntaram no meio da caminhada), em sua maioria fiéis de Córdoba, e muitos de Corrientes, Mendoza, Rosário, Buenos Aires, Santiago del Estero, Tucumán e Salta.

A peregrinação foi dividida em 5 grupos de cerca de 40 pessoas. Em cada grupo, havia 4 seminaristas que cuidadosamente prepararam as meditações sobre a vida do Cura Brochero. Com essas meditações, destacaram diferentes aspectos de seu sacerdócio, para incentivar os fiéis a considerar a importância da vocação sacerdotal e religiosa.

Músicas e orações se alternaram ao longo da caminhada. A beleza da paisagem, o silêncio das montanhas e a contemplação do amanhecer favoreceram enormemente a atmosfera de oração e recolhimento dos peregrinos. Os fiéis puderam aproveitar a presença do diretor e de um professor do seminário, somada a presença dos padres do Priorado de Córdoba, para confessarem-se.

Às 9:00, chegou-se a Villa Benegas, na metade do caminho, onde os peregrinos dividiam um café da manhã para aquecer o corpo após várias horas de caminhada com o vento frio da montanha: mate cozido com criollitos para animar os peregrinos.

Às 9:40, o padre Ivan Bersano se encarregou da pregação para retomar a caminhada, que, tomando como base a frase usada pelo Cura Brochero quando se colocou a primeira pedra da Casa de exercícios, arruína-te, demônio, encorajou os jovens presentes a considerá-la e tê-la consigo, abraçando generosamente o chamado de Deus, se houver, para a vocação sacerdotal ou religiosa.

A peregrinação continuou sua caminhada e, às 13:30h, chegou-se ao Santuário de Cura Brochero, a igreja de Nossa Senhora do Trânsito, onde o padre Carlos Caliri, Prior de Córdoba, celebrou a Missa solene. No final da Missa, os sacerdotes, seminaristas e todas as famílias se consagraram à Santíssima Virgem.

Terminada a cerimônia, todos os peregrinos compartilharam um almoço no salão “Mi Purisima”, perto do santuário. As crianças fizeram uma peça de teatro inspirada na “Cantata Brocheriana” de Carlos Difulvio para encerrar a jornada.

Um dia cheio de bênçãos e orações que subiram ao céu para pedir a Deus santos sacerdotes e religiosos pela Igreja.

TONSURA, ORDENS MENORES E SUBDIACONATO EM LA REJA – 2019

Fonte: Seminario Nuestra Señora Corredentora – Tradução: Dominus Est

Neste sábado, 12 de outubro de 2019, ocorreu a cerimônia de ordenações no Seminário, na qual D. Alfonso de Galarreta conferiu as diferentes Ordens aos seminaristas:

Tonsura, para os seminaristas do 2º ano  (2 argentinos, 1 brasileiro, 1 espanhol e 1 mexicano);

Primeiras Ordens Menores, de Hostiário e Leitor, aos seminaristas do  3º ano (1 argentino e 1 mexicano);

Segundas Ordens Menores, de Exorcista e Acólito aos seminaristas do  4º ano  (2 argentinos, 1 espanhol e 1 brasileiro);

Subdiaconato, aos seminaristas do 5º ano  (2 argentinos, 1 brasileiro e 1 guatemalteco).

Este slideshow necessita de JavaScript.

Embora o clima não tenha ajudado muito, já que foram 2 dias de chuva intensa, foram muitos os fiéis que puderam assistir essa bela cerimônia, particularmente muitas famílias dos seminaristas que receberam as ordens sagradas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Confiamos suas orações a esses novos levitas, para que Deus lhes conceda a santificação de seu novo estado eclesiástico, e para que todas essas graças recebidas frutifiquem abundantemente em suas almas.

**************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

CONTRIBUA CONOSCO, PRECISAMOS DE SUA AJUDA!

CAPELA“A caridade é paciente, a caridade é benigna; não é invejosa, não é altiva nem orgulhosa; não é inconveniente, não procura o próprio interesse; não se irrita, não guarda ressentimento; não se alegra com a injustiça, mas alegra-se com a verdade; tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta”. (1 Cor 13, 4)

***************************************************************

Sabemos que o mundo que vivemos é movido por ideias, por sonhos, por propósitos que são transformados em realidade por aqueles que, como o(a) senhor(a), lutam, batalham, enfrentam a vida de frente. Por vezes, em busca dessas ideias, podemos nos deparar com circunstâncias desfavoráveis, com reveses, com situações que podem nos desanimar, nos irritar em demasia, que podem fazer com que, ainda que por um pequeno lapso de tempo, pensemos em abandonar tudo.

