SUBDIACONATO E ÚLTIMAS ORDENS MENORES CONFERIDOS EM ECÔNE – 2018

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

ORDENS MENORES DE ACÓLITO E EXORCISTA

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em 17 de março de 2018, no sábado conhecido como “Sitientes”, do nome do Introito da missa do dia, 5 jovens levitas receberam o subdiaconato das mãos de Mons. Bernard Tissier de Mallerais, bispo auxiliar da Fraternidade Sacerdotal São Pio X .

Esta primeira ordem maior, da lista das que levam ao sacerdócio, implica a entrega total de si mesmo a Deus através dos votos de castidade e a obrigação de recitar o breviário em nome da Igreja.

Na mesma cerimônia, outros 12 clérigos receberam as duas últimas ordens menores de Acólito e Exorcista.

ELEVAÇÃO AO SUBDIACONATO

Este slideshow necessita de JavaScript.

Após as admoestações relativas aos seus compromissos definitivos, os ordenandos se prostraram no chão, de bruços, em sinal de humildade e adoração, como faziam os patriarcas e os profetas.

Então, em harmonia com todos os eleitos do Céu, é cantada a Ladainha de Todos os Santos, a oração favorita da Igreja em que todos os títulos meritórios e as obras do Homem-Deus são apresentados à Santíssima Trindade. Esta prostração e ladainha precedem a ordenação ao diaconato e também ao sacerdócio.

O papel do subdiácono é apresentar a patena e o cálice ao diácono nas Missas solenes, verter água no cálice e cantar a Epístola. Ele também é responsável pela purificação de panos sagrados.

Ao receber a primeira ordem maior, o subdiaconato, os jovens levitas se comprometem, por um voto implícito, a levar uma vida de castidade perpétua (ver Código de Direito Canônico de 1917, Canon 132 ).

Mons. Tissier de Mallerais dirigiu-se a eles com as seguintes palavras prescritas:

“Meus queridos filhos, ao receberem esta Ordem, não vos será mais lícito afastarem-se de vosso objetivo e serão sempre obrigados a estar ao serviço a Deus (De servi-Lo para que Ele reine) e com Sua ajuda irão guardar a castidade e permanecerão sempre envolvidos no ministério da Igreja. Por consequência, enquanto houver tempo, examinem-se e vejam se estão determinados a perseverarem em vossa santa resolução e a darem esse passo em nome de Nosso Senhor.”

Além do compromisso com o celibato, os subdiáconos são obrigados a recitar todo o breviário diariamente. Durante a cerimônia, o pontífice pede ao Espírito Santo para que preencha os novos subdiáconos com seus dons, a fim de que possam cumprir dignamente as altas funções que a Igreja lhes confiou.

Rezemos por essas vocações e peçamos a Nossa Senhora para suscitar muitos chamados à vida religiosa nas famílias católicas.

**************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

ORDENS MENORES E TOMADAS DE BATINA NO SEMINÁRIO DE ZAITZKOFEN (ALEMANHA) – 2018

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

Mons. Bernard Tissier de Mallerais, Bispo Auxiliar da Fraternidade Sacerdotal de São Pio X , entregou a batina a sete seminaristas do primeiro ano: 1 alemão, 1 suíço, 1 austríaco, 1 tcheco, 1 russo e 2 poloneses, procedeu com a tonsura e conferiu as primeiras Ordens Menores a  outros onze: 2 tchecos, 4 alemães, 2 austríacos, 1 francês, 1 lituano e 1 suíço,  nos dias 2 e 3 de fevereiro de 2018 no Seminário do Sagrado Coração de Jesus, em Zaitzkofen, na Alemanha.

As quatro ordens menores (Hostiário, Leitor, Exorcista e Acólito) são graus do sacerdócio (leia aqui a respeito) e não são mais conferidos nos seminários conciliares.

Nas ordens antigas, a tonsura é mais visível, como ainda é usado, por exemplo, nos capuchinhos e nos beneditinos que, após a cerimônia de tonsura, não levam mais que uma coroa de cabelo.

Os seminaristas se ajoelham diante do Bispo que, em um gesto simbólico, corta quatro mechas de cabelo em forma de uma cruz. “O Senhor é parte da minha herança” (4), então diz o novo levita.

Esta é uma alusão à tribo de Levi no Antigo Testamento cujos membros, por suas funções ao serviço do Templo não possuíam territórios na Terra Prometida, o próprio Senhor se declarou sendo sua herança.

Depois de dar a tonsura, o Bispo conferiu as ordens menores:

– O Porteiro tem a tarefa de abrir e fechar as portas da igreja e garantir a santidade do local de culto. Ele também é responsável pela convocação dos fiéis, tocando o sino, às funções divinas:

 “O porteiro deve guardar a igreja dia e noite, cuidar para que nada se perca; abrir e fechar a igreja e a sacristia; cuidar da limpeza e da decoração da igreja; tocar os sinos para indicar as horas das diferentes orações; manter a ordem do lugar e observar o silêncio e a modéstia; evitar que os infiéis entrem na igreja, perturbando os serviços, profanando os mistérios; abrir o livro ao pregador. ”

Ao tocarem as chaves da igreja, o bispo também lembra as contas que terão que prestar a Deus por esse serviço. No fundo da igreja, um a um, eles abrem a porta e tocam o sino.

De volta à frente do altar, eles são ordenados Leitores para a edificação dos fiéis. O Leitor faz as leituras do Antigo Testamento em público: dessa forma ele começa a exercer o papel sacerdotal de ensino.

O que vossos lábios lerão, creiam-no de todo o coração e mais ainda, pratiquem-no por vossas obras … Como se mantendes de pé para ler, devereis também dar o exemplo e praticar uma virtude mais elevada que aqueles que vos ouvem.

************************

As ordenações menores em 2018 nos EUA e na França podem ser vistas aqui.

************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

PRIMEIRAS FOTOS DAS ORDENAÇÕES DE ONTEM EM LA REJA (FSSPX)

Conforme anunciado esses dias, na qual também pedimos orações, tivemos ontem (16 de dezembro) as ordenações sacerdotais e diaconais no Seminário Nossa Senhora Co-Redentora, em La Reja, na Argentina, conferidas por D. Tissier de Mallerais.

Dentre os ordenados:

  • 3 brasileiros elevados ao sacerdócio (Padres: Olivieri, Tarcísio e Juliano) – dentre os 6 ordenados;
  • Irmão Elias, OSB (brasileiro, beneditino do Mosteiro de Bellaigue, que foi ordenado padre)
  • 2 brasileiros que foram elevados ao diaconato – dentre 6 ordenados.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Agradecemos aos amigos presentes em La Reja que nos enviaram essas fotos “extra-oficiais”

*****************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

FOTOS DA CERIMÔNIA DE CONFIRMAÇÃO E PRIMEIRAS COMUNHÕES NO PRIORADO DE SÃO PAULO – 2017

No sábado passado, dia 25 de novembro, cerca de 85 pessoas receberam, de D. Tissier de Mallerais, o Sacramento da Confirmação (Crisma) no Priorado Padre Anchieta, em São Paulo/SP. Dessas, por volta de 25 receberam o sacramento sub conditione.

D. Tissier teve como padres assistentes os padres Rodolfo e Áureo.

A CERIMÔNIA DA CRISMA

Este slideshow necessita de JavaScript.

A MISSA DO SÁBADO

Após a cerimônia da crisma, o Prior da Casa Autônoma do Brasil, Pe. Juan María celebrou a Missa para os recém crismados.

Este slideshow necessita de JavaScript.

MISSA PONTIFICAL DO DOMINGO

Já no domingo, dia 26 de novembro, antes da Missa, D. Tissier abençoou o novo órgão de tubo projetado para a Capela do Priorado.

Na Missa, o Bispo foi assistido pelos Padres Juan María e Rodolfo, dando as Primeiras Comunhões a 8 crianças.

Este slideshow necessita de JavaScript.

OUTRAS BELÍSSIMAS FOTOS DAS ORDENAÇÕES EM ECÔNE – 2017

Além das daquelas que já postamos, publicamos agora outras belíssimas fotos das ordenações de 12 padres e elevação de 6 diáconos ocorridas no Seminário Internacional da FSSPX, em Ecône, dia 29 de junho de 2017.

PROCISSÃO DE ENTRADA

Este slideshow necessita de JavaScript.

PROSTRAÇÃO DOS ORDENANDOS

Este slideshow necessita de JavaScript.

IMPOSIÇÃO DAS MÃOS

Este slideshow necessita de JavaScript.