Nessas horas desfavoráveis, onde tudo parece nos escapar, sempre recorremos ao nosso Pai celestial, clamando por suas bênçãos, por sua proteção e pela força necessária para continuarmos.

Tratando ainda das ideias, há ideias boas e ideias ruins, há ideias que serão benéficas para todos, enquanto que há ideias que trarão prejuízos para muitos. O empreendedor, por exemplo, ao se propor um negócio, visa, além de garantir seu sustento, proporcionar à sociedade algo que gerará renda, riquezas, empregos, bens para todos.

O jovem que quer ser professor, ao se propor tal nobre função, visa, além de realizar seu sonho, seu propósito, transmitir a milhares de jovens conhecimentos que lhes serão valiosos na busca de suas próprias ideias. Continuar lendo

LA REJA, 29 DE SETEMBRO: COMPROMISSOS NA FSSPX E RENOVAÇÃO DE VOTOS

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: Seminario Nuestra Señora Corredentora – Tradução: Dominus Est

No dia 29 de setembro, festa de São Miguel Arcanjo, na missa maior rezada pelo Reitor do Seminário, Pe. de Lassus, assistimos aos compromissos dos seminaristas da FSSPX, bem como a renovação dos votos religiosos de nossos Irmãos. Por esse motivo, os Irmãos do Distrito se uniram a nós, depois de terem feito o retiro anual pregado pelo Pe. Álvaro Calderón.

Primeiro houve os  primeiros compromissos dos seminaristas (2 argentinos, 1 mexicano, 1 brasileiro e 1 espanhol) que, se Deus quiser, no dia 12 de outubro receberão a tonsura e ingressarão no estado clerical. Junto deles, fizeram também os compromissos perpétuos na Fraternidade 4 futuros Subdiáconos (2 argentinos, 1 brasileiro e 1 guatemalteco), que no mesmo dia 12 de outubro se consagrarão perpetuamente ao serviço do Santo Altar. Depois disso, 3 Irmãos renovaram seus votos, dos quais 2 argentinos.

**************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

D. LEFEBVRE – 90 ANOS DE SACERDÓCIO

Image result for dom lefebvre fotoFonte: Boletim Permanencia

Que graça extraordinária para um jovem subir ao altar como ministro de Nosso Senhor, ser um outro Cristo! Nada é mais belo nem mais grandioso aqui na terra. Para isto vale a pena abandonar sua família, renunciar a constituir uma, renunciar ao mundo, aceitar a pobreza.” ― Dom Marcel Lefebvre. Carta Aberta aos Católicos Perplexos, capítulo 7.

Quantas jovens almas, pelas mãos de Dom Lefebvre, terão subido ad altare Dei! Quantas almas, graças a ele, terão encontrado a alegria de consagrar inteiramente sua mocidade, sua maturidade, sua velhice, ad Deum qui laetificat juventutem meam!

Naqueles dias em que, por mistério de permissão divina, os mais altos hierarcas da Igreja começaram a render-se ao culto do homem, ao elogio do mundo, aos sinais dos tempos, suscitou a Divina Providência um bispo para salvar a pureza da Fé, para guardar o Santo Sacrifício da Missa e os sacramentos de sempre, para fazer sobreviver o sacerdócio católico. Depois de uma vida de Fé firme como a rocha, pôde certamente dizer a Nosso Senhor, no dia do seu venturoso juízo, o epitáfio que mandara talhar na rocha de seu túmulo: Tradidi quod et accepi.

No dia de hoje, cá na terra, comemoramos os noventa anos de ordenação de Dom Lefebvre. No hoje eterno do Céu, o Eterno Sacerdote o parabeniza:

Muito bem, Marcel. Muito bem, meu sacerdote!

O intrépido bispo, talvez se possa dizê-lo, sorrirá o mesmo sorriso manso, com a mesma serena expressão dos seus dias de combate. E que combate! E nós cá debaixo, nós os herdeiros de sua peleja, podemos bem rogar e suplicar e esperar daquela alma indelevelmente sacerdotal, bendita pelo caráter e mais ainda pela glória, que peça por nós ao divino interlocutor:

Senhor, dai-lhes sacerdotes! Dai-lhes santos sacerdotes!