O SACRAMENTO DA ORDEM

Este slideshow necessita de JavaScript.

AS PRIMEIRAS BÊNÇÃOS

Este slideshow necessita de JavaScript.

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

FOTOS DAS ORDENAÇÕES EM ECÔNE 2017: 12 SACERDOTES E 6 DIÁCONOS

Seis novos diáconos e doze novos padres para transmitirem a herança de Mons. Marcel Lefebvre

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

No dia 29 junho de 2017, na festa dos Santos Apóstolos Pedro e Paulo, no seminário de Ecône (Suíça), D. Alfonso de Galarreta, ordenou 12 novos sacerdotes da Fraternidade Sacerdotal São Pio X: 11 franceses e 1 espanhol.

Ele também elevou ao diaconato 6 alunos do quinto ano: 5 franceses, da Fraternidade Sacerdotal São Pio X e das comunidades amiga, e 1 inglês.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Dirigindo-se aos ordenandos, Mons. de Galarreta disse:

“Esta fé que os senhores devem ensinar, é a verdade de Cristo, de seu evangelho, da Tradição, do magistério de sempre, da Fé de sempre. Esta é a doutrina de Cristo transmitida pela Tradição e pela Santa Igreja, e é isso que deve ensinar o padre.

O que é exigido dele é que seja fiel e ensine pura e fielmente esta doutrina de Cristo e nada mais. Sem essa fé, não podemos agradar a Deus. E qualquer coisa que não proceda dessa fé é pecado e cisma e está fora da unidade da igreja. Onde não há conhecimento da verdade imutável e eterna, há apenas falsa virtude. […]

A situação atual é de uma crise fé na Santa Igreja. Monsenhor Lefebvre dizia que este espírito liberal e modernista do Concílio Vaticano II triunfou e penetrou até o mais alto ponto da Igreja. Mistério da iniqüidade … “

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em seguida, eles encontraram seus parentes e amigos, a quem deram suas primeiras bênçãos, com grande emoção, que era nítida em seus rostos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Estes jovens sacerdotes receberam, durante a missa, a imposição das mãos de 3 bispos e 143 sacerdotes que estiveram presentes na cerimônia, onde viram crescer o futuro da Tradição. Os fiéis vieram em grande número para comungarem desta alegria inexplicável. 

**************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

*********************************

MAIS 23 SACERDOTES PARA A FSSPX – ORDENAÇÕES NO HEMISFÉRIO NORTE

ordinations_sacerdotales_juin_juillet_2017

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

No dia 29 junho de 2017, na festa dos Santos Apóstolos Pedro e Paulo, no seminário de Ecône, na Suíça), D. Alfonso de Galarreta, ordenará 12 novos sacerdotes para a Fraternidade Sacerdotal São Pio X: 11 franceses e 1 espanhol. Serão também ordenados diáconos outros 4 franceses (2 para a FSSPX e 2 para os capuchinhos de Morgon) e 1 inglês.

Em 1 de Julho de 2017, no Seminário do Sagrado Coração de Jesus (Priesterseminar Herz Jesu, em Zaitzkofen, na Alemanha) – será D. Bernard Tissier de Mallerais quem conferirá o sacerdócio a 2 outros sacerdotes.

Finalmente, em 7 de julho de 2017, D. Bernard Fellay, Superior Geral da Fraternidade São Pio X, ordenará 9 novos sacerdotes e 6 diáconos no Seminário São Tomás de Aquino, em Dyllwin, EUA.

No total, portanto, 23 novos padres serão ordenados em junho e julho de 2017 para a FSSPX, que contará, então, com 635 sacerdotes, ajudados por 116 Irmãos e 79 Irmãs Oblatas.

Em seus seis seminários pelo mundo são 204 jovens e 36 pré-seminaristas que foram inscritos no início do ano acadêmico.

Em junho/julho são realizadas as ordenações nos seminários do hemisfério norte (EUA, França, Suiça e Alemanha) e em dezembro nos seminários do hemisfério sul (Argentina e Austrália)

Rezemos por esses jovens, para que se mantenham firmes na verdadeira fé católica.