* * *

Oração de Santa Teresinha do Menino Jesus e da Sagrada Face:

Ó Jesus, Sumo e Eterno Sacerdote, conservai os vossos sacerdotes sob a proteção do vosso Coração amabilíssimo, onde nada de mal lhes possa suceder. Conservai imaculadas as suas mãos ungidas, que tocam todos os dias em vosso Corpo Santíssimo. Conservai puros os seus lábios, tintos pelo vosso Sangue preciosíssimo. Conservai desapegados dos bens da terra os seus corações, que foram selados com o caráter firme do vosso glorioso sacerdócio. Fazei-os crescer no amor e fidelidade para convosco, e preservai-os do contágio do mundo. Dai-lhes também, juntamente com o poder que tem de transubstanciar o pão e o vinho, em Corpo e Sangue, o poder de transformar os corações dos homens. Abençoai os seus trabalhos com copiosos frutos, e concedei-lhes um dia a coroa da vida eterna. Assim seja!”

 

A COMUNHÃO DOS ADÚLTEROS E A “OUTRA”

O Casamento da Virgem. Giotto, c. 1305 (afresco).

Fonte: Boletim Permanencia

“As mulheres sejam submissas a seus maridos, como ao Senhor, pois o marido é o chefe da mulher, como Cristo é o chefe da Igreja, seu corpo, da qual ele é o Salvador. Ora, assim como a Igreja é submissa a Cristo, assim também o sejam em tudo as mulheres a seus maridos. Maridos, amai as vossas mulheres, como Cristo amou a Igreja e se entregou por ela, para santificá-la, purificando-a pela água do batismo com a palavra, para apresentá-la a si mesmo toda gloriosa, sem mácula, sem ruga, sem qualquer outro defeito semelhante, mas santa e irrepreensível. Assim os maridos devem amar as suas mulheres, como a seu próprio corpo.”

(Epístola de S. Paulo aos Efésios, V, 22-28)

Eis a sublime lição que nos dá a Santa Igreja em cada casamento que celebra: a santa união de Cristo com seu Corpo Místico é o modelo da união entre os esposos, que Nosso Senhor elevou à ordem sacramental.

Nos últimos anos, sob o pontificado de Francisco, cresce a perplexidade de muitos fiéis (e até prelados) ante o escândalo da condescendência papal com o adultério. Mesmo em ambientes distantes e às vezes hostis à Tradição, levantam-se vozes estarrecidas com a oficialização, pelas mãos do Papa, de uma praxe há muito consumada em paróquias mais vanguardistas: a comunhão dos divorciados “recasados”. Espantam-se com razão, porque as palavras de Nosso Senhor não deixam margem à dúvida: “Todo aquele que abandonar sua mulher e casar com outra, comete adultério; e quem se casar com a mulher rejeitada, comete adultério também”[1].

Mas se hoje Roma contemporiza com as relações adúlteras, se da Cátedra de Pedro nos vem uma voz estranha, diferente da do Bom Pastor, a chamar de “misericórdia” a crueldade de confirmar o pecado ao invés de corrigi-lo, é porque meio século atrás um outro adultério ainda mais grave se introduziu no templo católico: um concílio ecumênico deu carta de repúdio à Fé de sempre para se unir às ideologias do mundo moderno, na infidelidade conhecida como aggiornamento. Não é à toa que Monsenhor Lefebvre, o fidelíssimo Atanásio do século XX, definiu a obra do Concílio e suas reformas como uma união adúltera entre os homens da Igreja e os princípios da Revolução[2]. E nosso Gustavo Corção, pouco depois, vislumbrou na novilíngua conciliar, no espírito saído do Vaticano II, os trejeitos e gafes que denunciavam a traição à Esposa com a “Outra”[3]. De fato, não há adultério sem a “outra”. Continuar lendo

TOMADA DE BATINA NO SEMINÁRIO NOSSA SENHORA CORREDENTORA, FSSPX, 2019

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: Seminário Nuestra Señora Corredentora

Neste 15 de setembro, na festa de Nossa Senhora Corredentora, padroeira de nosso seminário, os 7 seminaristas do ano de espiritualidade receberam suas batinas, a saber: 3 mexicanos, 2 brasileiros, 1 argentino e 1 paraguaio. A missa foi celebrada por nosso reitor, Pe. Jean de Lassus .

A cerimônia contou com a presença de numerosos parentes das respectivas famílias dos seminaristas, acompanhados também por um bom número de fiéis. Graças a Deus, o dia, já primavera, também foi muito agradável.

Pedimos, então, orações pela perseverança desses jovens candidatos, que deram o primeiro passo na carreira sacerdotal.

**************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”