**************************

“Senhor, dai-nos sacerdotes,

Senhor, dai-nos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitos santos sacerdotes,

Senhor, dai-nos muitas santas vocações religiosas,

Senhor, dai-nos famílias católicas, 

São Pio X, rogai por nós”

A IGREJA SAINT-NICOLAS DU CHARDONNET (FSSPX) COMEMORA 40 ANOS DE RETORNO À TRADIÇÃO

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

Perante mais de 1.600 fiéis que a Missa Pontificial – Missa do Coração Imaculado de Maria – foi celebrada por D. Bernard Tissier de Mallerais, bispo auxiliar da Fraternidade Sacerdotal São Pio X. Pe. Christian Bouchacourt foi primeiro assistente e os Revmos. padres Patrick de La Rocque e Xavier Beauvais – atual e antigo cura de St. Nicolas du Chardonnet – foram os diáconos assistentes. Foram os dois padres provenientes dessa paróquia que oficiaram os papéis de diácono e subdiácono: Revmos padres Jean-Baptiste Quilliard e Guillaume Scarcella .

Sua Excelência honrava Nossa Senhora Rainha do Clero, quando vinha rezar em Saint-Nicolas em 1966-1967, enquanto estava estudando em Paris e não conhecia ainda a FSSPX, que seria fundada três anos mais tarde. Obviamente, a Providencia já o assistia!

Ele posteriormente insistiu sobre a “Professio Dei” que todos devem pronunciar para serem verdadeiramente católicos face aos erros professados nos diversos níveis da igreja.

Mons.  La Rocque convidou a todos, se Deus quiser, para os cinquenta anos do retorno do “farol da Tradição” ao verdadeiro e único culto católico: será em 2027 …

Algumas datas que foram lembradas por D. Tissier de Mallerais por ocasião desse quadragésimo aniversário:

  • 1517 – Lutero se revolta contra a Igreja Católica; 
  • 1717 – A Maçonaria assume seu funesto impulso de destruição e ódio contra Deus; 
  • 1917, o comunismo se instala pelo sangue na Rússia e Nossa Senhora aparece em Fátima para nos advertir e pedir para fazermos penitência; 
  • 1977 – a Saint-Nicolas-du-Chardonnet é devolvida ao culto católico.

Clique aqui e faça um tour pela belíssima igreja de Saint-Nicolas

TOMADA DE BATINA E TONSURA NO SEMINÁRIO SÃO TOMÁS DE AQUINO – FSSPX/EUA – 2017

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fonte: La Porte Latine – Tradução: Dominus Est

Esta foi a primeira vez que os fiéis americanos tiveram a alegria de assistir às cerimônias de tomadas de batina e tonsura no novo seminário dos Estados Unidos, por Sua Excelência Mons.  Bernard Tissier de Mallerais, bispo auxiliar da Fraternidade Sacerdotal de São Pio X .

São 17 seminaristas do primeiro ano (14 americanos, 1 dominicano, 1 mexicano e 1 canadense) que receberam a batina e 7 a tonsura das mãos do pontífice.

Mons. Marcel Lefebvre, fundador da FSSPX, sempre defendeu o uso da batina como um sinal de sacrifício: um sermão vivo, pregando Nosso Senhor Jesus Cristo no mundo. Este também foi o sentido da homilia de Mons. Tissier de Mallerais, que pregou sobre o profundo significado desta tomada de batina, que separa estes jovens seminaristas do resto do “mundo”.

A Batina, traje sóbrio e austero simboliza o desprendimento dos seminaristas do mundo em tudo o que pode ser frívolo, leviano e superficial. Ela indica também, um outro aspecto positivo, a estreita relação que agora os une a Nosso Senhor Jesus Cristo.

No mesmo dia, no seminário de São Cura d’Ars, em Flavigny (França), Mons. Bernard Fellay  entregou a batina para 14 seminaristas do primeiro ano: 12 franceses, 1 britânico e 1 suíço.

Finalmente, no seminário  Sagrado Coração de Jesus, em Zaitzkofen (Alemanha), Dom Alfonso de Galarreta entregou o hábito clerical a 7 seminaristas. Isso faz que tenhamos no total: 38 tomadas de batina para a FSSPX, em 02 de fevereiro de 2017.

Deo Gratias!

A JURISDIÇÃO DE SUPLÊNCIA

Resultado de imagem para tissier de malleraisPor Dom Bernard TISSIER DE MALLERAIS

INTRODUÇÃO do Sr. Padre SCOTT

O ESTADO DA QUESTÃO

Muitos têm perguntado como os padres tradicionais podem continuar a ministrar os Sacramentos, e especialmente ouvir confissões, quando eles tiveram as suas Licencias Sacramentais retiradas pelo ordinário local.

As considerações a seguir deverão ajudar-lhes a entender não apenas a injustiça da situação, mas, também, como estes padres estão claramente no direito de usar a jurisdição de suplência. É óbvio que a presente crise na Igreja não está prevista na Lei Canônica.

Consequentemente, nós devemos basear a nossa actividade em uma analogia jurídica, tomada das normas gerais dos Códigos (Canon 20 no Código Antigo e Canon 19 no Novo Código), as quais determinam que se não há lei que diga respeito expressamente a uma situação especial, a regra deve ser tomada a partir de:

1) Leis promulgadas para circunstâncias similares. As circunstâncias similares são aquelas nas quais a Igreja supre a jurisdição por conta de um grave perigo para as almas. Estas são os casos de:

  • Erro comum concernente à jurisdição do padre: Código Antigo [i.e., o Código de Direito Canônico de 1917, doravante “CA”, Canon 209], Novo Código [i.e., o Código de Direito Canônico de 1983, doravante “NC”, 144].
  • Dúvida positiva e provável: CA 209 (NC 144). Isto pode estar relacionado a jurisdição ou erro comum ou perigo de morte.
  • Desconhecimento do fato de que a jurisdição havia expirado: CA 207.
  • Perigo de morte: CA 882 e 2252 (NC 976 e 1357). Aqueles que não podem encontrar um confessor apropriado por um longo período de tempo e, consequentemente, que estão em perigo de morte espiritual devem ser equiparados àqueles em perigo de morte, de acordo com o princípio da Equidade Canónica (v abaixo).

2) Os princípios gerais da lei canónica, os quais inspiram as leis particulares. Os dois princípios são:

  • A salvação das almas é a maior das leis (NC 1752).
  • Os Sacramentos existem para o bem dos homens.

3) O recurso à equidade. Isto é, o recurso ao parecer do legislador (quando não há nada explícito por escrito), que nunca deseja que a sua legislação seja custosa demais (opressiva), mas sempre deseja que ela seja interpretada de uma maneira justa e favorável. Que seja, de fato, a intenção da Igreja ser generosa na concessão de jurisdição, e não rigorosa ou exigente em excesso, é, também, patente nos dois Cânones seguintes: Continuar lendo

CONFIRMAÇÕES EM DICKINSON, TEXAS (EUA)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Mais de 50 confirmações foram realizadas por Dom Bernard Tissier de Mallerais em uma igreja cheia de história para a Sociedade de São Pio X

Fonte: SSPX USA – Tradução: Dominus Est 

No dia 30 de Abril de 2016, a igreja Rainha dos Anjos, em Dickinson –Texas (EUA) 52 almas foram Confirmadas e uma solene Missa Pontifical foi oferecida.

A previsão de 4-6 polegadas de chuva não se concretizou. Ao vez disso, choveu brevemente durante a missa e em seguida o belo sol texano apareceu!

O Bispo proferiu um belo sermão sobre os Dons do Espírito Santo sendo como um sopro nas velas do navio de nossas almas para o porto da salvação eterna. Ele então falou sobre São Damião de Molokai e seu zelo pelas almas como um exemplo de ação do Dom da Fortaleza.

A igreja Rainha dos Anjos foi dedicada pelo Arcebispo Lefebvre em 12 de julho de 1977. Foi a sede do Distrito dos EUA entre 1983-1988 e o Angelus Press funcionou lá entre 1977-1991. As últimas Confirmações foram dadas também por Dom Tissier em fevereiro de 2014. Em 2015 houveram 15 batizados e 4 casamentos. A média de presenças na missa dominical é de 340 pessoas.

Dickinson está localizado a 25 milhas ao sul da cidade de Houston e 20 milhas de Galveston, Texas Gulf Coast. Nela  há um priorado da FSSPX onde 5 sacerdotes (sendo Pe Frank Kurtz o Prior) e 2 irmãos residem. Dalí, os padres servem outra capela que estão localizadas em North Houston (St. Michael’s) com uma assistência na missa dominical de 125 pessoas, bem como as capelas em Carthage, TX, Corpus Christi, TX, Baton Rouge, LA e Kenner, LA (Nova Orleans).

ORDENAÇÕES DE 9 SUBDIÁCONOS E 13 PARA ORDENS MENORES DA FSSPX – SEMINÁRIO SÃO TOMÁS DE AQUINO (WINONA/EUA)

Fonte: SSPX EUA – Tradução: Dominus Est

Nove novos subdiáconos para a Igreja

Este slideshow necessita de JavaScript.

No sábado, 12 de março, os seminaristas Ian Palko, James Torzala, Peter Kallal, Tyler Nelson, Jonathan Kopec, Christopher Hone, Richard Brueggemann, Josh Jacobs e John Carlisle foram ordenados para a maior ordem de subdiácono pelo Bispo Tissier de Mallerais.

O papel do subdiácono é apresentar a patena e o cálice ao diácono na Missa Solene, para derramar a água no cálice e cantar a Epístola. Ele também é responsável pela purificação dos lenços sagrados.

Treze seminaristas recebem as ordens menores

Este slideshow necessita de JavaScript.

8 seminaristas receberam na sexta, 11 de março, as ordens de Hostiário e Leitor enquanto 5 receberam as ordens de Exorcista e Acólito. As ordenações são compostas de 3 partes: uma advertência ou instrução sobre as funções que incidirão sobre os ordenandos, a tradição dos atributos da ordem, e, finalmente, uma oração especial para o recém-ordenado, pedindo a Deus pela graça e as virtudes necessárias para cumprirem de maneira santa as funções da ordem recebida.

(…)

A quarta ordem menor é a de acólito. O acólito é o que traz luz para os fiéis, tanto conduzindo as velas acesas para o canto do Santo Evangelho, como por sua conduta, que deve iluminar os fiéis e levá-los sempre para perto de Deus. O acólito também traz água e vinho para os ministros sagrados no altar, que durante a Consagração será transformado no Sangue de Cristo. Mais ainda do que antes, ele deverá aplicar-se a uma vida de castidade.

TOMADA DE BATINA E TONSURA NO SEMINÁRIO DO SAGRADO CORAÇÃO – ZAITZKOFEN (ALEMANHA)

No dia 2 de fevereiro, Dom Bernard Tissier de Mallerais abençoou a batina de 9 seminaristas e deu a tonsura clerical a 7, tal como anunciado pelo Pe. Franz Schmidberger (reitor de seminário). Um dia depois o bispo deu as ordens menores a outros 7, com 3 tornando-se Hostiários e Leitores, e os outros 4 sendo ordenados Exorcistas e Acólitos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

TOMADA DE BATINA EM LA REJA – PARTE 2

Fonte: FSSPX Argentina

Em uma solene Missa Pontifical celebrada no domingo 13 de setembro, 2015, Sua Excelência Reverendíssima Mons. Tissier de Mallerais, bispo auxiliar da Fraternidade São Pio X, abençoou a batina de 9 seminaristas do Ano de Espiritualidade – 5 argentinos, 2 brasileiros , 1 chileno e 1 guatemalteco – que se revestem agora com o santo hábito clerical.

Esta é a primeira cerimônia que marca profundamente os seminaristas. Nesse dia, eles concretizam sua doação total à Nosso Senhor Jesus Cristo e o abandono definitivo da veste secular. Mons. Lefebvre sempre defendeu o uso da batina como sinal de sacrifício e como uma pregação viva de Nosso Senhor no mundo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

TOMADA DE BATINA EM LA REJA – PARTE 1

Fonte: FSSPX Argentina

Em uma solene Missa Pontifical celebrada no domingo 13 de setembro, 2015, Sua Excelência Reverendíssima Mons. Tissier de Mallerais, bispo auxiliar da Fraternidade São Pio X, abençoou a batina de 9 seminaristas do Ano de Espiritualidade – 5 argentinos, 2 brasileiros , 1 chileno e 1 guatemalteco – que se revestem agora com o santo hábito clerical.

Esta é a primeira cerimônia que marca profundamente os seminaristas. Nesse dia, eles concretizam sua doação total à Nosso Senhor Jesus Cristo e o abandono definitivo da veste secular. Mons. Lefebvre sempre defendeu o uso da batina como sinal de sacrifício e como uma pregação viva de Nosso Senhor no mundo.

Este slideshow necessita de JavaScript.